13/09/2021 Por Bárbara Rocha

Melhores lugares para mergulhar no mundo 

Seja você um mergulhador iniciante ou experiente em busca de oportunidades de mergulho, nesta lista com os 12 melhores lugares para mergulhar no mundo, certamente você vai encontrar um local perfeito para você!

Nossa primeira experiência foi em Ko Lanta, na Tailândia e, em seguida, fizemos o curso Advanced Open Water nas Filipinas, onde nos apaixonamos de vez pelo mundo subaquático e nos tornamos mergulhadores avançados. Com isso, passamos a incluir a atividade sempre que possível em nossas viagens e, hoje, já são mais de 30 mergulho!

Sem dúvida, é uma experiência maravilhosa poder conhecer profundezas misteriosas, encontrar recifes de corais cheios de vida, naufrágios incríveis, peixes coloridos e bichões imponentes, como tartarugas e até tubarões

E, acreditamos que ela é válida não só em viagens de aventura, mas também nas românticas ou em família. Para conhecer os pontos de mergulho que consideramos imperdíveis, é só continuar lendo! 

icone mergulho

Confira aqui! Melhores lugares para mergulhar no mundo 

1. Tailândia

peixes em mar da Tailândia, um dos melhores lugares para mergulhar no mundo
Foto: Frans Daniels on Unsplash

Em primeiro lugar, está um destino que oferece vários pontos de mergulho incríveis e é um dos lugares para mergulhar no mundo que mais amamos: a Tailândia! 

Embora seja possível mergulhar em qualquer lugar aqui, e ainda se divertir, nós gostamos mais de pontos como as Ilhas Surin, Phuket, Ko Tao e Ilhas Similan.

Especialmente Ko Tao que, além de ser um lugar barato para aprender a mergulhar (se você for iniciante),  conta com uma infinidade de lojas de mergulho, tanto para iniciantes quanto para os experientes, então, definitivamente, você vai encontrar uma empresa que se adapta às suas necessidades!

Melhor época:

Para driblar as monções, sem dúvida, é melhor visitar as Ilhas Similan de outubro a abril e Koh Tao de maio a outubro.

Como chegar: 

Há voos para Bangkok com conexão em cidades europeias, como Londres e Frankfurt, porém, o caminho mais “fácil” é com escala em Dubai. Para chegar à Koh Tao e às Ilhas Similan, é preciso pegar um barco que sai de Khao Lak/Phuket e Surat Thani, respectivamente. Já para ir da capital até essas cidades, a boa é pegar um voo low cost da Nok Air ou da Air Asia.

Vai viajar para a Tailândia?

Conheça os 14 melhores destinos (norte a sul)!

2. Caye Caulker - Blue Hole

vista aérea de barco em Blue Hole, uma cratera em forma circular com cerca de 300 metros de diâmetro
Foto: Seann McAuliffe

O Blue Hole, em Belize, é um dos locais de mergulho mais procurados em toda a América Central e Caribe, e, de fato, é só dar uma olhadinha na foto para entender o porquê!

Este sítio peculiar é mundialmente conhecido por ter uma uma cratera em forma circular com cerca de 300 metros de diâmetro e 125 metros de profundidade, rodeada por recifes de coral. 

Ele foi popularizado pelo famoso explorador Jacques Cousteau que o declarou um dos melhores locais de mergulho do mundo.

Um dos motivos, além de seu formato que chama atenção, são as águas cristalinas que oferecem a chance de ver tubarões de recife, assim como tubarões-touro e tubarões-martelo!

De fato, o lugar é tão incrível que as fotos aéreas do Great Blue Hole são a imagem de marca do Turismo de Belize.

Melhor época: 

Durante o ano todo.

Como chegar: 

Há voos (com escala) partindo de São Paulo para Belize. Os barcos da Belize Express Water Taxi ligam Belize City a Caye Caulker e a San Pedro. 

3. Sipadan

cardume de peixes e uma tartaruga em mar de Sipadan, um dos melhores lugares para mergulhar no mundo
Foto: Sam Power on Unsplash

Localizado na Malásia, Sipadan é indiscutivelmente um dos cinco melhores locais de mergulho do mundo e está repleto de vida!

Dá para ver em abundância e com uma enorme diversidade: tartarugas, cavernas, tubarões, golfinhos, cardumes de peixes, corais brilhantes, peixes e tudo mais! Incrível, né?

Por tudo isso, esse é um dos nossos lugares favoritos do sudeste da Ásia, portanto, definitivamente não perca se você nunca teve a chance de mergulhar aqui!

Melhor época: 

Felizmente, é possível mergulhar por aqui o ano todo. Mas, não recomendo entre janeiro e março, quando costuma chover bastante e a visibilidade não é tão boa.

