05/09/2021 Por Bárbara Rocha

O que fazer em em Fernando de Noronha

Você procura o que fazer em Fernando de Noronha? Sonha em conhecer esse paraíso? Neste artigo, terei o prazer de lhe ajudar no planejamento desta viagem.

Noronha é um dos destinos turísticos mais populares do Brasil, e com razão, já que o arquipélago é um dos lugares mais bonitos do planeta, com suas águas quentes e cristalinas, que são o lar de raias, tartarugas, tubarões de recife e golfinhos. 

Não é novidade que as grandes atrações de Noronha estão ligadas ao mar: seja praticando snorkelling, mergulho livre ou passeando de barco -, mas há muitas outras atrações em Noronha que ficam em terra firme, como trilhas, piscinas naturais e passeios pelo centro! 

Realizamos o nosso sonho de passar uma semana neste paraíso e montamos esse guia com tudo o que fazer em Fernando de Noronha. Leia, se apaixone e tire esta viagem fantástica do papel!

Vista panorâmica de águas azuis de praia em Fernando de Noronha

Por que visitar?

Como disse anteriormente, Noronha é um dos destinos turísticos mais populares do Brasil! Se você quer entender isso, veja abaixo alguns dos motivos:

  • Primeiro, estar em Noronha parece um sonho! A magia desse paraíso traz tranquilidade e assim, qualquer pessoa consegue relaxar e recarregar as energias
  • Mas, se sua praia não for sossego, não tem problema, um dos outros motivos para visitar Noronha são os atrativos de aventura: Snorkeling, mergulho de batismo, passeio de canoa havaiana, aquasub, trilhas, flutuação em piscinas naturais.
  • Um outro motivo, são as praias paradisíacas: águas calmas, pôr do sol surreal, e vistas lindas em qualquer canto.
  • Por fim, as acomodações relaxantes da região também chamam atenção, como os bangalôs que além de privacidade, oferecem ofurô com hidromassagem, rede para descansar, café da manhã com espumante, frutas, pães quentinhos, sucos e uma vista maravilhosa para o mar.

Onde fica Fernando de Noronha

O conjunto de ilhas banhadas pelo Oceano Atlântico está a 500 quilômetros da capital pernambucana, Recife, na região Nordeste do Brasil.  

Atualmente, a administração do lugar é de responsabilidade do Instituto Mendes de Conservação de Biodiversidade (ICMBio). 

Noronha tem 26 quilômetros de extensão, dos quais 17 km fazem parte da ilha principal. Existe uma ilha principal, que é a única habitada, e mais 20 ilhas secundárias, que só podem ser visitadas com licença oficial do IBAMA.

Suas praias estão divididas entre o mar de dentro (voltado para o continente brasileiro) e o mar de fora (voltado para o Oceano Atlântico).

O que fazer em Fernando de Noronha: As melhores atrações

Seja no mar, ou em terra firme, há muito o que fazer em Fernando de Noronha.

E o melhor: muitas dessas experiências são gratuitas, – é só você explorar e fazer suas próprias descobertas em Noronha. Tudo bem, nós vamos dar aquelas dicas iniciais, mas o resto fica para você curtir e aproveitar!

Estrada em Fernando de Noronha

1. Faça o Ilha Tour  

Em primeiro, vale a pena fazer o Ilha Tour que é um dos passeios mais famosos, feito em veículo 4×4 e para que você conheça a Ilha. 

Acompanhado de um guia, você passa nas principais praias de Noronha: Porto, Baía do Sancho, dos Porcos, Cacimba do Padre, Sueste e Praia do Leão. 

O ideal é que você faça esse tour no primeiro dia, vale a pena, pois você já fica sabendo o que mais curte (e o que não quer visitar) e já vai para os lugares certos nos próximos dias. 

O passeio tem várias paradas para banho, começa bem cedo e só termina ao pôr do sol, no Mirante do Boldró. Vale a pena!

Onde comprar: 

Não fizemos esse passeio, pois como alugamos uma moto, optamos por conhecer os lugares por conta própria, de forma mais independente. Mas conhecemos várias pessoas que o fizeram com a empresa Noronha Tour, e relataram que a experiência foi ótima.

Vagner Alcantelado e Babi Rocha, nômades digitais em Fernando de Noronha

2. Passe uma tarde na Baía do Sancho

Em segundo, recomendamos essa atração que é a queridinha de qualquer visitante, já que é uma das praias mais bonitas do Brasil. 

Nós surtamos com a beleza dessa praia, e tenho certeza que você também vai! 

