10/10/2022 Por Bárbara Rocha

Descubra os 54 melhores passeios no RJ

Rio de Janeiro… Só de ler você já pensou em praias, certo? Mas, o Rio vai muito além: trilhas, mirantes, cachoeiras, bares para curtir a noitada, parques, museus… a lista não acaba. Em qualquer época do ano, faça sol ou chuva, há muito o que fazer no Rio de Janeiro e, o melhor: boa parte dos melhores passeios no RJ são gratuitos.

A cidade maravilhosa (que não tem esse apelido à toa), atrai turistas do mundo todo, o ano inteiro, além de ser uma das mais visitadas do Brasil. Um dos motivos é por ser um lugar que abraça a diversidade, com atrações para todos os gostos e estilos.

Vivi muitos anos no Rio e guardo essa cidade no meu coração, por isso, montei uma lista com 54 atrações (acredite, ainda é pouco)!

Mesmo que você venha com tempo, vai ser difícil conhecer tudo, nem mesmo os cariocas conhecem… Não é difícil esbarrar com alguém que nunca foi ao Cristo, por exemplo.

Mas, espero que as minhas dicas facilitem seu roteiro! Vamos lá?

teleférico branco e preto passando em cabos que conectam o topo de duas montanhas, no Rio de Janeiro
Há muito o que fazer no Rio de Janeiro, mas com certeza andar no Bondinho do Pão de Açúcar é uma das melhores coisas! - Foto: Sébastien Goldberg no Unsplash

O que fazer no Rio de Janeiro: Cartões Postais

Para você tirar onda (como dizem os cariocas), vamos começar nosso guia sobre o que fazer no Rio de Janeiro com os lugares de lei, os principais pontos turísticos do Rio de Janeiro. Aqueles que se você deixar de ir, vai surgir alguém perguntando “Como assim, você foi ao Rio e não foi ao Cristo?” Se liga!

Cristo Redentor
Do Cristo Redentor, localizado no morro do Corcovado, dá para ver quase toda a cidade maravilhosa

1. Cristo Redentor

Se você está indo ao Rio pela primeira vez, não tenho dúvidas de que vai querer conhecer o famoso Cristo, uma das 7 maravilhas do mundo e um dos melhores pontos turísticos do Rio de Janeiro. Garanto que ele vai te receber de braços abertos!

O Cristo é uma estátua que tem 38 metros de altura! Você olha, se surpreende e questiona: como isso é possível?! Mas calma, você não vai ter só uma estátua pra ver (apesar de só ela já valer), de lá, dá pra ter uma vista panorâmica da cidade: de todos os lados uma beleza surreal.

Lembre-se de tirar muitas fotos com este cartão postal! Recomendo uma clássica: de braços abertos, imitando o Cristo. 

Como chegar no Cristo Redentor?
  • Vans oficiais: Você compra online através do site Ingressos Paineiras Corcovado e escolher onde quer embarcar: Largo do Machado, Copacabana ou Paineiras Corcovado. Não recomendo a última opção de embarque, já que o acesso mais fácil é de carro, e não há estacionamento para visitantes. As duas primeiras são super fáceis, em ambas você consegue chegar de metrô.
  • Trem corcovado: Com vendas através do Ticket Corcovado, essa opção é mais do que um transporte até o Cristo, é um dos melhores passeios no RJ, que passa por belas paisagens do Parque Nacional da Tijuca.
  • Trilha Parque Lage X Corcovado: R$0,00 ou, como dizem os cariocas, 0800. Escolhendo essa opção, você não paga nada, só precisa ter disposição para fazer uma caminhada de 3 horas, além de passar por trechos onde circulam as vans e trens. Se for sua primeira visita, melhor escolher uma das outras duas opções, para ir com tranquilidade!
teleférico branco e preto passando em cabos que conectam o topo de duas montanhas, no Rio de Janeiro
Foto: Sébastien Goldberg no Unsplash

2. Pão de Açúcar

Mais um dos cartões-postais do Rio, esse é um dos mais belos. E também tem uma vista deslumbrante (inclusive do Cristo)! A entrada é salgada, mas o passeio de bondinho que leva até o Pão de Açúcar é inesquecível, simplesmente um dos melhores passeios no RJ!

Confesso que deu um certo medinho ficar a sabe-se lá quantos metros acima do mar, dá aquele frio na barriga! Mas garanto que é  seguro…E quando você chega, entende porque vale tanto a pena!

Dos seus 396 metros de altura, a vista parece até uma pintura, você se pergunta se é mesmo real! Dá para conferir a Baía de Guanabara, as principais praias da cidade, a natureza da Floresta da Tijuca, e muitos prédios do centro do Rio. Simplesmente vá!

Como chegar no Pão de Açúcar?
  • Bondinho: É possível adquirir um ingresso no local ou através do site oficial do Bondinho
  • Tour: O Passeio do Rio oferece um tour, uma boa opção para quem quer conhecer o Pão de Açúcar e Cristo. Mas, indicamos só para quem prefere fazer o passeio com um guia de turismo.
maracana
Maracanã já foi palco de grandes momentos do futebol brasileiro e mundial, mas também de shows musicais marcantes

3. Maracanã 

Se você ama futebol, com certeza vai querer conhecer um dos estádios mais famosos do mundo. Dê um Google, durante a sua estadia, para descobrir se vai rolar alguma partida, assim você pode assistir a algum jogo. 

Mas, se não tiver acontecendo nada, você pode, ainda assim, fazer um tour que te leva a uma exposição permanente com uniformes, como um usado pelo Garrincha na Copa do Mundo de 1962, faixas e camisas do Zico, utilizadas no Flamengo, e marcas dos pés de jogadores como Roberto Dinamite e Pelé. Bem interessante.

Se não rolar nenhuma das duas e, mesmo assim, você estiver morrendo de vontade de ver um dos melhores pontos turísticos do Rio de Janeiro de perto, dê uma passada pela área externa, dá para tirar boas fotos!

Endereço: Av. Pres. Castelo Branco, Portão 3 – Maracanã. Dica: Se for pesquisar no Maps, procure pelo nome oficial do estádio, que é Estádio Jornalista Mário Filho. 

Como chegar no Maracanã?

Para chegar ao estádio, que é um dos principais pontos turísticos do Rio de Janeiro, pegue o metrô linha 2 ou trem e desça na Estação Maracanã (Acesso aos portões B e C).

rio de janeiro
Passar o dia na praia, é um dos melhores passeios do rj

4. Copacabana

“Princesinha do Mar”, assim é conhecida Copacabana, um dos principais pontos turísticos do Rio de Janeiro e mais famosos cartões postais do país, que inspirou muitas canções e poesias.  

Mundialmente conhecida por ter uma das maiores festas de Réveillon do planeta, Copa é a queridinha dos turistas (não só no ano novo), por ser também um dos melhores lugares para se hospedar no Rio de Janeiro. A boemia, história e cultura, atrai muita gente ao bairro, e ao seu principal atrativo… A praia.

Até o calçadão chama atenção aqui! Pedras portuguesas brancas e pretas, que formam um lindo mosaico no formato de ondas. Há ótimos bares e restaurantes, mas recomendo os quiosques que são mais baratos. 

Já a faixa de areia larga, costuma estar sempre cheia. É lá que você encontra “bixcoito”, matte gelado, e pode tomar um sol, mas não esquece o protetor ou você vai torrar! Por sorte, o mar é super gelado. Se você não curte locais muito turísticos, acho melhor fugir dessa praia!

Mas se for, e estiver disposto, caminhe até o final da praia, para visitar o Forte de Copacabana, você não vai se arrepender! A entrada custa cerca de R$6,00, e conta com um pequeno museu do Exército, além de cafeterias e restaurantes e uma vista impressionante para o mar.

Como chegar em Copacabana?

Pegue o metrô linha 1 e desça nas Estações Cardeal Arcoverde, Siqueira Campos ou Cantagalo. Descendo em qualquer uma dessas, é só caminhar por cerca de 15 minutos e você estará na praia que é um dos melhores pontos turísticos do Rio de Janeiro.

Bárbara Rocha, vestindo uma blusa laranja, sorri de cabeça erguida. Ao fundo, há o corredor de palmeiras imperiais do Jardim Botânico, um dos melhores passeios do rj
Jardim Botânico é uma boa opção para relaxar entre os passeios do rj - Foto: Vagner Alcantelado

5. Jardim Botânico

Se você quer respirar um ar puro, um dos passeios no RJ que não pode ficar de fora é o Jardim Botânico, um dos principais parques no Rio de Janeiro e um dos melhores pontos turísticos do Rio de Janeiro. A natureza está por toda parte: orquídeas, bromélias, samambaia, a linda vitória régia, cascatas, e muitos bichinhos que passam de repente.

O que mais chama atenção é o famoso corredor de Palmeiras (que rende muitas fotos) e a árvore sumaúma, uma das maiores do jardim, que tem uns 43 metros, e é linda! Também há o museu do meio ambiente e a casa dos pilões, ambos com exposições que contam parte da história do país. 

Passe repelente e leve algumas comidinhas, já que há um espaço com mesas, além de um parquinho para as crianças se divertirem. Depois de passear, tome um café no cantinho francês La Byciclette, lá dentro mesmo.

Horário de Funcionamento do Jardim Botânico: Todos os dias de 8h até 17h

Ingresso: Disponível na bilheteria no local (pagamento apenas em dinheiro) ou através do site do Jardim Botânico

Endereço: Rua Jardim Botânico, 1008 – Jardim Botânico.

Como chegar no Jardim Botânico?

Esse é mais um dos passeios no RJ que é possível fazer utilizando o transporte público. Pegue o metrô linha 1 ou 2, desça na Estação Botafogo, e logo em frente, pegue o ônibus Metrô Na Superfície sentido Gávea. Saia na Estação Jardim Botânico e caminhe até o Jardim pelo portão da Rua Pacheco Leão, 101. Dica: Ao comprar o bilhete do metrô, opte pela opção de integração com o Metrô na Superfície.

