02/02/2024

O que ver e o que fazer na Espanha: 25 lugares para conhecer

Não importa se você é um viajante de primeira viagem ou um veterano espanhol, temos certeza de que este post vai te inspirar a explorar os melhores pontos turísticos da Espanha!

Com seus centros urbanos agitados, cidades históricas charmosas, aldeias rurais, parques, praias de areia dourada, festivais animados e uma gastronomia diversificada (e deliciosa!), esse país sempre nos surpreende positivamente.

E para que você também tenha uma viagem cheia de surpresas agradáveis, neste post, vamos compartilhar nossas experiências e dicas sobre o que fazer na Espanha, desde as icônicas cidades de Madrid e Barcelona até as charmosas vilas medievais de Toledo e Cuenca.

Mas não é só isso! Também vamos falar sobre a animada vida noturna em Ibiza, os picos mais altos da Europa, as águas cristalinas das Ilhas Canárias, a divertida Tomatina em Valência, um hotel histórico escondido nas montanhas e muito mais… 

Curioso (a)? Coloca um som espanhol para entrar no clima e boa viagem! 

greek column
Aqui você encontra: ocultar

Motivos para visitar a Espanha

vista aérea durante o entardecer de uma igreja em estilo gótico, com torres altas e janelas em arco, e montanhas ao fundo
Foto: Biel Morro na Unsplash
  • A rica história: em diversos destinos na Espanha, você vai encontrar monumentos históricos e museus que contam a história fascinante do país, um lugar que recebeu influência de inúmeras civilizações, incluindo mouros, celtas e romanos. Para nós, essa foi uma das partes mais interessantes da viagem!
  • O cenário cultural vibrante: a Espanha é mundialmente famosa por seus festivais, como a “Feria de Abril” em Sevilha, “La Tomatina” em Buñol e o Festival de Cinema de San Sebastián. Seja na gastronomia, dança, música, cinema ou arte, algo vai te agradar.
  • Os ícones arquitetônicos: da Sagrada Família de Gaudí em Barcelona, até o Alhambra em Granada, os destinos na Espanha têm algumas das mais belas obras arquitetônicas do mundo. É impossível não se impressionar!
  • Gastronomia: a culinária de-li-ci-o-sa é, definitivamente, um motivo para viajar para a Espanha. Nós, pelo menos, ficamos apaixonados com a variedade de pratos regionais, ingredientes frescos e sobremesas que encontramos no país: paella, gazpacho, tortilla de patatas, jamón ibérico, flan, churros com chocolate quente e, claro, muitas tapas que vão fazer você salivar!
  • As belezas Naturais: praias cristalinas, montanhas imponentes, reservas naturais, campos de vinhas, desertos… Na viagem para Espanha você vai poder experimentar inúmeras atividades ao ar livre. Nós, particularmente, amamos as praias de Menorca e as montanhas da região de Picos de Europa, mas há muito mais para explorar.
  • O povo acolhedor: a Espanha é conhecida por ser um país amigável e acolhedor e faz jus a fama. Na maioria dos lugares fomos recebidos com sorrisos calorosos e as pessoas foram bem simpáticas quando pedimos informações ou recomendações de destinos na Espanha para visitar. Se você vai fazer uma viagem solo não precisa se preocupar, vai ser fácil fazer amigos pelo caminho!

O que fazer na Espanha: 25 principais atrações

1. Cidade Velha de Toledo: destino na Espanha para viajar no tempo.

vista aérea durante o dia da cidade velha de Toledo, na Espanha, com muralhas medievais, palácios, igrejas e árvores às margens do rio
Foto: Wei Hunag na Unsplash

Muralhas medievais, palácios, igrejas, ruas de paralelepípedos, casas coloridas, sinagogas, mesquitas, ruínas romanas, monumentos medievais árabes, judeus e cristãos… Toledo é uma verdadeira aula de história – e se esse é um assunto que você ama, nem preciso dizer que esse é um dos principais  pontos turísticos da Espanha para visitar, né?