O cenário é formado por uma fina faixa de areia branca, e um mar azul turquesa e transparente sem igual, e o melhor: calmo e quentinho. 

Enfim, estar no Sancho é um privilégio, então reserve um bom tempo para ficar por lá. Mas antes, é importante saber algumas coisas:

Pontos fortes: 

O visual é realmente lindo e muito bem-cuidado. Além disso, é o lugar certo para quem ama mergulhar, pois o mar tem uma visibilidade ótima e bancos de corais com vida marinha.

Pontos fracos: 

Para acessar essa praia, você passa por uma certa adrenalina: tem que descer 200 degraus para chegar na areia, mas não é qualquer escada, fica entre uma fenda em um paredão rochoso. Mas garantimos que é tranquilo, passa rápido e vale a pena. 

Bom saber:

O acesso à essa praia não funciona o dia inteiro, então, para não dar viagem perdida confirme com o ICMBio os horários atuais.

Babi Rocha, nômade digital brasileira em piscina natural, um dos atrativos entre muito o que fazer em Fernando de Noronha

3. Curta a Cacimba do Padre e Baía dos Porcos 

Mais uma dos atrativos entre muito o que fazer em Fernando de Noronha, essa é uma praia onde o visual é lindo!

Além da areia branquinha e do mar azul, existe o Morro dos Dois Irmãos, as pedras gêmeas que dão um charme extra ao lugar e ainda garantem fotos lindas. Nós, pelo menos, piramos!

Para quem quer nadar, as ondas podem ser fortes (é um lugar de campeonatos de surf), então, tenha cuidado ao entrar no mar e evite ir nas áreas mais fundas.

Também acreditamos que vale a pena conhecer para contemplar a vista e principalmente porque ela leva a uma das praias mais especiais: a Baía dos Porcos.

É só andar até o finalzinho da praia da Cacimba, subir umas escadinhas, andar por cima de algumas pedras e pronto: você chegou a um dos destinos mais bonitos de Noronha (e do mundo!).

Essa praia tem um esverdeado maravilhoso, e uma biodiversidade alucinante, se você tiver sorte, vai encontrar muitas tartarugas, e peixes.

Dicas:
  • As piscinas naturais são lindas! Mas, por favor, cuidado, em algumas você não deve entrar, pois os corais são muito sensíveis.
  • Para que você consiga fotos lindas e boas memórias: fique até o pôr-do-sol, o visual é simplesmente incrível!
Turista praticando snorkeling, um dos atrativos entre muito o que fazer em Fernando de Noronha

4. Pratique snorkeling

Agora, se você quer ver tartarugas, lagostas e, quem sabe, tubarões, mas não quer fazer um mergulho profundo, uma boa opção é o snorkeling que, além de mais tranquilo, é bem mais em conta e, da mesma forma, uma experiência fantástica. 

Caso você não saiba, o snorkeling é um mergulho na superfície da água, e para praticar você precisa de: 

– Máscara com snorkel
– Colete
– Nadadeiras

Nós fizemos na praia Sueste, uma das mais recomendadas de Noronha para essa prática. 

Essa praia tem uma grande concentração de algas, e esperávamos encontrar uns tubarõezinhos, mas sem sorte, pelo menos conhecemos uns peixinhos maneiros.

Dicas:
  • Você pode fazer o snorkeling por conta própria, mas se não sabe nadar muito bem, é melhor que você faça com um guia. Esses serviços são oferecidos pelas agências de turismo do local. 
  • Agora, se você pretende fazer o Ilha Tour, é só levar o kit, e assim, já consegue fazer o snorkeling durante uma das paradas para mergulho.
Golfinhos em mar de Fernando de Noronha

5. Faça um passeio de Canoa Havaiana para ver golfinhos 

Em quinto lugar, está uma das atividades que não fizemos, mas é super recomendada e vimos muita gente fazendo por lá, pareceu ser bem emocionante, por isso está na nossa lista de o que fazer em Fernando de Noronha. 

Para começar, relaxa que você não precisa entender nada sobre canoagem, ok? Antes ir para o mar, há uma instrução com técnicas de como remar.

O passeio dura cerca de 2h, conta com um guia a bordo, que te leva para ficar cara a cara com golfinhos. Imagina que perfeito ver eles nadando ao seu lado?

Além disso, ele passa por locais lindos de Noronha como, Air France, Rugido do Leão, Praia do Cachorro, Praia do Meio e Conceição, e tem uma parada para banho/mergulho.

Babi Rocha, nômade digital brasileira em mergulho de batismo, um dos atrativos entre muito o que fazer em Fernando de Noronha

6. Faça um mergulho de batismo 

Em sexto lugar, está uma das atividades que mais gostamos entre muito o que fazer em Fernando de Noronha.