Parque Lage
Pertinho o Jardim Botânico, o Parque Lage também está entre os melhores passeios do rj

6. Parque Lage

Bem perto do Jardim Botânico, fica o Parque Lage, patrimônio histórico e cultural da cidade, e um dos mais belos cartões postais da cidade. Esse é um dos melhores pontos turísticos do Rio de Janeiro que tem muitas atrações: jardins, grutas, cavernas, lagos e aquários. Tudo isso de graça, o que o torna uma boa alternativa para quem busca o que fazer no Rio de Janeiro de graça.

Dá para conhecer muitos peixes e, pelas matas, muitos miquinhos e esquilos. Os mais aventureiros, encontram trilhas para caminhadas ecológicas, inclusive a que leva ao Cristo Redentor que, mesmo que você não vá, do Parque vai conseguir ver. 

Já no Palacete, é possível visitar as galerias de arte, apreciar e tirar várias fotos com a piscina que se encontra no pátio, mas nada de mergulhar, hein! Também dá para comer em um bistrô que oferece café, almoço e jantar. 

Mas o melhor mesmo é fazer um piquenique em uma das áreas verdes, é super agradável. 

Endereço: Rua Jardim Botânico, 414 – Jardim Botânico

Como chegar no Parque Lage?

Pegue o metrô linha 1 ou 2, desça na Estação Botafogo, e logo em frente, pegue o ônibus Metrô Na Superfície sentido Gávea. Desça na Estação Hospital da Lagoa e caminhe até o número 414, onde está um dos principais pontos turísticos do Rio de Janeiro.

pessoas em bonde amarelo e azul em uma rua de Santa Teresa, bairro onde há muitos atrativos para quem busca o que fazer no Rio e Janeiro
Ainda na dúvida sobre o que fazer no Rio de Janeiro? Anota na lista: passeio nos bondes de Santa Teresa, é divertido e barato!

7. Bonde de Santa Teresa 

O bonde de Santa Teresa é um dos melhores passeios no RJ para quem quer conferir belas paisagens de um jeito diferente.

Em um bondinho amarelo, você vai percorrer trilhos do Centro do Rio até Santa Teresa para ver a cidade do Rio de Janeiro do alto e vai até passar por cima dos Arcos da Lapa!

Pelo caminho, há várias estações. Você pode descer em uma delas, como a do Largo do Guimarães, point de Santa Teresa com vários bares e restaurantes. Mas, se for fazer isso, pergunte antes de partir os horários do bonde, caso queira retornar com esse transporte. 

Ingresso e como chegar: Acesse o site oficial do Bonde de Santa Teresa.

O que fazer no Rio de Janeiro: Praias imperdíveis

Há muito o que fazer no Rio de Janeiro e tem algo que não pode faltar de jeito nenhum: as praias. Elas são uma das paradas maneiras dessa cidade e um dos principais motivos pra galera ir para o Rio. Separe seu chinelo, canga, e MUITO protetor solar, e não deixe de visitar pelo menos uma delas.

Melhores praias do Rio de Janeiro: Zona Sul

Pessoas na areia e no mar, em praia do Rio de Janeiro, durante o dia, um dos principais passeios do rj
Mesmo tendo muito o que fazer no Rio de Janeiro, você não pode deixar de passar em pelo menos um das praias

8. Arpoador

A Praia do Arpoador é um cantinho super aconchegante da Zona Sul Carioca. 

É um dos lugares mais importantes do surfe no Brasil – foi ali que o esporte começou a se difundir – e até já recebeu etapas da Liga Mundial de Surfe! 

Apesar disso, a área para a prática do surf é pequena (fica próxima a pedra) e, na maior parte da praia, as águas costumam estar tranquilas – quase uma piscina natural.

Por ser um local tradicional, costuma estar cheio, apesar de ter uma boa faixa de areia.

Muitas pessoas preferem ficar nas pedras que rodeiam a praia. É bem tranquilo de subir, e tem bastante espaço, então, leve sua canga para tomar um sol.

Chegando ao topo, você terá uma vista panorâmica surreal do mar e do Morro Dois Irmãos, que é lindo. Muita gente também aproveita para dar um mergulho dali, mas não se arrisque se não souber nadar muito bem. 

O melhor, mesmo, acontece ao fim do dia: o pôr do sol, que é um dos mais lindos do Rio! Ele é tão espetacular que a galera bate palmas, então, não se assuste, só participe e aprecie um dos melhores passeios no RJ! 

Como chegar no Arpoador?

Pegue o metrô linha 1, desça na Estação General Osório e caminhe em direção à Av. Vieira Souto.

Silhueta de pessoas jogando bola em areia de praia no Rio de Janeiro, durante o dia
Ipanema é uma das praias mais visitadas pelos cariocas - Foto: Tais Helena De Carvalho no Unsplash

9. Ipanema

Se você procura um lugar mais tranquilo, lado a lado com o Arpoador, fica Ipanema, uma das melhores praias no RJ.

É só caminhar pelo calçadão ou pela areia e, pronto, você estará na famosa Ipanema, que ficou mundialmente conhecida pela música “Garota de Ipanema”, de Tom Jobim e Vinicius de Moraes.

Por aqui, o mar é um pouco mais agitado em algumas partes, mas a faixa de areia é mais extensa, então vai ser mais fácil ter um cantinho só pra você. Rola muito esporte como frescobol, vôlei, futebol e futevôlei. 

Se você for em algum domingo, aproveite a pista da orla que fica livre para os pedestres. Dá para correr, caminhar, andar de skate e bicicleta (disponíveis para alugar no local). 

Ou, vá até a Praça General Osório (fica bem pertinho da praia), para conhecer a Feira Hippie, com roupas, bijuterias, bolsas, quadros, chaveiros, e por aí vai, com certeza você vai achar algo para levar! 

Como chegar em Ipanema?

Assim como no caso do Arpoador, é só pegar o metrô e descer na Estação General Osório ou Nossa Senhora da Paz.

teleférico branco e preto passando em cabos que conectam o topo de duas montanhas, no Rio de Janeiro, durante o dia
Praia vermelha tem bons quiosques para passar o tempo, beber e comer petiscos - Foto: Raphael Nogueira no Unsplash

10. Praia Vermelha

Se você for ao Pão de Açúcar, um dos principais pontos turísticos do Rio de Janeiro, dê uma passada nessa praia, que fica bem próxima, é só caminhar alguns minutos. Mas, ela é bem pequena, e o mar não é dos melhores entre as praias no RJ.

O que há de melhor é a vista que ela tem do morro da Urca, que é linda. Sente-se em um dos quiosques ou na areia, tome uma água de coco gelada, e relaxe!

Como chegar na Praia Vermelha?

Pegue um metrô até a Estação Central, e saindo de lá pegue o ônibus 107. Você também pode descer no metrô de Botafogo e pegar o ônibus da linha 513.

Melhores praias do Rio de Janeiro: Zona Oeste

Vista área de Pôr do sol entre nuvens na praia da Barra da Tijuca, uma opção entre os passeios no rj
Praia da Barra da Tijuca é a maior do estado do Rio de Janeiro - Foto: Jônatas Tinoco no Unsplash

11. Barra da Tijuca

Diferente das praias no RJ que citei acima, essa fica na Zona Oeste do Rio, um pouco mais afastada, e com menos turistas, mas fácil de acessar. Você pode pegar um metrô e descer na estação Jardim Oceânico, depois é só caminhar uns 5 minutos e você estará nela.

A praia da Barra da Tijuca, a maior do Rio, é boa para a prática do surfe, windsurfe, bodyboarding e pesca. Nela, dá para estender sua canga com facilidade!

Alguns postos são mais cheios (como os que ficam próximos ao metrô), mas caminhando um pouco, você encontra áreas mais tranquilas, e até vazias. Mas, não importa o lugar que você escolher, a cada minuto, vai aparecer um vendedor te oferecendo um Biscoito Globo ou um Matte Leão com limão, duas instituições cariocas. Aceite os dois, são muito bons!

Dica:

Se você quiser fazer uma caminhada, vá até o fim da praia, onde há um píer extenso com um cenário bem bonito. Muita gente vai lá pra pescar, e outras só pra sentar e relaxar mesmo, ao som das ondas batendo nas pedras, é um dos melhores passeios no RJ! Próximo ao píer, está o quebra-mar, uma parte onde o mar é mais tranquilo, e com poucas ondas.

No meio do caminho, você encontra a Praia do Pepê, você vai saber pelos quiosques que levam o nome da praia, e também pelas pessoas: é o point dos marombas, surfistas, a galera mais jovem e até celebridades… Como, por exemplo, o jogador Romário, que tá sempre por lá jogando futevôlei. 

Como chegar na Barra da Tijuca?

Pegue um metrô para linha 4, e desça na estação Jardim Oceânico. De lá, pegue um Uber, ou vá andando até a praia do Pepê (cerca de 15 minutos de caminhada).

Montanha marrom e verde ao lado do mar, durante o dia, em Praia da Joatinga no Rio de Janeiro
Praia da Joatinga é pequena, mas perfeita para relaxar - Foto: Vagner Alcantelado

12. Praia da joatinga 

Próxima a Barra, também na zona oeste da cidade, está a Praia da Joatinga, no Joá. Um dos melhores passeios no RJ para descansar o dia inteiro, já que é bem sossegado, e raramente visitado pelos turistas.

Essa praia é um refúgio tranquilo de areias brancas e fofas e um mar claro (mas agitado). Se tiver coragem, pode tentar enfrentar algumas ondas, mas só recomendo para os surfistas.

Vista área de mar e Pedra do Pontal, uma formação rochosa de com altitude de 125 metros, às margens da areia da praia do Recreio, no Rio de Janeiro
Trilha da Pedra do Pontal, em praia do Recreio, é uma opção para os aventureiros entre os diversos passeios do rj - Foto: Vagner Alcantelado

13. Recreio

Um pouco depois da Praia da Barra, você encontra a praia do Recreio, que tem um ótimo clima. Se você gosta de nadar, essa é uma das melhores praias no RJ, suas águas são as mais limpas do Rio!

Para quem prefere ficar na areia, há uma extensa faixa, onde é comum a prática de esportes como o vôlei, não é difícil encontrar uma rede. 

Para comer, é fácil encontrar opções, a praia é cercada de quiosques que, aqui, são um pouco mais baratos que nas outras praias. 

praia da reserva casal viajando o mundo
Entre os passeios do rj, a praia da reserva é uma boa opção para quem busca tranquilidade, já que costuma ser pouco frequentada - Foto: Vagner Alcantelado

14. Reserva

Se você busca sossego, visite a Reserva, uma das mais tranquilas praias no Rio de Janeiro. 

