O que fazer na Eslovênia: 9 lugares imperdíveis

Recentemente, tivemos a sorte de visitar a Eslovênia, que acabou por se tornar o nosso país favorito do leste europeu.

Tínhamos ouvido falar de sua beleza há tempos, com alguns a descrevendo como a “Nova Zelândia na Europa”, com seu povo simpático, estradinhas cênicas, montanhas altas, lagos cristalinos e atividades de aventuras.

Um país bem pequeno, fácil de ser percorrido, lindo, seguro e pouco habitado!

Tudo isso mexeu com a gente, pois passamos quase 2 anos (2012 – 2014) percorrendo a Nova Zelândia numa campervan, e morremos de saudades de lá da natureza e do povo de lá.

Com uma expectativa alta, chegamos à Eslovênia, e nos apaixonamos!

1. Ljubljana

Começamos a viagem por Ljubljana, a capital.

Começamos nosso tour pela Europa em outubro de 2017 e, depois de um ano viajando por vários países, muitas cidades históricas começaram a parecer semelhantes aos nossos olhos, mas este não foi o caso de Ljubljana. A cidade tem um charme diferente!

melhore5s

Ljubljana foi nomeada a Capital Verde da Europa, em 2016, por ter feito o maior número de transformações sustentáveis no menor espaço de tempo.

Há menos de uma década, o centro de Ljubljana era ocupado pelo tráfego e as margens dos rios davam espaço a estacionamentos, ao invés de restaurantes e cafés.

Hoje não circulam mais carros pelo centro e caminhar ou andar de bicicleta pela cidade passou a ser um dos programas mais prazerosos desta que é uma das mais belas capitais da Europa.

Participamos de dois tours: o tour gastronômico com a LjubljanaYUM food walking tours, onde provamos pratos deliciosos da culinária eslovena e o tour alternativo com a empresa Ljubljana Urban Tours, que explora o coração urbano da cidade, sua alma criativa e seu espírito independente. Achamos que um complementou bem o outro e nos deu uma boa visão da história, cultura e gastronomia.

melhores

2. Begunje na Gorenjskem

Seguimos viagem até Begunje na Gorenjskem, uma cidadezinha com ares de interior, próxima a Bled.

Um lugar perfeito para relaxarmos e curtirmos um pouco a parte rural da Eslovênia, longe da zona turística, mas ainda perto de tudo, a uma curta viagem de carro de Bled, Radovljica, Bohinj e Lesce.

Hospedamos-nos através do AirBnB com um casal maravilhoso, Karel e Mateja.

Em sua própria casa, eles reservam um andar aos hóspedes, com 3 quartos espaçosos de casais e cozinha e banheiro compartilhado.

Vale muito a pena pra quem está de carro e quer experimentar a típica hospitalidade eslovena. Os dois são uma simpatia e nos receberam com biscoitinhos, licor de boas-vindas e outros mimos.

Screenshot

Adoramos passear pela cidadezinha, que tem uma pequena igreja, um cemitério, alguns restaurantes locais com preços bons, casinhas sem portão, árvores frutíferas, galinhas, ovelhas…

Este é o link pra quem quer se cadastrar no AirBnB e ganhar um desconto e o link da nossa hospedagem para quem quiser ficar lá.

3. Vintgar Gorge

De lá, aproveitamos para visitar o Vintgar Gorge, um dos lugares mais lindos que já visitamos.

De carro, a partir de Bled, são 15 minutos por uma estradinha bem estreita.

Vintgar Gorge é um cânion que percorre por 1 quilômetro e 600 metros o rio Radovna, que tem uma cor verde inacreditável.

A trilha dura mais ou menos uma hora e meia, e é feita por passarelas de madeira na qual você anda bem colado às paredes íngremes das pedras do vale e admirando a beleza do local, surreal.

Vintgar Gorge1

Adultos pagam €9,00 para entrar (estudantes pagam €4,00 e crianças de até 15 anos pagam €3,00). Há estacionamento grátis no local. Valores atualizados e horários de funcionamento nesse link oficial.