Por isso, se tiver que escolher uma única atividade durante sua visita, recomendamos que escolha por essa. Vai por mim, vai ser inesquecível!

Isso porque Noronha é um dos melhores destinos para mergulho no mundo. Suas águas são extremamente transparentes, o que proporciona uma ótima visibilidade da vida marinha, muito rica por aqui.

Nós fizemos o nosso mergulho com a empresa Noronha Tour

Confesso que rolava, sim, aquela expectativa: será que depois de termos mergulhado nas Filipinas, Tailândia e Bali, vamos realmente nos impressionar com o arquipélago?⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀

Nossa experiência foi assim:

Saímos às 14h, direto para o barco que nos aguardava no porto de Noronha. Foram agendados dois mergulhos, um de 25 metros e outro de aproximadamente 15 metros.

✔️No primeiro, ficamos literalmente nas profundezas de Noronha por 45 minutos. Impressionante a diversidade de vida marinha que vimos. 

Fizemos amizades com alguns peixes borboleta, o frade, a piraúna e, pra nossa surpresa, vimos um tubarão lixa, que deixou sua toca e nadou bem suave pra longe de nós! 

PQP! Esse foi o segundo tubarão que vimos em nossos mergulhos! Demais! 

O que Fazer em Fernando de Noronha, mergulho

✔️No segundo mergulho, não descemos tanto. Vimos alguns peixinhos coloridos, mas a emoção mesmo foi a caverna de uns 6 metros de comprimento que atravessamos.

A correnteza estava forte, e tivemos que ir parando e seguindo com o ritmo da maré, mas conseguimos atravessar até o final. Nessa hora, vários peixinhos amarelos fizeram a viagem junto com a gente… Inesquecível!

Bom saber:

Caso não tenha experiência, não precisa se preocupar! Felizmente existem muitos pontos de mergulho para todos os níveis, uns com cerca de 3 metros de profundidade, e outros que chegam a mais de 60. 

A duração também varia de acordo com o nível, podendo ser de 15 minutos, ou até 45 (como foi o nosso caso).

A instrução é muito bem feita, e está incluída no pacote de mergulho, assim como o translado de ida e volta para a acomodação, roupa e equipamento apropriados e lanche. 

Sabemos que o preço é salgado, mas é uma experiência única. Se você quer conhecer a vida marinha, em nenhum outro lugar do Brasil vai ser tão incrível como em Noronha.

Turistas caminham em trilha Atalaia, um dos atrativos entre muito o que fazer em Fernando de Noronha

7. Conheça a Trilha Atalaia 

Mais um dos atrativos entre muito o que fazer em Fernando de Noronha, essa, assim como mergulho de bastimo, é uma aventura imperdível! 

A Trilha do Atalaia é a mais famosa e concorrida da ilha, e não é à toa, ela leva até o aquário natural mais lindo de Noronha.

Existem duas opções: a curta, que pode ser feita sem guia, e tem duração de 60 minutos (30 de ida e 30 de volta), e a longa (a que nós fizemos) de 4 horas, que, além de passar pelo caminho da primeira, leva a mais duas piscinas naturais.

Como funciona:

A primeira parte da trilha, curta ou longa, leva cerca de 30 minutos até chegar à piscina natural. Chegando numa bifurcação, todos devem seguir a trilha da direita até chegar à piscina. 

A primeira piscina natural fica em frente à pedra do frade. Ao chegar na piscina, é preciso aguardar. Existe um limite de pessoas e o acesso, a cada 30 minutos, é controlado por um fiscal do ICMBio que libera a entrada e saída de cada grupo.

Quem tiver optado pela trilha curta, depois do snorkel, deve voltar pelo mesmo caminho da ida. Já quem estiver na trilha longa, faz o primeiro trajeto igual a curta e, na volta, em vez de seguir o mesmo caminho, ao chegar na bifurcação, segue pela esquerda.

A trilha longa vai contornando toda a costa até chegar a uma praia. 

O que Fazer em Fernando de Noronha, trilha

No caminho, há alguns mirantes com vista fantástica para o mar de fora. Nas piscinas naturais, é possível fazer flutuação em um ambiente repleto de corais, tubarões, polvos, e outras espécies. É simplesmente irado!

Há muitas oportunidades para fotos incríveis. Os guias conhecem os macetes e vão te dar as dicas dos melhores pontos.

Para fazer a trilha longa/curta, é necessário: 
  • Agendar no ICMBio.
  • Não estar usando protetor solar, repelente, e outros cosméticos.