Claro que depende da temporada, no verão não tem como fugir das multidões (em lugar nenhum do RJ), mas fora disso, costuma ser vazia.

Aqui, a areia é fofa e limpa e o mar transparente. Há muito menos vendedores ambulantes e, por isso, fica mais difícil comprar algo na areia, a opção será um dos quiosques.

O acesso a essa praia não é tão fácil, já que não há transporte público que leve até o local. Ou você vai caminhando da Praia da Barra ou do Recreio (ela fica entre essas duas), ou só dirigindo mesmo.

Vista área do mar, areia e vegetação de Prainha, praia do Rio de Janeiro.
Nos quiosques próximos a prainha, você encontra sanduíches naturais, sucos e açaís (vale a pena experimentar!) - Foto: Vagner Alcantelado

15. Prainha

Fuja da praia de Copacabana e encare a distância até a Prainha, do outro lado do Rio, longe pra caramba, mas linda.

Como o nome já diz, é realmente pequena, há pouquíssima areia por aqui, mas beleza não falta!  O mar é limpo, a areia branquinha e a praia é rodeada por montanhas e vegetação litorânea. Uma das nossas favoritas!

É o reduto dos surfistas cariocas e da galera alternativa, que curte natureza. Fica no final do Recreio, e só é possível acessar com uma longa caminhada (fica a 5 quilômetros do final da praia do Recreio) ou indo de carro.

Vá cedo, pois há limite de pessoas e carros, e o sol se esconde atrás das montanhas no meio da tarde. Nos quiosques, as melhores pedidas são sanduíche natural, açaí e suco.

Mesmo sendo um pouco distante, vale MUITO a pena visitar essa praia! Ela é bem especial. Anote na sua lista de o que fazer no Rio de Janeiro!

Vista área de mar, areia, montanhas e estrada em Grumari, bairro no Rio de Janeiro
Grumari faz parte de área de preservação ambiental, e está entre uma das praias mais bonitas do Rio de Janeiro - Foto: Vagner Alcantelado

16. Grumari

Irmã da Prainha, a grande diferença da praia de Grumari, é que ela possui uma extensa faixa de areia, e é ainda mais bonita! 

A natureza aqui se faz presente em todos os cantos: na vegetação, no mar (que é limpíssimo) e nas pedras que a rodeiam. Sem dúvida, um dos lugares mais lindos entre os principais pontos turísticos do Rio de Janeiro.

Ela também é uma das praias no RJ bem procurada pelos surfistas, já que as ondas são fortes e grandes, mas a boa notícia é que não em toda a parte, em vários trechos o mar é calmo e raso, então, dá para mergulhar tranquilamente.

Barra de Guaratiba casal viajando o mundo
Na praia de Barra de Guaratiba você encontra quiosques para experimentar ótimos peixes

17. Barra de Guaratiba

A praia de Barra de Guaratiba fica em uma região de reserva ecológica, e é conhecida por ter nas proximidades restaurantes onde servem ótimos frutos do mar, crustáceos e peixadas, como o Tropicana e o Cantinho Legal da Tia Penha.

Por estar longe dos principais pontos turísticos do Rio de Janeiro, essa praia é mais frequentada pelos próprios cariocas, os que moram próximo ao local, ou pela galera que ama aventura, já que é o ponto de partida para algumas trilhas famosas da cidade. 

Ela pode ser acessada pelo bairro Barra de Guaratiba, ou diretamente da praia de Grumari, mas só se você estiver de carro. 

Bom saber:

Essa praia é a principal do bairro Barra de Guaratiba, um lugar pouco explorado turisticamente, assim como Vargem Grande, bairro vizinho. Ambos são perfeitos para estar perto da natureza e recomendo se você está buscando lugares calmos com bons passeios no RJ.

Em Barra de Guaratiba, além das praias, é possível fazer trilhas como da Praia do Perigoso (vou dar mais detalhes abaixo), visitar restaurantes de frutos do mar e fazer passeios de barco e canoa em clubes animados. Já em Vargem Grande, você pode curtir cachoeiras, fazendas e passeios a cavalo.

treking casal viajando o mundo
Tá na dúvida sobre o que fazer no Rio de Janeiro? Se você curte uma aventura, trilhas podem ser uma boa!

O que fazer no Rio de Janeiro: Maravilhas na natureza - ecoturismo, trilhas, mirantes

Você sabia que o Rio de Janeiro tem uma das maiores florestas urbanas do mundo?! Sinistro, né? Então, se você quer se aventurar e respirar ar puro, lembre de levar na mala um tênis confortável e repelente para curtir os melhores passeios no RJ na natureza.

Mulher e homem caminham em estrada em Floresta da Tijuca, uma opção de passeio para quem procura o fazer no Rio de Janeiro
Floresta da Tijuca é uma das melhores opções entre os passeios do rj - Foto: Vagner Alcantelado

18. Floresta da Tijuca

Quer se conectar com a natureza? Este é um dos melhores passeios no RJ! A Floresta da Tijuca é o coração da cidade e uma das maiores florestas urbanas do mundo, cobrindo 15% do território da cidade.

Lá, você encontra alguns dos melhores passeios no Rio de Janeiro como trilhas, cachoeiras, grutas, montanhas, e mirantes para se surpreender.

O lugar é enorme e, por isso, tem diferentes acessos, uns melhores para prática de atividades físicas, caminhadas, e outros para admirar a cidade, observar pássaros e plantas.

Vamos citar alguns deles a seguir mas, se você não quer se aventurar por conta própria, uma boa ideia é contratar um guia profissional. Há venda de pacotes com o tour na Floresta da Tijuca que duram o dia inteiro.

Como chegar na Floresta da Tijuca?

Para chegar na Floresta da Tijuca, você precisa ir de ônibus ou de carro. Acesse o guia do parque, para conferir o endereço e linhas de ônibus de cada um dos acessos. 

Estrada asfaltada e molhada, com árvores ao redor, durante um dia nublado, em Alto da Boa Vista, no Rio de Janeiro
Pico da Tijuca, o Pico do Papagaio e a Cascatinha Taunay, são alguns dos atrativos da Floresta - Foto: Rodrigo Soldon Souza

19. Paineiras

No Parque Nacional da Tijuca, fica a Estrada do Redentor (ou Estrada das Paineiras), que é uma das vias de acesso ao Cristo.

Nos fins de semana, o trecho que inicia no Alto da Boa Vista e termina no Morro do Corcovado fica fechado para carros, e vira uma trilha de quase 9 quilômetros (ida e volta).

É um local maravilhoso para fazer caminhadas, andar de bike ou skate, e ir parando para olhar a vista entre as árvores. Clima gostoso e tranquilo em meio a correria da cidade. No caminho há muitos mirantes como ótimas vistas do Rio.

Para curtir um dia de passeios no RJ por aqui é bom usar roupa de banho por baixo de roupas leves pois, ao longo do caminho, há algumas quedas d’águas que podem refrescar ainda mais. E o melhor de tudo: é grátis!

Melhores trilhas no Rio de Janeiro – Zona Norte

Pessoas ao redor de construção em estilo chinês, um mirante no Rio de Janeiro com vista para o mar
Um dos principais mirantes do Rio, a Vista Chinesa foi construída no início do século XX - Foto: Halley Pacheco de Oliveira, CC BY-SA 3.0

20. Mesa do Imperador, Vista Chinesa e Cachoeira das Almas

Mesa do Imperador e Vista Chinesa  

Uma trilha de 45 minutos conecta dois dos monumentos mais famosos da Floresta da Tijuca. A mesa do Imperador era utilizada pelos burgueses e nobres quando recebiam Dom Pedro II, nos seus passeios à floresta. Vale conhecer esse monumento, dar uma parada, sentar, e observar um pouco a paisagem da cidade, respirando o ar puro desse cantinho, que é super arborizado.

A cerca de 1 km de distância fica a Vista Chinesa, um mirante oriental construído no início do século 20 com bambu e cimento que também merece estar entre os seus passeios no RJ. A vista é impressionante! De lá, você consegue ver o  Morro Dois Irmãos, o Pão de Açúcar, a Lagoa Rodrigo de Freitas e muito mais da cidade. 

É interessante passar um tempinho ali admirando a vista e, com certeza vão aparecer alguns micos e macacos-prego ao seu redor. Nada de alimentar os animais, é proibido!

Endereço: Estrada da Vista Chinesa, s/nº, Alto da Boa Vista.

Cachoeira das Almas

Para quem busca o que fazer no Rio de Janeiro na natureza, outro destaque do Parque Nacional da Tijuca é a trilha da Cachoeira das Almas que é uma das caminhadas mais leves da lista.

Leva aproximadamente 30 minutos, dependendo de qual caminho você escolher (existem 3 opções), que vai depender de onde você estiver no Parque. Mas todas estão bem sinalizadas, não vai ser difícil encontrar. 

A maior parte do trajeto é plano e a cachoeira é cercada pelo verde da Mata Atlântica, com árvores típicas da região, como a palmeira de palmito Jussara. Chegando ao fim, você encontra uma cachoeira com queda d’água de cerca de 4 metros de altura, águas geladas, mas nem sempre com bom volume, depende da época. 

Melhores trilhas no Rio de Janeiro – Zona Oeste

Montanha chamada de Pedra da Tartaruga, ao lado de praia no Rio de Janeiro, durante o dia

21. Praia do Perigoso, Pedra da Tartaruga e Pedra do Telégrafo.

Barra de Guaratiba, na Zona Oeste, é o lar de algumas das trilhas mais espetaculares do RJ, como a que leva ao mesmo tempo à Praia do Perigoso (uma das mais selvagens) e à Pedra da Tartaruga, e a trilha da Pedra do Telégrafo

Ambas as trilhas começam no mesmo local, ao final da Praia de Barra de Guaratiba. Basta andar até o final da rua da praia e seguir os escritos nas paredes, que indicam o caminho. Além de terem boa sinalização, caso você se sinta perdido, pode perguntar aos moradores locais, que conhecem bem o início da trilha.