Localizada a apenas uma hora de Madrid, essa cidade encantadora parece ter parado no tempo. Ficamos impressionados com a beleza das atrações, todas muito bem preservadas.

A graça é explorar o máximo que você puder. Mas, sem dúvida alguma, o que não pode ficar de fora é a Catedral de Toledo, uma obra-prima do estilo gótico espanhol do século XII, que deixou a gente sem palavras pelo tamanho, arquitetura, pinturas, esculturas, entre outros detalhes. Outra coisa que amamos nesse destino espanhol foram as vistas do Rio Tejo, que percorre a cidade – há vários cenários perfeitos para tirar fotos incríveis e relaxar um pouco!

O único ponto um pouco negativo da cidade é que, dependendo da época, as ruas ficam lotadas de turistas e, como as ruas são estreitas, fica difícil caminhar e curtir o passeio com calma, o que pode ser frustrante para quem está em busca de uma experiência mais autêntica e tranquila.

Ah! Se você está com tempo de sobra, recomendamos passar, ao menos, uma noite por aqui. Há vários hotéis históricos lindíssimos para curtir uma estadia luxuosa. Gostamos bastante do Eurostars Palacio Buenavista (funciona em um palácio do século XVI que é Patrimônio Mundial da UNESCO), mas tem outras opções interessantes, como o Hotel San Juan de los Reyes (instalado em um moinho antigo do século XIX) e o Hotel Real De Toledo (tem uma fachada em pedra e ferro, datada do século XIX)

  • Como chegar: de Madrid a Toledo são apenas 70 km  que podem ser percorridos de trem (na estação Atocha), ônibus (partem da Estación Sur de Autobuses), excursão guiada ou carro – nesse último caso é preciso deixar o veículo em um estacionamento na entrada da cidade antiga, pois a área do centro histórico é exclusiva para pedestres.
  • Sugestão de tour – De Madri: Excursão de 1 Dia a Toledo: a partir de € 27 por pessoa.

2. Alhambra e Generalife: oásis naturais entre os pontos turísticos da Espanha.

vista aérea durante o dia dos jardins da Alhambra, um complexo de palácios e fortalezas históricas em Granada, destino na Espanha
Foto: Marco Montero Pisani na Unsplash

Se você ama fazer passeios culturais, mas também é do time que adora um passeio ao ar livre pela natureza, vai se apaixonar por Alhambra e Generalife, palácios localizados em Granada.

Enquanto Alhambra foi construído o século XIII, durante o período islâmico, o Generalife, nos arredores  do Alhambra, foi feito no século XIV. Ambos são declarados Patrimônio Mundial pela UNESCO e estão entre os pontos turísticos da Espanha mais famosos, recebendo milhares de visitantes todos os anos, especialmente pelos jardins que o conectam.

O que mais nos impressionou foi a beleza das fontes, com água corrente por todos os lados. Mas todos os detalhes são bacanas: as plantas e flores coloridas, as lindas árvores (com muitas sombras agradáveis), o ventinho fresco em toda a parte, as escrituras em árabe preservadas nas paredes da Alhambra, a mistura de culturas islâmicas, cristãs e judaicas na arquitetura…

Só tenha em mente que, como a área é bem grande, a visita aos jardins pode ser um pouco cansativa para algumas pessoas. Mas mesmo nos dias mais quentes é possível caminhar pelos jardins sem sentir muito calor. 

Também é bom comprar seu ingresso com bastante antecedência, pois as entradas para esses pontos turísticos da Espanha costumam esgotar rapidamente!

  • Horário de funcionamento: todos os dias, das 8h30 às 18h
  • Endereço: P.º del Generalife, 1C, 18009 Granada, Espanha
  • Como chegar: basta pegar o ônibus C3, em frente a estátua de Isabella Colombo, um táxi ou até mesmo a pé, caso seu hotel seja perto.