Como chegar: 

Sem dúvida, a maneira mais fácil é pegar um voo até Tawau, que faz conexão em Dubai e Kuala Lumpur. Chegando lá, é preciso partir para Semporna (110 km), o que pode ser feito pegando um transfer. Desse ponto, é onde saem os barcos para mergulho.

4. Ilhas Gili

vista aérea de Ilhas Gili, durante o dia
Foto: Danny de Groot on Unsplash

As Ilhas Gilis, na Indonésia, se tornaram extremamente populares nos últimos anos – e por um bom motivo! 

Suas águas cristalinas e o enorme sistema de recifes que as cercam proporcionam um cenário deslumbrante e um dos mais bem preservados do mundo.

Prepare-se para encontrar tartarugas, raias, peixes-leão, polvos, corais coloridos, estrelas do mar exóticas e muito mais.

Para completar, as Ilhas Gili são mais baratas do que sua vizinha, Bali, o que é ótimo para quem busca uma viagem econômica.

Vai viajar para a Indonésia?

Leia também: 26 curiosidades da Indonésia para saber antes de embarcar

Melhor época

Durante o ano todo – mas a temporada do peixe- lua vai de julho a novembro.

Como chegar

Via Doha, a Qatar Airways tem os voos mais econômicos do Brasil para Bali. De Bali às ilhas Gili é por barco, uma viagem de cerca de uma hora de viagem.

5. Grande Barreira de Corais

peixes em Grande Barreira de Corais, o recife mais longo do mundo que é um dos melhores lugares para mergulhar no mundo
Foto: Daniel Pelaez Duque on Unsplash

Em quinto na nossa lista de melhores lugares para mergulhar, está a Grande Barreira de Corais, um local que dispensa apresentações.

Localizado na costa da Austrália, o recife mais longo do mundo (são quase 350.000 quilômetros quadrados) pode ser visto do espaço! 

O que mais encanta é certamente a abundância de vida marinha tropical, que leva mais de 2 milhões de pessoas todos os anos para esse destino.

Seus recifes de corais abrigam muitos animais: lulas, polvos, tubarões e peixes, que vão em busca de abrigos e alimentos.

Para chegar até lá, existem uma boa oferta de catamarãs e barcos de alta velocidade super confortáveis que vão diariamente até lá para sessões diferentes. 

Infelizmente, a mudança climática está causando um efeito desastroso sobre o local, ou seja, é bom não perder a chance de ver o recife enquanto ele ainda está lá! 

Melhor época: 

De agosto a dezembro (mas dá para mergulhar por lá o ano todo).

Como chegar: 

A principal base de partida é Cairns, cujo aeroporto recebe voos diretos de Sydney. 

6. Havaí

vista aérea de barcos em mar do Havaí
Foto: Farid Askerov on Unsplash

Localizado nos Estados Unidos, o Havaí é certamente um dos melhores lugares para mergulhar, graças aos diversos recifes, focas, mantas e tartarugas, que são muito comuns por aqui!

Além disso, você pode acabar avistando uma jubarte ou tubarões-baleia se você visitar esse destino de dezembro a maio. 

Recentemente, a área ao norte das ilhas foi transformada na maior reserva marinha dos Estados Unidos, o que garante ótimos mergulhos. Não deixe passar!

Melhor época: 

O ano inteiro, mas, para ver baleias jubartes é melhor durante o inverno e tubarões-martelo, entre julho-agosto. 

Como chegar: 

A melhor forma é pegando um voo para Los Angeles. Lá, há voos diários para a capital, Honolulu.

7. Boracay

peixe palhaço em mar das Filipinas
Foto: geoff trodd on Unsplash

Já Boracay, nas Filipinas, é tanto um paraíso tropical quanto um paraíso do mergulho! Você vai poder ver enguias, peixes-palhaço e recifes abundantes. 

Por último, quando cansar de nadar no mar, vai poder relaxar nas praias, que são lindas! Vitória dupla!

Melhor época: 

Sobretudo, é bom evitar a época dos tufões, de julho a outubro. Tirando esse período, a água é cristalina.

Como chegar: 

É preciso partir para Cebu ou Manila e, depois, pegar um outro voo para Caticlan. Chegando lá, você vai encontrar na frente do aeroporto, ônibus e vans para seguir para o Píer de Caticlan, de onde saem os barcos.

8. Micronésia

avião de guerra submerso em mar da Micronésia
Foto: Milos Prelevic on Unsplash

Se você procura um destino menos visitado e barato, sem dúvida, a Micronésia é perfeita!

Assim como outros lugares para mergulhar no mundo que citamos nessa lista, as ilhas tropicais da Micronésia são rodeadas por vibrantes recifes.