Dica:

Para curtir os passeios no RJ nessa região, é recomendado se hospedar em Barra de Guaratiba por 2 ou 3 noites. O lugar é tranquilo e alguns dos melhores restaurantes do Rio estão por ali.

Veja alguns dos melhores hotéis em Barra de Guaratiba:

Pousada do Sergio – Oferece acomodações confortáveis e boas atividades de lazer. Além disso, distingue-se por ter quartos amplos e bem equipados, ideais para famílias e casais. A pousada tem localização central e fica a menos de 2 km do nosso destino.

Marambaia Café Hotel – Esta é uma das melhores escolhas para os visitantes e tem uma boa relação custo-benefício. É uma ótima opção para casais, pois conta com uma bela vista para o litoral, quartos completos e muitas outras comodidades.

Hotel Le Relais de Marambaia – Por fim, esta é uma das opções mais completas. Possui um ambiente moderno, quartos muito aconchegantes e se destaca por suas opções de lazer e bem-estar. Além disso, possui pratos saborosos que são muito elogiados pelos visitantes

Praia do Perigoso casal viajando o mundo
Praia do Perigoso é a opção perfeita para quem quer curtir a natureza
Praia do Perigoso

Para quem busca sossego e quer se desconectar esse é um dos melhores passeios no rj. Essa praia paradisíaca é perfeita, o mar aqui é bem diferente do restante da cidade: é muito claro! A trilha começa no final da Praia de Barra de Guaratiba. São mais ou menos 40 minutos de caminhada. 

Curioso sobre o nome? Não se preocupe, o caminho é bem sinalizado e tranquilo. Duas lendas explicam o “perigo”. A primeira diz que um prisioneiro se refugiou e viveu na praia por anos, o que fez com que as pessoas parassem de ir lá por medo. A segunda explicação vem da forte corrente do mar que pode causar afogamento. Então fique atento!

Dica:

Se quiser curtir mais tempo por lá, pode levar sua barraca e acampar, é permitido. O amanhecer da praia é um espetáculo à parte. Um dos pontos negativos é não há quiosques ou restaurantes, então vá preparado com lanches, ou vai ficar faminto. Também dá pra chegar à Praia do Perigoso de barco. Caso opte por isso, aproveite as excelentes opções de passeios oferecidos por agências de viagens e barqueiros locais.

Pedra da Tartaruga

Uma das trilhas que mais desperta o interesse de aventureiros entre os passeios no RJ. Ao lado da Praia do Perigoso, com apenas mais uns minutos de caminhada, você encontra outro paraíso: a Pedra da Tartaruga. A vista de lá é linda! Você vê a praia do perigoso de cima, além de todo o mar da Zona Oeste do Rio.

Para subir, você passa por algumas pedras, mas a maior parte é em terra mesmo, a trilha não é nada complicada. Vale a pena ver o pôr do sol dali. Neste local, os visitantes costumam praticar rapel e trazer ainda mais adrenalina à trilha. Para aproveitar essa atividade e ter uma visão única do lugar, contrate um programa com as agências de turismo locais. 

Vista aérea, durante o dia, de montanhas e mar e Telégrafo, uma pedra com 354 metros de altura localizada no Rio de Janeiro

Se quiser tirar uma foto na Pedra do Telégrafo sem esperar muito, chegue cedo!

Pedra do Telégrafo

A Pedra do Telégrafo é dos passeios no RJ que é bem famoso. Ela ficou conhecida pelas fotos criativas que seus visitantes postam nas redes sociais, com pessoas penduradas na rocha, prestes a caírem a qualquer momento… A impressão é a de que existe um abismo ali!

Com 354 m de altitude, a trilha temi uma vista maravilhosa para praias como Grumari, Recreio, Barra da Tijuca e a Pedra da Gávea.  É possível fazer essa trilha sem um guia, já que ela é bem sinalizada e mais tranquila, dura cerca de 40 minutos (subida). Mas, se você preferir um guia, acesse o site da Nattrip para consultar as opções.

Melhores trilhas no Rio de Janeiro – Zona Sul

Pedra da Gavea
Com mais de 842 metros de altura e ótima vista da cidade, Pedra da Gávea é um dos principais passeios do rj

22. Morro Dois Irmãos, Pedra da Gávea e Pedra Bonita 

Morro dois irmãos

Este é um dos passeios no RJ que começa dentro do Vidigal, uma comunidade hoje pacificada. É fácil chegar de taxi, uber, ônibus ou carro até a entrada da comunidade.

Dica: Se for em seu próprio carro, não vai encontrar estacionamento, a menos que você gaste uma pequena fortuna no estacionamento rotativo do Sheraton Grand Rio Hotel, que fica bem próximo à entrada do Vidigal.

Neste ponto, você pode caminhar até o início da trilha (o que não recomendo, porque é uma caminhada cansativa) ou negociar com um moto-taxi local que vai te deixar no ponto-chave de início da trilha, sem o risco de se perder e podendo economizar energia para a trilha. 

A trilha tem uma distância de aproximadamente 1,6km e não é muito difícil. O tempo médio é de 30 a 40 minutos e, no ponto mais alto do morro, a vista é de 360° para a zona sul, além de alcançar as pedras icônicas de Niterói, como o Morro das Andorinhas, em dias de visibilidade boa.

A trilha tradicional leva ao irmão maior, e ainda não ouvi nenhum relato de alguém que tenha feito a trilha do irmão menor. Se você já fez, conta pra gente nos comentários como foi!

Pedra da Gávea

Essa pedra, tão icônica e vista de várias partes da cidade, costuma servir até como ponto de referência. Faz parte da Floresta da Tijuca e foi a primeira montanha do Rio a ser batizada com um nome em português.

A trilha de acesso não é uma das mais difíceis da cidade, mas com certeza a mais recompensadora. O  visual é um dos mais incríveis do Rio! Com mais de 842 metros de altura, essa é uma das montanhas à beira mar mais altas do mundo, com cerca de 3:30 horas de caminhada (subida) até o topo. 

Esse é um dos passeios no RJ que recomendamos fazer na companhia de um local que conheça bem a trilha, ou de um guia, ou você pode se perder (Já aconteceu comigo, fui resgatada pelo corpo de bombeiros). E, ainda assim, só faça se tiver um bom preparo físico. Você vai suar… é sério, não é uma trilha qualquer, mas vale todo o esforço..  Para fazer esse passeio com um guia, confira as opções através do site Nattrip.

Como chegar no início da trilha da Pedra da Gávea: 

Primeiro, vá até o Bairro do Itanhangá. Se for de ônibus, procure um que passe pela Praça Desembargador Araújo Jorge. Os pontos de referência são o Bar do Oswaldo e o Bom Sujeito. A partir daí, continue ao longo da Est. Do Joá até a Av. Fleming até chegar à Praça Professor Velho da Silva. 

Em seguida, pegue a segunda saída, uma rua sem nome (que lembra um condomínio),  guardada por uma guarita. A trilha começa no final desta rua.

Pedra Bonita

A Pedra Bonita é a trilha do Rio que oferece a melhor vista da Pedra da Gávea. A subida leva 40 minutos, a maior parte por terra, poucas pedras. Lembre de levar uma garrafa, e não se preocupe se a água acabar, há algumas fontes pelo caminho.

Mesmo sendo uma trilha tranquila (para iniciantes), no topo há uma boa recompensa: uma vista super maneira! Dá para ver as praias de São Conrado e Barra da Tijuca, 693 metros abaixo de você. 

Agora, se você não tá afim de se cansar, existe uma alternativa mais tranquila, a Rampa de Voo Livre. Partindo do estacionamento, é só subir uma leve ladeira, vários degraus de escada e tcharam: você estará na rampa de voo livre da Pedra Bonita, que fica a 517 metros do nível do mar. 

Lá você pode: observar a vista panorâmica da cidade, do ponto em que a galera desce de asa delta, descer uma pequena escada que te leva a um lugar cheio de banquinhos, é só sentar, relaxar, e apreciar o Rio, ou você pode ir até a rampa tirar umas fotos, só se tirar coragem… é meio íngreme, e dá um medo danado de escorregar dali. 

Como chegar na Pedra Bonita:

Para chegar à Pedra Bonita, pegue a Estrada das Canoas, na Gávea, ou a Estrada da Pedra Bonita, via Alto da Boa Vista. Vá até lá de carro ou táxi/uber. A ladeira é difícil (até para os carros), já que é MUITO íngreme… Para ir andando, é um sufoco, só com muito preparo físico. 

Há um estacionamento mas, se você estiver com carro próprio, chegue cedo para conseguir uma vaga. A entrada faz-se na bifurcação de duas estradas e, para além da guarita, existe também uma placa sinalizando a entrada. Nessa área, você encontra uma placa com duas opções: Trilha da Pedra ou Rampa de Voo Livre. 

E, se você quer se aventurar…

o que fazer no rio de janeiro
Entre os passeios do rj, voo de asa delta é o mais emocionante

23. Voo de Asa Delta

Voar de asa delta é uma daquelas coisas que todo mundo precisa fazer uma vez na vida e, no Rio de Janeiro a experiência é ainda mais especial.

Você vai poder voar como um pássaro pela cidade, observando a Floresta da Tijuca, as praias, e os carros e prédios, que vão parecer brinquedos, de tão distantes. 

Fique tranquilo (a), pois você vai estar na companhia de um instrutor durante todo voo e, antes de partir, terá uma série de instruções, para relaxar, e se sentir mais seguro. 

O voo sai da rampa da Pedra Bonita e pousa nas areias da praia de São Conrado, e dura cerca de 15 minutos (bem intensos). É um voo calmo em que você consegue curtir com tranquilidade o visual do Rio, apesar do coração estar a mil por hora. 

Esse é um dos passeios no RJ que é meio caro, mas vale o investimento. Quando acabar, vai querer repetir a dose, aconteceu com a gente! Curtiu? É possível agendá-lo com a Rio Centro de Voo Livre.

Vista panorâmica de árvores em flores, ao fundo, mar e montanhas da cidade do Rio de Janeiro, durante o dia
Trilha Transcarioca é ideal para os aventureiros e cruza a cidade de leste a oeste

24. Trilha Transcarioca

Se você quer voltar à Zona Sul da cidade, de uma maneira diferente, em contato com a natureza, e conhecer o Rio por um outro ângulo, pode percorrer a Trilha Transcarioca, que conecta a Barra de Guaratiba, na zona oeste, ao Morro da Urca e é um dos passeios no RJ super recomendamos para os aventureiros!