3. Sagrada Família: joia arquitetônica da Espanha.

vista aérea durante o entardecer da Basílica da Sagrada Família, um ponto turístico da espanha com torres altas e detalhes ornamentais
Foto: Ken Cheung na Unsplash

Seja você ou não um fã de arquitetura, com certeza, vai ficar impressionado (a) com a Sagrada Família, um templo em estilo neogótico, que é considerado Patrimônio Mundial pela UNESCO e é o ponto turístico da Espanha mais famoso, além de ser uma das obras mais famosas do mundo – quase 2,8 milhões de visitantes passam por aqui anualmente!

E o que há de tão especial? Bom, primeiro, a arquitetura. Embora ainda não esteja concluída (a construção começou em 1882 e está programada para ser concluída em 2026), essa igreja é uma das maiores do mundo. As torres coroadas com formas geométricas, as colunas imponentes, as esculturas de anjos músicos, os vitrais coloridos, as cúpulas… Tudo é muito bonito!

Outro detalhe é a história por trás da obra, criada por Antoni Gaudí, um dos principais arquitetos modernistas de Barcelona, que trabalhou nesse projeto por mais de 40 anos – não deixe de passar no museu que há por lá, para conferir as maquetes e desenhos de Gaudí, que mostram todo o processo criativo.

Claro que, por tudo isso, a fila para entrar na Sagrada Família costuma ser enorme. Por isso, nós compramos nossos ingressos para esse ponto turístico da Espanha com antecedência e recomendamos que você faça o mesmo!

  • Horário de funcionamento: todos os dias, das 9h às 18h.
  • Endereço: C/ de Mallorca, 401, 08013 – Barcelona, Espanha.
  • Como chegar: a melhor opção é pegar o metrô (linhas 2 ou 5) e descer na estação Sagrada Família.

4. Parque Güell: ponto turístico da Espanha que combina arte e natureza.

vista aérea do Parque Güell, destino na espanha com edifícios de cores vivas e telhados curvos, rodeados por árvores e jardins
Foto: Dorian D1 na Unsplash

Falando de Antoni Gaudí, você pode aproveitar a passagem por Barcelona para conhecer as outras obras do arquiteto, como a Casa Batlló, a Casa Milà, a Torre Bellesguard e o Palácio Guell – falamos com mais detalhes delas no nosso post sobre o que fazer em Barcelona. Mas se você tiver que escolher um único lugar, tem que ser o Parque Güell.

Construído entre 1900 e 1914, ele fica bem perto da Sagrada Família, também é Patrimônio da Humanidade e se destaca por misturar em um só lugar natureza, história e arquitetura.

Mosaicos coloridos, esculturas exóticas,  jardins floridos, fontes e até edifícios inspirados em formas da natureza – como a Plaza de la Naturaleza, que tem em um de seus lados um banco ondulado em forma de serpente marinha – são apenas alguns detalhes da genialidade de Gaudí que você vai encontrar nesse ponto turístico da Espanha. Isso sem mencionar os mirantes com vistas incríveis para a cidade e para o mar.

Como, ao todo, são cerca de 17 hectares para explorar, lembre-se de usar roupas e sapatos confortáveis, óculos de sol e protetor solar, pois, apesar de ser um lugar com muitos jardins, durante o  verão europeu, o calor pode ser intenso.

  • Horário de funcionamento: todos os dias, das 9h30 às 19h30. No inverno, das 8h30 às 17h30min.
  • Endereço: 08024 Barcelona, Espanha.
  • Como chegar:  a melhor opção também é de metrô (linha 3) – basta descer nas estações Lesseps ou Vallcarca.

5. Museu do Prado: obrigatório para os amantes de arte.

vista aérea de jardim em frente a Museu do Prado, um edifício branco imponente em estilo neoclássico
Foto: Javier Carro, (CC BY-SA 3.0)

Vai para capital espanhola? Então, você precisa visitar um dos museus mais famosos do mundo: o Museu do Prado.