O ponto de mergulho que mais se destaca é o Blue Wall, um dos principais destinos do Pacífico Sul quando se trata desta atividade. Além dele, há muitos naufrágios da Segunda Guerra Mundial que você pode explorar!

Melhor época: 

É um ótimo lugar para mergulhar o ano todo, mas janeiro certamente é a melhor época para ver Tubarões Baleia e, Dezembro a Março, para ver raias mantas.

Como chegar: 

A maneira mais simples é, sem dúvida, pegando um voo em São Paulo.

9. Fernando de Noronha

casal viajando o mundo babi rocha
Foto: Livia Ferrari

Em nono lugar, está um dos destinos mais queridinhos dos brasileiros e que também é um dos melhores lugares para mergulhar no mundo. Nós nos surpreendemos e amamos mergulhar neste paraíso!

Encontramos muita vida entre as águas azuis como tartarugas, golfinhos, peixinhos e até tubarões! 

E para quem curte mergulhos mais radicais, saiba que por aqui também é possível avistar o Corveta V 17, o naufrágio mais famoso do Brasil. Para chegar até ele, são mais de 60 metros!

Outro fato interessante é que, como as ilhas só podem hospedar um número limitado de visitantes, você não vai compartilhar este paraíso com muitas outras pessoas! 

Para completar, fora da água, a ilha oferece praias lindíssimas, lugares históricos, muitas trilhas, passeios e um clima rústico que maravilha seus visitantes.

Quer saber mais sobre Fernando de Noronha?

Leia também: O que Fazer em Fernando de Noronha: 13 atrações Imperdíveis

Melhor época: 

Durante o ano todo. No entanto, de agosto a setembro, sem dúvida, a visibilidade é melhor, podendo chegar até 60 metros no Mar de Dentro.

Como chegar:

Há voos diretos para o arquipélago partindo de Natal e Recife. 

10. Mar Vermelho Egípcio

cardume de peixes em Mar Vermelho Egípcio
Foto: Francesco Ungaro on Unsplash

Em décimo, está um dos lugares para mergulhar no mundo que possui recifes vibrantes e cheios de vida!

Por toda a sua extensão, o Mar Vermelho conta com uma água azul-turquesa incrivelmente clara e possui uma ótima temperatura para mergulhos em qualquer época do ano. 

De Sharm El Sheikh aos destroços em Sha’ab Abu Nuhas a Thistlegorm e Ras Mohammed, certamente você vai encontrar pontos excelentes para mergulhar!

Melhor época

Sobretudo no Outono, de setembro a novembro, e na primavera, de abril a junho. Já no verão, é quente demais, com temperaturas que podem passar dos 45°C.

Como chegar: 

Existem voos de São Paulo a Hurghada e Sharm el-Sheikh, com escala em Istambul. Já para Marsa Alam, há voos saindo das grandes cidades europeias. 

11. Ilhas Galápagos

tartaruga nadando em águas da Ilhas Galápagos, um dos melhores lugares para mergulhar no mundo
Foto: Dustin Haney on Unsplash

Localizada no Equador, essas ilhas estão entre os melhores lugares para mergulhar no mundo e se destacam, devido a sua biodiversidade. Para você ter uma ideia, elas deram base para Charles Darwin gerar a teoria da evolução!

Por aqui, você vai poder ver de perto cardumes infinitos de tubarões-martelo, tubarões-baleia, golfinhos, tartarugas gigantes, arraias, leões-marinhos e até pinguins. 

Para quem tem interesse em ver os temidos predadores dos mares, sem dúvida, os melhores pontos são as ilhas Wolf e Darwin. Mas é preciso ter disposição, já que essas áreas têm fortes correntes! 

Melhor época: 

É um bom lugar para mergulhar o ano todo, mas caso queira ver tubarões-martelo, vá em junho.

Como chegar:  

A melhor maneira é pegar um voo em São Paulo para Baltra. Desse ponto, você vai pegar um liveaboard. 

12. Atol de Bikini

tubarão em Atol de Bikini
Foto: Kurt Cotoaga on Unsplash

Por último, está um destino das Ilhas Marshall que, além de ser um dos melhores lugares para mergulhar no mundo, também é um dos mais bonitos.

O Atol de Bikini passou muito tempo isolado do mundo já que, por anos, foi usado para teste de bombas nucleares. Apesar disso, os primeiros visitantes se surpreenderam ao descobrir a fauna marinha intocada do lugar.

Hoje, é um dos santuários ecológicos mais ricos já vistos, que encanta aventureiros, ecologistas e claro, mergulhadores. Mas devido a instalações ainda um pouco precárias, são poucas pessoas que o visitam (cerca de 12 pessoas por semana).