São 25 trechos bem sinalizados, por um caminho com 180 km de extensão!  Você pode fazer todo o percurso, ou apenas algumas seções, de acordo com a sua aptidão e disponibilidade de tempo.  

Confira toda a trilha e encontre um guia para te acompanhar através do site Trilha Transcarioca.

Silhueta de montanhas vistas de mirante no topo da cidade do Rio de Janeiro, durante o pôr do sol
Mirante Dona Marta é dos pontos mais visitados da cidade do Rio de Janeiro - Foto: Gabriel Santos no Unsplash

25. Mirante Dona Marta

Um pouco mais abaixo de outros mirantes (360 metros de altitude) está o Mirante Dona Marta, um dos principais pontos turísticos do Rio de Janeiro. 

Ele é perfeito para visitar no mesmo dia em que você for ao Cristo, já que são próximos, e o melhor: é gratuito! Como os outros, esse mirante tem uma vista linda a qualquer hora do dia, mas é ideal visitar em horários movimentados, já que é mais tranquilo e seguro. 

Como chegar no Mirante Dona Marta?

Existem 4 opções para chegar até o Mirante Dona Marta

  • Fazer uma trilha com cerca de 30 a 50 minutos, pelo Santa Marta, que só é recomendada com um guia especializado.   
  • De uber/táxi, caso você já consiga combinar ida e volta – por ser próximo a uma comunidade, alguns motoristas não aceitam a corrida.
  • De carro próprio, já que tem vagas no local e um estacionamento que custa cerca de R$2,00. 
  • E, por último, de van, se você comprar algum pacote que, além de te levar ao Cristo, leve até esse mirante. 
Pessoas em mirante observam mar, areia e construções ao redor de praia do Leblon, no Rio de Janeir
Quiosques em Mirante do Leblon são boas opções para comer petiscos, frutos do mar e drinks

26. Mirante do Leblon

Este é um dos mirantes mais fáceis de acessar entre os que listamos neste guia sobre o que fazer no Rio de Janeiro. Você pode ir de carro, ônibus, ou caminhando, se estiver pelo Leblon ou Ipanema, por exemplo. 

À beira-mar, ele tem uma vista para as praias da Zona sul, e ainda dá para ver o Cristo Redentor!

O lugar é bem tranquilo, seja de dia ou noite, e tem muitos quiosques. Vale comprar uma água de coco, ou uma cerveja gelada, e observar a beleza das ondas indo e vindo.

27. Mirante do Rato Molhado

O nome pode até ser estranho e engraçado, mas garanto que o lugar é bonito. Um pouco mais escondido dos outros, ele fica no famoso bairro de Santa Teresa e é um dos melhores passeios no RJ.

Longa da multidão e agitação do Rio, esse mirante tem uma visão panorâmica da cidade, e é possível observar o vai e vem dos aviões do Santos Dumont. A melhor forma de chegar, é de carro, ou de uber/táxi.

Outras dicas de passeios no RJ para curtir a natureza

Se você quer uma conexão com a natureza mais tranquila, vamos agora para os passeios no RJ que não exigem muita disposição ou preparo físico, e são super agradáveis!

Helicóptero cinza e preto sob céu nublado durante o dia, uma das opções de passeios do rj
Entre os passeios do RJ, esse é um dos mais caros, mas é perfeito para quem quer ver toda a cidade como emoção! - Foto: Antonio Lapa no Unsplash

28. Passeio de helicóptero 

Se você quer conhecer as paisagens do Rio, sem precisar fazer nenhuma trilha, de um ângulo bem melhor que de qualquer mirante, e não tem medo de altura, eu recomendo esse passeio entre as opções de o que fazer no Rio de Janeiro.

Não é algo barato, mas se couber no seu orçamento, faça! Dá para ver todas as maravilhas da cidade de pertinho, como o Cristo, e no conforto!

Você vai poder ver de uma vista super privilegiada lugares como as Praias do Recreio, Reserva e Barra da Tijuca, a Pedra da Gávea, São Conrado, Leblon, Ipanema, Arpoador, Forte de Copacabana, Copacabana, Urca, Pão de Açúcar, Jardim Botânico, Cristo Redentor, Floresta da Tijuca, e muito mais.

O preço varia de acordo com o roteiro, e com a duração, que em alguns casos é de 15 minutos, em outros 30. Confira com a Rio2fly as opções.

Barcos no mar, durante dia nublado, ao fundo, há prédios e montanhas
Tour na Baía Guanabara é uma boa para conhecer com tranquilidade pontos turísticos e históricos do Rio de Janeiro - Foto: Alessandro Queiroz no Unsplash

29. Passeio de Escuna Na Baía de Guanabara 

Saindo das alturas, uma outra opção confortável e bem mais barata para conhecer alguns dos principais pontos turísticos do Rio de Janeiro é o passeio de escuna. Saindo da Marina na Glória, você vai poder observar mais de 20 atrações como Urca, Pão de Açúcar,  Praia do Flamengo, Museu do Amanhã e as praias de Niterói.

Infelizmente não há parada para mergulho, mas o passeio é relaxante, você pode conhecer o Rio de outro ângulo, e a bordo (dependendo da agência de turismo que você escolher), tem churrasco liberado e open bar! Recomendo fazer esse passeio de tarde, para curtir o pôr do sol no retorno.

Confira as alternativas pelo Saveiros ou diretamente na Marina da Glória.

Como chegar?

De carro, táxi/uber. De metrô, é só descer na estação Glória no sentido ao Outeiro. Ou de ônibus, para conferir as linhas é só acessar o site Vá de Ônibus.

Vista aérea de barcos em lagoa, árvores e construções de Ilha da Gigóia, localizada na Barra da Tijuca, onde há boas opções de passeios do rj
Ilha da Gigóia é um refúgio em meio a agito do Rio de Janeiro

30. Ilha da Gigoia

Localizada na Barra da Tijuca, e um pouco escondida, está a Ilha da Gigóia, um lugar que respira calmaria e deve estar na sua lista de passeios no RJ se você quer tranquildade. Só é possível acessar de balsa, então, você terá que pegar um táxi/uber ou metrô (estação Jardim Oceânico), que vai te deixar no deck da Ilha, atrás do shopping Barra Point.

Depois de um curto passeio pela lagoa, você encontrará na Ilha, muitas casas dos locais,  pousadas e comércios. O lugar é muito charmoso, e seguro, tem um clima diferente de todo o Rio, já que é calmo, quase como se você estiver em uma uma cidadezinha do interior.

Caminhe sem pressa, observando tudo à sua volta e, depois, escolha um bar ou restaurante para provar os sabores do Rio, frutos do mar, cerveja gelada, samba animado, tudo com uma bela vista! Entre as melhores opções estão o Deck Bar Ilha da Gigóia e o Bar Caiçara.

Lagoa com árvores ao redor, durante o dia, localizada em Bosque da Barra, no Rio de Janeiro
Em meio aos diversos agitados passeios do rj, Bosque da Barra, rodeado de árvores, é um dos mais tranquilos, perfeito para relaxar

31. Bosque da Barra

Saindo de lá, você pode conhecer um outro canto muito relaxante do Rio que fica no mesmo bairro (Barra da Tijuca), o Bosque da Barra, um bom lugar para caminhar, fazer um piquenique no gramado, e tirar muitas fotos!

Também é um lugar ideal para observar muitos bichos, como aves, borboletas, capivaras, saguis, bichos preguiça, e até jacarés-de-papo-amarelo que podem ser vistos nos lagos do bosque. Além de ser uma excelente alternativa para quem procura o que fazer no Rio de Janeiro com pouco dinheiro, pois a entrada é gratuita!

Como chegar no Bosque da Barra?

A melhor opção é de carro, táxi/uber. Mas, você também pode ir de BRT, é só descer na estação Bosque da Barra.

O que fazer no Rio de Janeiro: Programas Culturais

Além das praias e da natureza, o Rio também tem muita história. Aqui vão algumas curiosidades sobre o lugar: é o berço do samba, já foi capital do Brasil, a família real morou aqui… e para descobrir mais, só mesmo indo em alguns museus, que também são ótimos passeios para quem procura o que fazer no Rio de Janeiro no inverno. Partiu fazer os melhores passeios do Rio de Janeiro?

Construção branca metálica, onde funciona o Museu do Amanhã, durante o dia, na Praça Mauá, onde há diversos atrativos para que procura o que fazer no Rio de Janeiro
Museu do amanhã apresenta exposições que estudam o futuro do mundo

32. Museu do Amanhã 

Depois de respirar ar puro e observar toda a cidade, você pode fazer passeios no RJ mais tranquilos, que te levam ao passado, e até ao amanhã do Rio… Como é o caso Museu do Amanhã, que fica no Centro. Já se perguntou “de onde viemos?” ou “para onde vamos?”.

É isso, que as exposições desse museu tentam solucionar, além de procurar respostas para mudar o destino da Terra (que não vai nada bem). Se prepare, sua mente vai fazer aquele BUM em alguns momentos…  não há nada assim de tão WOW. 

A maior parte das coisas exige leitura, não há muitas experiências, tirando alguns jogos… então se não curte ler muito, pode acabar ficando entediado. Mas, caso não saiba o que fazer no Rio de Janeiro com chuva, pode ser uma alternativa.

Como chegar no Museu do Amanhã?
  • De ônibus (confira em Vá de Ônibus todas as linhas).
  • Trem, desça na estação Central do Brasil e caminhe por 15 minutos, ou pegue um VLT em frente a estação e desça na Santa Rita/Pretos Novos.
  • Metrô, desça na estação Uruguaiana, e caminhe por 15 minutos.

Ingresso: Para conhecer um dos principais pontos turísticos do Rio de Janeiro, é só comprar seu ingresso através do site Eventim.

Edifício em estilo eclético, durante o dia, onde funciona o Museu de Arte do Rio, uma das opções entre os passeios o rj
Conhecido como MAR, o Museu de Arte do Rio apresenta exposições de artistas nacionais e internacionais

33. Museu de Arte do Rio

Em frente ao museu do amanhã, você encontra o Museu de Arte do Rio, uma boa alternativa ao planejar o que fazer no Rio de Janeiro com pouco dinheiro.