Para começar, o próprio edifício, projetado por Juan de Villanueva, em 1775, a pedido do rei Carlos III, é uma obra-prima – aproveite para tirar muitas fotos na fachada em estilo neoclássico desse ponto turístico na Espanha, onde há um pórtico lindíssimo. 

Mas o que há de mais especial mesmo está no interior: cerca de 12.000 desenhos, 8.000 pinturas e 700 esculturas, desde a Idade Média até o século XX, incluindo obras de artistas mundialmente conhecidos, como Goya, Rembrandt, Rubens e Velázquez.

Como esse destino na Espanha fica no Paseo del Arte, um polo cultural de Madrid, conhecido por sua vibe artística, vale incluir no roteiro também o Museu Thyssen-Bornemisza e o Museu Rainha Sofia.

  • Horário de funcionamento: todos os dias, das 10h às 20h (exceto aos domingos, quando fecha às 19h).
  • Endereço: C. de Ruiz de Alarcón, 23, 28014 Madrid, Espanha.
  • Como chegar: uma das melhores opções para chegar no Museu do Prado  é utilizar o metrô. Ao descer na estação Atocha, basta atravessar a rua e caminhar pelo Paseo del Prado.
  • Madri: Ingresso Museu do Prado – a partir de € 19,50 por pessoa.

6. Plaza Mayor: ponto turístico da Espanha cheio de vida e história.

Durante o dia, várias pessoas caminhando e desfrutando da Plaza Mayor em Madrid, cercada por prédios históricos e coloridos
Foto: Eduardo Rodriguez na Unsplash

Ao planejar o que fazer na Espanha, a Plaza Mayor não pode ficar de fora. Localizada a poucos metros da Puerta del Sol e do Palácio Real, ela é considerada o coração de Madrid e guarda diversos prédios históricos, restaurantes, lojas, cafés e bares.

Entre os destaques deste ponto turístico na Espanha, estão a Estátua de Felipe III (criada em 1616), o Arco de Cuteleiros (o mais famoso dos noves pórticos da Plaza Mayor) e a Casa da Padaria (o prédio mais antigo da praça).

Ao visitá-la, tire um tempo para ver com calma cada monumento, fotografar, tomar um café, comprar uma caricatura com um dos artistas de rua ou apenas sentar e observar a movimentação!

  • Endereço: Pl. Mayor, 28012 Madrid, Espanha
  • Como chegar: Você pode chegar lá pegando a linha 1, 2 e 3 na estação Sol ou linha 2 e 6 na estação Ópera.

7. A Grande Mesquita de Córdova : um testemunho da história islâmica.

interior da Grande Mesquita de Córdova, ponto turístico da espanha com colunas em arco, e paredes decoradas com desenhos geométricos de azulejos coloridos e mosaicos
Foto: Gabriel Trujillo na Unsplash

Mais conhecida como Catedral de Nossa Senhora da Assunção, a Grande Mesquita de Córdova, é um dos pontos turísticos da Espanha obrigatórios para quem pretende visitar a região da Andaluzia.

Patrimônio arquitetônico e cultural, esse templo foi construído no século VIII e é um dos maiores exemplos da arquitetura islâmica na Espanha. De longe, já ficamos surpresos com o tamanho da mesquita e as várias colunas de mármore, mas o interior é ainda mais surpreendente, com vários desenhos geométricos e escrituras árabes no teto. 

Também gostamos bastante do Pátio de los Naranjos, uma área ao ar livre cercada por laranjeiras, ótima para descansar um pouquinho antes de continuar o passeio, e do Museu de Arte Islâmica, dentro da Mesquita, onde há uma rica coleção de artefatos islâmicos. Só achamos melhor reservar um tour guiado, caso você queira conhecer com detalhes a história do local. 