Mas se você tiver a chance, não vai se arrepender. Por lá, além da rica biodiversidade marinha, você encontra uma linda lagoa azul-turquesa, com águas calmas e claras, além de um cemitério de navios da Segunda Guerra Mundial!

Melhor época: 

A melhor época para mergulhar no Atol de Bikini é, sem dúvida, de maio a outubro, quando a temperatura das águas é mais amena.

Como chegar: 

Chegar nesse destino não é uma tarefa tão simples. Há voos de Brasília para Majuro, considerada a capital das Ilhas Marshall. Mas, de lá, você vai precisar pegar outro voo para Kwajalein, de onde vai partir de balsa para a ilha de Ebeye, local em que finalmente vai encontrar barcos que partem para o Atol de Biquíni. 

Além desses destinos, há outros lugares maravilhosos com bons pontos para mergulhar. Você pode conhecer algus no texto 10 lugares para viajar barato no mundo – menos de US$30 por dia.

vista aérea de barco em águas azuis
Foto: Vagner Alcantelado

Dicas importantes 

Seguro-viagem

Primeiramente, recomendo que você faça um seguro viagem para mergulhar sossegado! Você pode fazer um com cobertura de atividades de risco, geralmente excluídas das apólices tradicionais para viagem. 

Um seguro que oferece essa opção é o de Prática de Esportes, que garante assistência médica em caso de acidentes. Para consultar mais detalhes, é só acessar o Seguros Promo e realizar uma cotação.

Cursos/Certificados

Em muitos destinos, você encontra disponíveis algumas aulas básicas de mergulho. 

Mas para ter um certificado reconhecido em todo o mundo, é preciso realizar um curso com uma dessas certificadoras: SSI (Scuba Schools International) ou a  Padi (Professional Association of Diving Instructors). 

Em ambas, o curso básico é o Open Water Diver, que permite mergulhar até 18 metros de profundidade.  Já o curso avançado, mais prático que teórico, ensina habilidades como mergulho noturno, com correnteza ou em profundidade (até 30 metros).    

Cilindro de mergulho
Foto: Paxton Tomko on Unsplash

Dicas para quem vai mergulhar pela primeira vez

  • Primeiro, é importante dizer que nas primeiras imersões, é comum que você não se sinta muito confortável, afinal, você é um bípede e vai ser uma tarefa difícil se acostumar a passar um tempo considerável como um peixe. Mas não desista, aos poucos essa sensação vai passar e você vai conseguir focar apenas nas maravilhas.
  • Agora, se você se sentir muito mal e essa paranoia te incomodar MUITO, a ponto de você não conseguir se divertir, não recomendo continuar. 
  • Caso escolha fazer algum curso de mergulho, como o Open Water Diver, lembre-se de partir logo para prática, ou você vai esquecer tudo que aprendeu.
  • Se você ainda não se sente muito confiante, evite pontos de mergulhos complicados, como os mais profundos, os com correnteza, água fria e pouca visibilidade. Aos poucos, você vai ganhando experiência e, aí sim, pode tentar novos desafios.
  • Não recomendo que você escolha de cara um liveaboard (viagem na qual você se hospeda no próprio barco de mergulho), já que essa opção costuma incluir cerca de 4 mergulhos por dia. Só sendo muito experiente para aguentar!
  • Por último, minha dica é que você pesquise bem com quem vai fazer aulas/contratar um passeio de mergulho. Verifique se eles possuem todas as condições necessárias, como equipamentos seguros e bons instrutores, para não cair em ciladas!
homem carrega caixa com equipamentos de mergulho
Foto: Vagner Alcantelado

Dicas extras:

  • Alguns equipamentos certamente podem tornar essa atividade mais segura, como um relógio de mergulho.
  • Outro ponto importante é que você jamais deve mergulhar se estiver mal emocionalmente ou fisicamente. Além de exigir esforço físico, essa atividade exige muita concentração!
  • Por fim, mesmo quando já se sentir confiante, pense muito bem antes de resolver mergulhar em lugares mais perigosos, como os de 30 metros ou mais de profundidade. Só vá se tiver muita certeza do que quer!

Ansioso (a) para mergulhar?

Tenho certeza de que, escolhendo qualquer um desses lugares, você terá uma experiência de mergulho fantástica, já que eles possuem paisagens maravilhosas, uma rica vida marinha e até mesmo naufrágios épicos!

E se você conhece algum ponto que considera um dos melhores lugares para mergulhar no mundo, compartilhe com a gente nos comentários, vamos adorar saber!

Você também pode gostar dessas dicas:

10 lugares para viajar barato no mundo – menos de US$30 por d