Conhecido como MAR, onde há obras de artistas como Aleijadinho, Tarsila do Amaral, Guignard e Pancetti. Apesar de ser um tour rápido, tem muitas artes, da indígena à sacra, e dá pra aprender muita coisa, sobre diferentes culturas! Ao final, recomendo ir até o último andar, no terraço do MAR, que tem uma vista maneiríssima de todo o Centro do Rio.

Ingresso: Compre através do site do Museu de Arte do Rio.

Palácio verde e marrom em ilha do Rio de Janeiro, durante o dia, que funciona como museu
Passeio até à Ilha Fiscal é realizado com a escuna Nogueira da Gama e dura cerca de 10 minutos

34. Ilha Fiscal

Esse é um dos melhores passeios do RJ! Em uma escuna, que sai do Centro, na Praça Maúa, mesmo lugar onde ficam os 2 museus que citei acima, acompanhado de um guia, você vai até a Ilha Fiscal para conhecer um palacete. 

É como uma aula de história (se você fugia dessas aulas, melhor não ir), enquanto observa a arquitetura do lugar, basicamente um castelo, que parece um cenário daqueles de filme de princesas, você vai ouvir sobre a Segunda Guerra Mundial, a Proclamação da República, e por aí vai.

Ingresso: Acesse o site da Marinha do Brasil.

Cúpula branca e marrom, parte de interior do edifício de Centro Cultural Branco do Brasil, durante o dia
Entre os passeios do RJ, CCBB é um dos melhores para quem curte Arte e História

35. CCBB

Para quem ama história ou busca o o que fazer no Rio de Janeiro com chuva, também recomendo uma visita ao Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), um prédio de 1906, no centro, que antes de ter exposições, funcionava como sede do Banco do Brasil. 

A cada mês tem novas exposições (às vezes tem Dali, às vezes Picasso, fique de olho no Instagram do CCBB RJ), mas duas delas são fixas.

Uma deles, chama-se “dinheiro”, e é bem legal começando pelo chão: um piso de vidro cheio de moedas abaixo de você. A exposição exibe diferentes notas ao longo da história do mundo. Lembra da nota antiga de 10 reais… ou a falecida nota de 1 real? Lá você lembra delas, ou conhece, caso nem saiba do que estou falando.

E outra sobre o “mobiliário do banco do Brasil”, que tem um cheiro super forte de madeira, móveis bem antigos, quadros, mesas, e uns objetos que já nem usam mais, mas são até interessantes. 

Além das exposições, que são gratuitas, há um cinema e um teatro, que quase sempre tem algo em cartaz e ingressos baratos. No prédio, há também algumas cafeterias, uma delas bem tradicional e antiga no Rio, a confeitaria Colombo, que recomendo passar para tomar um cafezinho ou comer um doce.

Endereço: Rua Primeiro de Março, 66 – Centro

Como chegar no CCBB?

Pegue o metrô linha 1 ou 2, desça na Estação Carioca e caminhe até o centro cultural pela Av. Primeiro de Março. Ou desça na Estação Uruguaiana e caminhe pela Av. Presidente Vargas.

Palácio rosa, em frente a jardim com palmeiras imperiais e lago com patos, durante o dia em Museu Histórico e Diplomático do Itamaraty, no Centro do Rio de Janeiro
Visita guiada em Palácio do Itamaraty costuma funcionar apenas de segunda a sexta-feira

36. Palácio do Itamaraty

Também no Centro do Rio, está o Palácio do Itamaraty, que também faz parte da história da cidade e do Brasil, já que foi sede do Ministério das Relações Exteriores e deve estar na lista de o que fazer no Rio de Janeiro dos que amam história!

Ele é bem mais interessante, já que a visita é guiada, e dá para conhecer toda sua história com detalhes. 

O prédio, do século XIX, tem muitos móveis, pinturas, cartas, mapas, atlas e globos, artes, esculturas por toda parte, e no pátio: um jardim com palmeiras, e uma lagoa cheia de patinhos. É bem bonito e fresquinho. A entrada é gratuita, por isso, recomendamos para quem quer saber o que fazer no Rio de Janeiro de graça, mas é importante saber que o espaço só funciona de segunda a sexta.

Endereço: Av. Marechal Floriano, 196 – Centro

Como chegar no Palácio do Itamaraty?

Pegue o metrô linha 1 ou 2, desça na Estação Central ou Presidente Vargas.

Construção centenária com fachada dourada, onde funciona o teatro municipal, uma opção entre os passeios do rj
O Theatro Municipal, inaugurado em 1909, é uma das principais casas de espetáculo do Brasil e da América Latina

37. Theatro Municipal

Mesmo que você não entre, o Theatro Municipal, que fica no Centro do Rio, vai chamar a sua atenção, pelo letreiro dourado super brilhante e a construção de 1909 que apesar do tempo, permanece bonita. 

Ele é uma das principais casas de espetáculo do Brasil, e recebe importantes companhias de ballet, artistas, e orquestras.

Caso não tenha nenhum show ou peça rolando, você pode comprar um um ingresso para visita guiada que custa cerca de R$20,00 (só pode ser comprado na bilheteria local), assim você pode conhecer a história do lugar, e ver de perto o palco que é lindo!

Endereço: Praça Floriano, S/N – Centro

Como chegar no Theatro Municipal?

O Theatro Municipal é um dos principais pontos turísticos do Rio de Janeiro que pode ser acessado de transporte público. Para isso, é só pegar o metrô linha 1 ou 2 e descer na Estação Cinelândia, na saída da Av. Rio Branco.

Árvores e casas em frente a praia vazia em Paquetá, durante o dia, no Rio de Janeiro
Ilha de Paquetá, é mais um dos refúgios entre o agito da cidade do Rio de Janeiro

38. Paquetá 

Estando no Centro do Rio, você pode partir para uma ilha! A Ilha de Paquetá, um bairro do Rio, que só dá para acessar de barca. 

É um lugar mais afastado, e se você quiser conhecer com calma, vai precisar reservar um dia inteiro para essa visita, mas vale a pena, é um dos melhores passeios no RJ. Diferente de outros bairros do Rio, ele é tranquilo, então é ótimo para quem busca sossego. Parece até uma outra cidade…e há muito o que conhecer praças, pontes, mirantes, praias, e restaurantes.

Só que tudo vai depender da sua disposição para caminhar, já que carros não circulam na cidade. Se não quiser andar relaxa, dá para alugar uma charrete ou uma bicicleta.

Como chegar em Paquetá?

O embarque para a ilha é feito no na estação das barcas na Praça XV, no Centro da cidade, onde se pode chegar de VLT, metrô, ônibus, táxi ou carro.

O que fazer no Rio de Janeiro com crianças

O Rio é considerado um dos melhores destinos para viagem em família no Brasil pelas mil e uma possibilidades de passeios que oferece. Apesar de muitas das opções que falamos acima serem ótimas para todas as idades, separamos algumas alternativas que podem ser ainda mais interessantes para os pequenos. Saiba, a seguir, o que fazer no Rio de Janeiro com crianças:

39. Bioparque

Se você procura o que fazer no Rio de Janeiro com crianças ou ama os animais e quer vê-los de perto, pode visitar o Bioparque, localizado em São Cristóvão.

Diferente dos zoológicos, que não recomendo a visita, pois os animais ficam enjaulados, esse lugar é voltado para o bem-estar dos animais, com espaço adequado para cada espécie, desenvolve projetos de pesquisa para a conservação e tem foco em educar ambientalmente seus visitantes.

Além disso, há uma fazendinha que os pequenos vão amar, pois é possível acariciar e alimentar de forma supervisionada alguns bichinhos!

Para comprar seu ingresso para um dos melhores passeios no RJ, é só acessar o site do BioParque Rio.

Endereço: Parque da Quinta da Boa Vista S/N – São Cristóvão

Como chegar no Bioparque?

Pegue um metrô sentido Linha 2, desça na estação de São Cristóvão, atravesse a rua e entre na Quinta da Boa Vista.

Pessoas andam de pedalinho, durante o dia, em Lagoa Rodrigo de Freitas, um atrativo divertido entre os passeios do rj
Passeio de pedalinho na Lagoa Rodrigo de Freitas, é uma opção divertida entre os passeios do rj

40. Lagoa Rodrigo de Freitas

A Lagoa Rodrigo de Freitas é um lugar para visitar se você quer caminhar, correr, pedalar, andar de skate, patins, patinete, fazer um piquenique, ou só relaxar no píer e curtir o visual da lagoa. As crianças amam!

Se você quiser ficar de boa na lagoa, não dá pra nadar, infelizmente nada de banho por aqui, mas dá para fazer um dos melhores passeios no RJ: um passeio de pedalinho! Prepare-se para pedalar e cuidado pra não ir tão longe, e ficar sem energia pra voltar.

Como chegar na Lagoa Rodrigo de Freitas?

É melhor de carro (há estacionamento próximo), táxi ou uber. Mas você também pode pegar o metrô linha 1, descer na Estação Cantagalo e caminhar em direção à Av. Epitácio Pessoa ou descer na Estação General Osório e seguir pelo acesso E.

Ponte de pedras com árvores ao redor, em Parque da Catacumba, durante o dia, onde há diversos atrativos para quem busca o que fazer no Rio de Janeiro
Arvorismo, rapel, tirolesa e muro de escalada, estão entre os atrativos do Parque da Catacumba

41. Parque da Catacumba

Se você for à Lagoa Rodrigo de Freitas, visite o Parque da Catacumba, uma ótima opção para quem procura o que fazer no Rio de Janeiro com crianças. É possível fazer arvorismo, rapel, tirolesa (entre R$25,00 –  R$ 80,00) com a Lagoa Aventuras

O parque também é ótimo para caminhar, fazer um piquenique, ou observar árvores, plantas e flores. E tem saída para trilhas que levam a dois mirantes:  Sacopã e Morro do Urubu. As duas são leves, e duram entre 20 – 30 minutos.

Do primeiro você consegue ver a Lagoa Rodrigo de Freitas, Morro Dois Irmãos, e o segundo é bem parecido, com uma diferença: dá para ver o Cristo Redentor!