  • Horário de funcionamento: segunda a sábado das 10h às 18h. Aos domingos e feriados de 8h30 às 11h30 e de 15h às 18h.
  • Endereço: C. Cardenal Herrero, 1, 14003 Córdoba, Espanha
  • Como chegar: para chegar nesse ponto turístico da Espanha pegue um trem de Madrid a Córdoba e depois um táxi para chegar até a mesquita, que fica no coração da cidade a cerca de 10 minutos da estação.
  • Córdova: Ingresso Sem Fila p/ Mesquita-Catedral de Córdova – a partir de € 16,99 por pessoa.

8. Catedral de Sevilha: um dos pontos turísticos da Espanha para os amantes de arquitetura.

durante o dia, Catedral de Sevilha, com sua arquitetura gótica, vista sob o céu com nuvens brancas
Foto: Merry na Unsplash

Como você já deve ter percebido, há muitas catedrais e igrejas históricas entre os principais pontos turísticos da Espanha, mas poucas superam a Catedral de Sevilha, Patrimônio da Humanidade pela UNESCO e a segunda maior catedral do mundo, perdendo apenas para a Basílica de Nossa Senhora Aparecida, em São Paulo!

Particularmente, foi uma das catedrais que mais gostamos de visitar na viagem para Espanha. A arquitetura gótica, os arcos altíssimos, o altar com várias peças de ouro e prata, a história, a atmosfera tranquila, o sino enorme no topo da catedral, as vistas panorâmicas da cidade na torre (acessível por rampa), o mausoléu de Cristóvão Colombo… Dá para passar horas conferindo tudo que tem por aqui.

Mas, ainda em Sevilha, indicamos reservar também um tempinho para visitar os Alcázares, um complexo, a poucos passos da Catedral de Sevilha, que também está entre os principais pontos turísticos da Espanha por seus edifícios de várias épocas (desde o século X), fontes, pátios, jardins (com vistas para o rio Guadalquivir), além de uma capela renascentista, um museu e uma galeria de arte, que revelam detalhes da história e cultura do país.

  • Horário de funcionamento: de segunda a sábado de 10h45 às 17h e aos domingos de 14h30 às 18h30.
  • Endereço: Av. de la Constitución, s/n, 41004 Sevilla, Espanha.
  • Sem Fila: Ingresso Catedral de Sevilha e Giralda – a partir de € 16 por pessoa.

9. Plaza de España e Parque de María Luisa: lugares que combinam natureza e cultura.

durante o dia, vista aérea do complexo da Plaza de España, com edifícios em estilo neo-renascentista, localizado às margens de rio em Sevilha
Foto: Harrison Fitts na Unsplash

Precisamos falar de mais dois pontos turísticos da Espanha que ficam em Sevilha (pois é, essa cidade é maravilhosa!): o Parque de María Luisa, a área verde mais famosa da cidade, e Plaza de España, um marco histórico conectado ao parque.

Juntos, esses lugares são perfeitos para quem quer caminhar, curtir a natureza,  relaxar e conhecer a história da cidade e da Espanha. 

Enquanto a Plaza de España – que já foi cenário de Star Wars – é cortada por um grande canal em forma de meia-lua, abriga vários prédios históricos, pontes decoradas com lindos azulejos e monumentos, que rendem lindas fotos, o restante do complexo é formado por árvores, flores e lagos com patos e cisnes.

Nós ficamos mais encantados com a natureza e passamos rapidamente na Plaza. Preferimos passar boa parte do nosso tempo caminhando, respirando o ar fresco e ainda aproveitamos para fazer um piquenique. Mas você também pode conhecer o Museu Arqueológico, que fica no final do parque, e provar as delícias da culinária espanhola vendidas nos quiosques, restaurantes e bares.

  • Horário de funcionamento: todos os dias, das 8h às 22h.
  • Endereço: Av. Isabel la Católica, 41004 Sevilla, Espanha.
  • Como chegar: a forma mais econômica para chegar nesse ponto turístico da Espanha é ir até a praça é de ônibus pela linha 28, mas dependendo de onde você esteja na cidade, pode pegar um táxi ou caminhar.