Vintgar Gorge2

4. Lago Bohinj

O lago Bohinj é o primo menos famoso do lago Bled, porém, não menos espetacular.

Sinceramente, nós até gostamos mais do Lago Bohinj do que do Lago Bled, pois é um lago mais selvagem, menos habitado e mais bonito, em nossa opinião.

Lago Bohinj

Uma pena que muita gente (principalmente os que fazem excursão estilo bate-volta para o Lago Bled) nem passe pelo Lago Bohinj.

Ficar olhando o lago já é maravilhoso! Mas pra quem tem mais tempo pra explorar, há um caminho ao redor do lago que leva à cachoeiras escondidas. O circuito completo é de 12 km através da floresta, mas, na metade do caminho, é possível optar por uma viagem de barco de ida e volta para a aldeia.

Lago Bohinj2

Vimos várias pessoas nadando, passeando de caiaque e fazendo outros esportes. A “praia” dos eslovenos no verão acaba sendo os lagos, mas a água é gelada que dói! Tem que ter coragem!

Há várias trilhas e atividades que envolvem tanto o lago como os arredores, pois a natureza no local é exuberante.

Lago Bohinj3

5. Bled

De lá seguimos para Bled, o lugar mais visitado da Eslovênia, por conta do seu cenário estilo “conto de fadas”. Este lugar é fantástico!

Lago Bled

Em Bled, ficamos hospedados por 3 dias no Garden Village Bled  um resort maravilhoso, que adota práticas sustentáveis e tem uma localização excelente, a poucos metros do lago Bled. Lá, tivemos nossa primeira experiência de glamping.

gaden village

Veja aqui nosso post sobre a experiência no Garden Village Bled.

ganden

Em Bled, a boa é desacelerar o ritmo e caminhar sem pressa em volta do lago, que parece uma pintura de tão lindo!

bled lake

Depois pegar um barquinho turístico e atravessar até a ilhota no meio do lago que abriga uma igreja (foi essa igreja que apareceu no Globo Repórter). A ilha em si é pequena e 1 hora na ilhota é mais que suficiente, depois é só pegar o barco de volta.

A travessia de barco custa €14,00, mas somente a volta é cobrada, ou seja, quem tem coragem de encarar a água fria e voltar nadando, não paga!

Embora o lago seja a principal atração de Bled é do Castelo de Bled, junto ao lago – e bem no topo – que você terá uma vista realmente impressionante. A visão lá de cima é absurdamente surreal de linda.

castle bled

6. Soca valley

Deixamos Bled e seguimos rumo ao Soca Valley.

O lugar conhecido é conhecido por sua beleza selvagem e por ser um verdadeiro playground para os aventureiros, com as maiores atrações sendo as trilhas, o rafting e o canyoing.

A cor da água neste rio é incrível, turquesa e cristalina. Diz-se, que é um dos raros rios no mundo que tem esta cor em todo seu percurso.

Não à toa, o lugar serviu como cenário do filme “Crônicas de Nárnia”. É um dos lugares imperdíveis da Eslovênia.

Soca valley

Ficamos hospedados num lugar incrível, o Adrenaline-check Eco Place , localizado em Bovec, a apenas 1,7 km de Boka, a cachoeira mais alta da Eslovênia.

O lugar perfeito para os amantes da natureza e pra quem quer se desconectar do dia-a-dia frenético. Floresta por todos os lados e pássaros cantando para acordá-lo.

O camping oferece vista para a montanha e serve de base aos aventureiros que querem explorar o Parque Nacional Triglav fica a 8,4 km de distância, entre outros lugares.

camping2

O “hostel a ceu aberto” oferece opções de acomodação, de simples às mais luxuosas, além de pacotes que incluem acomodação, alimentação e esportes de aventuras. Leia mais sobre a nossa experiência no Adrenaline-check Eco Place aqui.

C1927T01

Veja aqui noss post sobre a experiência no Adrenaline-check Eco Place.