O que fazer no Rio de Janeiro de graça

Os cariocas, nunca dizem que algo é gratuito, e sim que é “0800”. Não se assuste se perguntar quanto custa a entrada de algo e ouvir isso, eles não quiseram dizer que é 800 reais e sim de graça! Falando nisso, tem muitos lugares irados 0800 na cidade. Vamos ver? Saiba agora o que fazer no Rio de Janeiro de graça.

Pessoas caminhando em ciclovia, durante o dia, no Aterro do Flamengo, complexo de lazer da cidade do Rio de Janeiro
Aterro do Flamengo é um complexo de lazer do Rio, perfeito para atividades físicas, mas também para tirar ótimas fotos!

42. Aterro do Flamengo

Do aeroporto Santos Dumont, passando pelo o Centro até a Zona Sul da cidade, está um dos pontos mais bonitos do Rio e uma opção para quem busca o que fazer no Rio de Janeiro de graça, o Aterro do Flamengo. 

Recomendamos a visita se você gosta de caminhar, correr, andar de bicicleta, skate ou patins, já que não falta espaço para isso. 

Durante o dia, dá pra curtir com segurança, mas a noite o lugar não é muito seguro. De lá, dá pra ver o Pão de Açúcar, e passar pela praia, mas se for pra sentar na areia, o mar não é próprio para banho!

Como chegar no Aterro do Flamengo?

A melhor opção é de táxi/uber ou ônibus. Mas se você tiver disposição para uma caminhada pode pegar o metrô e descer em uma dessas estações: Glória, Catete, Largo do Machado ou Flamengo.

Pessoas conversam, durante o dia, em Escadaria Selarón, uma escada feita com azulejos coloridos, no Centro do Rio de Janeiro
Escadaria Selarón fica entre a rua Joaquim Silva, na Lapa, e a rua Pinto Martins, no bairro de Santa Teresa

43. Escadaria Selarón 

Essa escada fica no centro do Rio, bem pertinho da Lapa. Ela é bem colorida, tem mais de 250 degraus e é um dos principais pontos turísticos do Rio de Janeiro: reúne diversos azulejos trazidos de várias partes do Brasil e do mundo!

Cangurus da Austrália, trajes tradicionais da Eslovênia ou paisagens desérticas da Jordânia, entre mais de 2 mil peças, aqui você encontra um pouco de cada país.

O gigantesco mosaico, do artista plástico chileno Jorge Selarón já foi cenário de diversos clipes, como da banda U2 e do rapper Snoop Dogg. Provavelmente você não vai ter paciência pra olhar tudo com calma… mas vale incluir o lugar na lista de o que fazer no Rio de Janeiro de graça para tirar umas fotos, ou fazer seu próprio clipe!

Fachada de estrutura em ruínas, durante o dia, onde funciona uma galeria de arte, no Rio de Janeiro
Parque das Ruínas tem uma das vistas mais bonitas do bairro de Santa Teresa

44. Parque das Ruínas

Localizado nas ladeiras do bairro de Santa Teresa, está o Parque das Ruínas. Se você for até a Escadaria Selarón, é só andar por cerca de 10 minutos e estará lá! 

Neste Centro Cultural, que tem entrada gratuita, você vai encontrar exposições de arte temporárias, teatro, e uma cafeteria.

É bom saber que nem sempre terá alguma exposição, mas a própria construção é interessante, um prédio com uma arquitetura diferente que tem tudo a ver com o nome (realmente parece estar em ruínas), rende fotos lindas, além do terraço que tem uma vista da zona sul e de todo o Centro do Rio.

Endereço: Rua Murtinho Nobre, 169 – Santa Teresa

Corredor de palmeiras, durante o dia, localizado na Quinta da Boa Vista, um parque com diversos atrativos para quem procura o que fazer no Rio de Janeiro
Repleto de jardins, Quinta da Boavista é um dos maiores parques do Rio de Janeiro

45. Quinta da Boa Vista

Se você for ao Bioparque, obrigatoriamente vai passar pela Quinta da Boa Vista, já que ele fica dentro desse que é um dos maiores parques do Rio, que chegou a ser residência oficial da família real. Hoje, é um dos mais frequentados pelos cariocas e um dos melhores passeios para quem busca o que fazer no Rio de Janeiro de graça.

Aqui você encontra jardins e lagos, e o antigo palácio da família real, onde funcionava o Museu Nacional. 

Apesar de ter muitas barraquinhas de comida, é bom levar uns lanches e frutas, para fazer um piquenique, em algum espaço do enorme gramado… Alguns que são como ladeiras, e que muita gente pega um pedaço de papelão pra escorregar (não só as crianças).

É um lugar que dá pra se divertir, e relaxar sem gastar nada, mas se você quiser…pode alugar uma das bicicletas (as mais legais são as que parecem um carrinho e cabe toda a família), ou andar de pedalinho na lagoa, que apesar de às vezes ter um monte de gente nadando, não é própria para banho, além de ser proibido! 

Como chegar na Quinta da Boa Vista?

Pegue um metrô sentido Linha 2 ou trem e desça em São Cristóvão. Saindo da estação, é só atravessar a rua e você encontrará a Quinta da Boa Vista.

Grafites coloridos de "Todos Somos Um", um mural de 3 mil metros quadrados com pinturas que retratam pessoas de 5 tribos: Huli, Mursi, Kayin, Supi e Tapajós
Localizado no Boulevard Olímpico, Mural "Todos Somos Um", é um dos principais atrativos no Centro do Rio -Foto: Buzancar

46. Boulevard Olímpico

Por fim, uma outra alternativa para quem busca o que fazer no Rio de Janeiro de graça é o Boulevard Olímpico faz parte do Centro do Rio, e é bem fácil de chegar. Fica próximo à rodoviária, e ao Aeroporto Santos Dumont e, de qualquer um desses, é só pegar um VLT que você chega até lá.

O lugar fez parte de um triste capítulo da história do país, já que foi porta de entrada e moradia dos escravos. Hoje, ele abriga lugares como o Museu de Arte do Rio, o Museu do Amanhã, e a Rio Star, a maior roda-gigante da América Latina.

Caso não queira conhecer nenhum desses, pode fazer uma caminhada por lá. Muita gente vai pra correr, andar de bicicleta, patins e skate, e também para tirar fotos no famoso Mural Etnias, um painel de desenhos com 15 metros de altura!

Tirando isso, não há muito o que ser feito, então pode te entediar. Para comer, não faltam barraquinhas de rua, que oferecem lanches e bebidas, além de bares e restaurantes na Rua Sacadura Cabral, que fica a apenas 5 minutos do Boulevard.

O que fazer no Rio de Janeiro à noite

O Rio é sinônimo de festa, aqui é carnaval o ano inteiro, e não faltam opções de lugares agitados, para tomar uma cerva gelada, jogar conversa fora, e dançar. Confira algumas opções do que fazer no Rio de Janeiro a noite:

Pessoas caminham em calçada ao lado de muro baixo ao lado da Baía de Guanabara, conhecido como mureta da urca, uma opção para quem busca passeios do rj
Se você quer um espacinho na mureta da Urca para ver o pôr-do-sol enquanto toma uma cerveja gelada, chegue cedo! - Foto: Rodrigo Soldon

47. Mureta da Urca

Se você quer tomar uma cervejinha gelada enquanto joga conversa fora, vá a Mureta da Urca. É lá que boa parte dos cariocas se reúnem para bater um papo.

Você encontra casais, família, amigos, mas muita gente sozinha também, só vai! O lugar é lindo e tem uma boa vista para a Baía de Guanabara. 

Recomendamos chegar cedo para apreciar o pôr do sol, é inesquecível! Para curtir a noite, você pode ficar pela mureta mesmo ou visitar um dos vários bares e restaurantes ao redor como o Bar Urca, Boteco Belmonte e Restaurante e Bar Garota da Urca.

Como fica na Urca, mesmo bairro da Praia Vermelha e do Pão de Açúcar, recomendo fazer esses passeios no RJ no mesmo dia.

Pedra do Sal, durante o dia, uma ladeira de pedra, patrimônio histórico e religioso, em frente a casas coloridas, no Centro do Rio e Janeiro
Para quem curte roda de samba e cerveja gelada, vale a pena visitar a Pedra do Sal no Centro do Rio

48. Pedra do Sal

Se você procura algo animado entre as opções de o que fazer no Rio de Janeiro a noite, só andar por cerca de 10 minutos (se estiver no Boulevard, Centro do Rio), e visitar a Pedra do Sal. Vindo de outros lugares dá pra acessar de táxi/uber, VLT ou ônibus. 

Aqui vão alguns avisos: se você não gosta de samba, melhor nem pisar lá e se você odeia tumulto, também não recomendo, costuma ser bem cheio. É um ambiente alegre, com muitas rodas de samba, várias barracas de comida e bebidas (a um bom preço). 

Se você procura um lugar para ficar parado, só sentar e beber, não recomendo. A estrutura não é das melhores, há poucas mesas e cadeiras, e você terá que se virar sentando nas escadas… então, é melhor mesmo para quem não liga de ficar em pé.

 

Estrutura branca, de concreto, com 270 metros de comprimento, conhecida como Arcos da Lapa, um dos cartões postais do Rio de Janeiro
Arcos da Lapa são um dos principais cartões postais do Rio de Janeiro - Felipe Restrepo Acosta, CC BY-SA 4.0

49. Lapa

Perto dali, está a famosa Lapa, que não pode faltar em uma lista de o que fazer no Rio de Janeiro a noite! Você vai notar que chegou lá pelos arcos do bairro, um dos cartões postais do Rio. 

Não é bom ir até lá andando, o caminho não é dos mais seguros. Vá e volte de táxi/Uber que não tem erro. É bom saber que o movimento, realmente só começa de noite. Se você for de dia, vai encontrar um lugar vazio, e poucos bares/restaurantes de portas abertas!

Logo no início da Lapa, embaixo dos arcos, você encontra uma série de barraquinhas de comidas e bebidas, hambúrguer, pizza, pastel, cachorro quente, caipirinha, cerveja… tudo nesta parte é mais barato. E, você pode curtir a noite por lá mesmo. Esse espaço está sempre cheio, principalmente aos finais de semana.