7. Caverna Postojna

De Soca valley, dirigimos cerca de 2 horas (126 km) até as cavernas de Postojna, uma das maiores atrações da Eslovênia, com quase um milhão de visitas por ano.

cave

Com uma extensão de 24km, é possível visitar apenas 5km. É muito difícil não se impressionar com as “esculturas” na caverna.

Diferentemente das Cavernas de Waitomo na Nova Zelândia, onde pudemos ver milhares de pontinhos luminosos – vagalumes encontrados apenas na Nova Zelândia – brilhando como estelas no céu, na cavernas de Postojna é possível admirar várias formações rochosas interessantes, inclusive várias estalactites e estalagmites.

cave2

Um dos pontos interessantes do tour é que é a primeira parte é feita de trem, o que acaba sendo divertido. Na segunda parte, guias especializados mostram o caminho e explicam todos os detalhes da caverna.

Fizemos um tour guiado em inglês. Leia mais sobre a nossa experiência nas caverna Postojna aqui.

8. Castelo de Predjama

A cerca de 10 km das cavernas fica o magnífico castelo de Predjama , incrustado nas pedras na Eslovênia.

castle

O castelo, que é patrimônio da humanidade pela Unesco, foi construído num penhasco imponente, escondendo um túnel secreto para um sistema de cavernas. Num estilo renascentista, foi feito para tornar o acesso mais difícil possível. Com o tempo, foram partes e partes mais antigas e esta grande obra.

O castelo de Predjama foi construído de forma tão perfeita que, a primeira vista, parece ter sido construído artificialmente. Mas não foi o que aconteceu! É possivelmente o castelo europeu que melhor representa o clichê dos “contos de fadas”.

Leia mais sobre a nossa experiência no Castelo de Predjama aqui.

castle2

Ainda que uma história não seja seu forte, pois o cenário medieval rende fotos lindas.

O site oficial  explica direitinho como opções de visita ao Castelo de Predjama e às Grutas de Postojna.

Dica de hospedagem: Ficamos por uma noite no Caverna Postojna Quartos e Apartamentos Proteus , para podermos aproveitar melhor as Cavernas no Postojna e ao Castelo de Predjama. O hotel fica a 500 metros do castelo e é confortável.

9. Haras Lipica

Do castelo, seguimos para uma visita ao haras Lipica.

O Haras Lipica , que fica ao lado da fronteira eslovena-italiana, é uma casa de mais de 300 cavalos da raça Lipizzan, além de ser um dos mais belos monumentos históricos e culturais da Eslovênia.

hipica

A propriedade foi construída em 1500 para dar suporte à corte imperial de Viena, e até hoje funciona como um Haras, um dos mais antigos e mais chiques da Europa.

Hoje, é um centro turístico e de lazer, que apresenta uma área verde muito bonita, muita diversão, além da beleza dos cavalos. Uma visita a esse haras é uma experiência especial.

Durante o tour, descobrimos que os Lipizzaners são uma raça de cavalos rara, com uma característica curiosa: nascem pretos e adquirem uma cor branca com o tempo. São convidados por sua força, persistência e vida longa.

Passamos um dia emocionante no Haras Lipica, rodeados de cavalos soltos no pasto. Foi lindo demais!

As visitas guiadas ao Haras Lipica custam 16 €. É possível ver uma programação aqui.

hipica3

Gostou de descobrir o que fazer na Eslovênia?

Desde 2012, quando começamos nossas andanças pelo mundo, não são todos os lugares que nos deixaram um gosto de “quero mais” e a certeza de que vamos voltar em breve, mas a Eslovênia certamente é um deles!

O lugar ganhou nosso coração e nos impactou de uma forma muito especial, assim como já havia acontecido na Nova Zelândia e por motivos parecidos (natureza, tranquilidade, comida, pessoas, bons exemplos, organização!).

Queremos voltar e passar mais tempo explorando a Eslovênia com calma, fazendo muitas trilhas, e de preferência antes que todo mundo descubra o quanto esse destino é incrível.