Já na rua principal, a Av. Mem de Sá (só seguir reto, após os arcos), estão os restaurantes e bares, onde geralmente os preços são mais salgados. Mas, é possível encontrar algumas alternativas com um bom preço como o Os Ximenes, bar mais tradicional da lapa que serve chopp, em média, por R$6,00, além de petiscos como batata frita. Outro lugar excelente, para quem quer jantar, é o Restaurante Bar Brasil, com pratos alemães e petiscos (prove o croquete de carne, é delicioso!).

Para se divertir, há baladas, como a Street Lapa, que atrai o público jovem com open bar quase todo fim de semana, muitos bares, como o Lapa Irish Pub e o Bar da Lapa, com cereja e petiscos, e, por fim, karaokês, como o Show Bar, onde você paga um valor único (cerca de R$10,00) pra cantar a noite toda.

São muitas opções de passeios no RJ neste bairro…Eu recomendo escolher de acordo com o seu gosto musical, tem os de funk, rock, sertanejo, e até os silenciosos. Vá até o final da rua para conferir tudo, e garanto que algum deles vai te chamar mais atenção.

copos de vidro com cerveja em cima de mesa de madeira
Localizado na Gávea, bairro a zona sul do Rio, o BG é um point cheio de bares e restaurantes - Foto: Thais Do Rio

50. Baixo Gávea

O Baixo Gávea, conhecido pelos cariocas como BG, é um point da zona sul do Rio, com alguns bares que vivem sempre cheios. 

É aquele lugar que a galera se reúne para ver jogos de futebol, para dar uma passada depois da faculdade ou do trabalho, mas também para curtir a noitada. Se você procura um lugar animado, anote-o na sua lista de o que fazer no Rio de Janeiro a noite.

Ele fica próximo ao Jardim Botânico e Parque Lage, por isso, ao montar seu roteiro de passeios no RJ, recomendo colocar esses lugares no mesmo dia.

Vista área e montanhas entre nuvens, e construções em cima de morros, durante o dia, no Rio de Janeiro
Vidigal é a comunidade mais famosa do Rio e tem diversos atrativos - Foto: Chensiyuan

51. Vidigal

Uma das poucas cidades em que um turista pode visitar uma favela com segurança, é na cidade maravilhosa! Mas, não é para você sair se aventurando por aí (tem lugares certos).

Depois do programa de pacificação, o Vidigal é uma das favelas mais seguras do Rio, e por isso faz sucesso nas noitadas, sendo um dos passeios no RJ mais procurados. Tem bares com coquetéis deliciosos, ótimas comidas e muita música! 

Uma das opções é o Bar da Laje, que tem uma vista maneira do Rio, e o Alto Vidigal, que é bem movimentado, e sempre tem DJs animando as festas. 

Como chegar no Vidigal?

Para chegar próximo ao acesso do vidigal, você pode ir de ônibus ou táxi/uber. Chegando lá, pode pegar um mototáxi para não precisar andar até os bares. 

Arco colonial em rua de paralelepidedos, rodeada de construções coloridas, durante o dia, no Rio de Janeiro
Marco arquitetônico na história do Rio, o Arco do Teles fica na Praça XV de Novembro, no Centro - Foto: Ricardo Deutsch Junior

52. Arco do Teles

Outra alternativa para quem não sabe o que fazer no Rio de Janeiro a noite é o Arco do Teles, que está há 15 minutos da Lapa (vá de carro, táxi/uber). Tranquilo durante o dia, o local ganha vida ao anoitecer, com o burburinho das pessoas que chegam, e a música ao vivo.

Lá você encontra muitos bares e restaurantes excelentes! As melhores noites são as quintas e sextas-feiras, conhecidas como as noites de happy hour, quando você encontra mais moradores locais, do que turistas, já que a galera que trabalha por ali, passa por lá para relaxar e se divertir.

O que fazer no Rio de Janeiro à noite com a família

Bandeirinhas coloridas de festa junina enfeitam fachada de pavilhão onde funciona o Centro Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas
Entre os passeios do RJ, a Feira de São Cristóvão é um dos mais animados!

53. Feira de São Cristóvão

Se você busca algo animado, que agrade a todos os gostos e idades, precisa incluir na sua lista de o que fazer no Rio de Janeiro a noite com a família uma visita a Feira de São Cristóvão, um pedacinho do Nordeste em terras cariocas!

Dance forró, cante nos karaokês, deixe a crianças brincarem no pula-pula e coma comidas típicas deliciosas. Caso prefira experimentar outros pratos, pode ficar tranquilo (a) que alternativas não faltam: frutos do mar, pizza, sorvete, tapioca, cachorro quente, hambúrguer…  aqui você encontra de tudo, TUDO mesmo.

Mesmo que você não goste de nada disso, vai encontrar um espaço para você. Se você não curte o forró, vai entrar um espaço tocando rock, funk ou pagode! 

É um lugar bem alegre, acho difícil você sair triste de lá. Mas, se você curte o silêncio, não recomendo, o lugar é realmente barulhento. Agora, se você estiver interessado, você pode ir  de carro (tem estacionamento), uber/táxi e algumas linhas de ônibus que deixam na porta.

Endereço: Rua Campo de São Cristóvão S/N – São Cristóvão

Ingresso: Bilheteria no local, somente em dinheiro. Confira o valor/programação através do Instagram da Feira de São Cristóvão.

54. Tivoli Park

Considerado um dos melhores parques de diversões do Brasil o Tivoli Park é o espaço perfeito para quem busca o que fazer no Rio de Janeiro a noite com a família.

O espaço moderno conta com brinquedos como a Looping Star, que é a maior montanha-russa itinerante da América Latina, a maior autopista de bate-bate do Rio, além de Carrossel, Aviãozinho, Red Baron e uma Roda-Gigante panorâmica.

Endereço: Av. Ayrton Senna, 3000 – Barra da Tijuca (Na área externa do Via Parque Shopping)

Ingresso: Custa entre R$ 59,99 e R$ 149,99 e pode ser comprado através do site do Tivoli Park

Bônus: o que fazer perto do Rio de Janeiro

Se você quer esticar a viagem e busca o que fazer perto do Rio de Janeiro, vai gostar de saber que as alternativas são inúmeras. Além da Cidade Maravilhosa, o estado do RJ abriga destinos maravilhosos, a uma distância razoável, que são ideais para um bate e volta de fim de semana!

A Região dos Lagos, por exemplo, fica a cerca de 2:30 da capital, e é o lar de cidades com belíssimas praias e pontos de mergulho, como Búzios, Cabo Frio e Arraial do Cabo e Saquarema.

Agora, se a ideia é curtir um friozinho de serra, relaxar e explorar a natureza, recomendamos visitar Visconde de Mauá ou Sana, dois lugares de paz e sossego, trilhas e cachoeiras sem fim. Ambos a menos de 3h 30 de distância do Rio de Janeiro.

Dica

Para fazer esses passeios no RJ com todo o conforto, e podendo ainda parar pelo caminho para visitar outras atrações, recomendamos alugar um carro com a RentCars.  

Pessoa segurando um smartphone. A tela do smartphone mostra o Uber, um aplicativo de transporte
Alugue um carro, é a melhor alternativa para passear pelo Rio - Foto: Charles Deluvio no Unsplash

O que fazer no Rio de Janeiro: Dicas úteis

Praias lindas, muitas festas, bares, restaurantes, cartões postais… o Rio é só maravilha? Não! Afinal não é boato o que dizem por aí, falta de segurança, assaltos, violência, vandalismo, sujeira também estão presentes.

Dito isso, sei que você pode ter certo receio de se aventurar nessa cidade. Mas, os passeios no RJ que citei neste guia são os mais visitados e movimentados! 

A maioria deles, você consegue visitar através do metrô, trem (as opções mais rápidas), ônibus, ou VLT, uma espécie de trem, mas que circula apenas no Centro da Cidade.

Desses, o melhor é o metrô, a única boa opção de transporte público no Rio, o resto é precário. Infelizmente não dá para ir para todos lugares dessa forma, por isso recomendo alugar um carro pelo site Rentcars

Aviso:

Se precisar, use o Maps com atenção, e se tiver dúvida, pergunte aos cariocas, eles vão te ajudar numa boa, e se bobear vocês viram até amigos é só chegar bem carioquês e dizer: “E aí, mermão, beleza?” ou “Coé, beleza?” Porém, pode relaxar que os melhores passeios no RJ que você viu aqui, ficam em zonas seguras da cidade, ok?! 

E aí, gostou de saber o que fazer no Rio de Janeiro? 

Acho que todo mundo precisa visitar pelo menos uma vez o Rio para ver de perto suas belezas naturais, e também conhecer os cariocas, que são super bacanas!

Como todo lugar, é claro, tem seus defeitos, mas siga nosso guia de o que fazer no Rio de Janeiro e você vai conhecer o melhor da cidade, com segurança e gastando pouco. Preste sempre atenção, e surgindo qualquer dúvida, não fique com vergonha de deixar sua pergunta nos comentários ou de perguntar aos cariocas, durante a sua viagem.

Espero que sua viagem seja irada. Aproveite!

PLANEJE SUA TRIP
SEGURO VIAGEM

Tenha quem te socorrer nos perrengues. O voo atrasou, sua mala foi danificada ou sofreu algum acidente? O Seguros Promo garante sua indenização. Feche agora e com desconto o seguro ideal para sua viagem. 

PASSAGENS AÉREAS

Economize na passagem. Quer viajar mais? Com o Passagens Promo você encontra descontos imbatíveis em passagens áreas.

ACOMODAÇÃO

Durma no conforto, mesmo fora de casa.  Seja sua procura um hotel, apartamento, resort ou chalé, no Booking.com você encontra as acomodações mais baratas e mais confortáveis.  

ALUGUEL DE CARRO

Desbrave o destino escolhido. Se você quer quebrar barreiras, e aproveitar ao máximo o seu destino, alugue um carro com o melhor preço e com possibilidade de parcelamento em até 12x através do RentCars.

admin
ebook melhores momentos da vida 101 dicas 1
email

101 DICAS INCRÍVEIS E TRUQUES PARA VIAGEM

Quer embarcar nas nossas dicas? Então faz o check-in:

Você também poderá gostar de:

Salve as dicas no Pinterest

pinterest rio de janeiro