10. Museu Guggenheim: ponto turístico da Espanha para quem curte arte contemporânea.

durante o dia, vista aérea de fachada do Museu Guggenheim, com arquitetura moderna e formas curvas prateadas, em frente a um rio
Foto: Jorge Fernández Salas na Unsplash

De todas as obras arquitetônicas que mostramos nesse roteiro, o Museu Guggenheim é, definitivamente, uma das mais modernas. 

Fruto de uma parceria com o Museu Guggenheim de Nova York, o governo municipal de Bilbao e o governo espanhol, esse ponto turístico da Espanha tem várias torres curvas e prateadas que de perto parecem as escamas de um peixe, mas de longe lembram um barco flutuando sobre as águas. É impressionante! Ainda na entrada, achamos maneiríssimo o “Puppy”, uma escultura de um cachorro ENORME, feita com flores!

O interior do museu também não decepciona. Na área de mais de 20 mil metros quadrados, é possível visitar diversas galerias, com exposições de artistas de renome mundial, como Jeff Koons e Anish Kapoor, e experimentar alguns pratos da culinária regional no restaurante local que tem uma boa vista para o Rio Nervión. 

  • Horário de funcionamento: terça-feira à domingo, das 10h às 19h.
  • Endereço: Abandoibarra Etorb., 2, 48009 Bilbao, Bizkaia, Espanha.
  • Como chegar: é possível chegar nesse ponto turístico da Espanha de trem, ônibus, carro ou metrô (estação “Moyua”, saída “Ercilla-Guggenheim”). 
  • Bilbao: Excursão Guiada sem Fila no Museu Guggenheim – a partir de € 89 por pessoa.

11. Sierra Nevada: um destino na Espanha para quem quer explorar a natureza.

durante o dia, árvores e construções vistas a partir de mirante em parque sierra nevada, um dos principais pontos turísticos da Espanha
Foto: Ashim D Silva na Unsplash

Para os aventureiros de plantão, um dos melhores destinos na Espanha é o Parque Nacional de Sierra Nevada, lar de 15 picos com mais de 3 mil metros de altura!

Ao todo, são 25 trilhas sinalizadas para percorrer a pé, sendo 13 preparadas para receber ciclistas. Basta dar uma olhada no mapa do Sierra Nevada antes de planejar o seu passeio ou reservar uma excursão guiada (o que recomendamos mais para quem não tem tanta experiência com trilhas), como o ”De Granada: Caminhada com raquetes de neve na Sierra Nevada”, que inclui a companhia de um guia certificado e transporte de ida/volta para o seu hotel (desde que ele seja em Granada).

Independente do percurso escolhido, você vai dar de cara com uma rica flora e fauna – nós vimos muitos pássaros, coelhos e raposas – e visuais incríveis da vegetação que cerca os picos. Há, também, muitas áreas de piquenique e algumas lanchonetes para fazer uma pausa e comer, e vilas rurais, onde é possível conhecer os povos mais tradicionais da Espanha.

  • Endereço: Ctra. antigua de Sierra Nevada, km. 7, 18196 Sierra Nevada, Granada, Espanha.
  • Como chegar: como a Sierra Nevada está apenas a 30km do centro de Granada, existem 4 maneiras de chegar lá: de carro alugado, de táxi, em um tour guiado (como o que indicamos acima) ou com os ônibus  diários que partem da estação de ônibus de Granada em direção à cidade de Pradollano, que fica no sopé da montanha. De lá, é possível pegar um teleférico para chegar ao topo e explorar o parque. 

12. Caminho de Santiago : destino na Espanha que oferece uma experiência única de peregrinação.

Vista aérea durante o dia de uma trilha nas montanhas do Caminho de Santiago
Foto: Les Argonautes na Unsplash

Se você quer se desafiar, entrar em contato com a natureza ou conhecer novas culturas e pessoas, o Caminho de Santiago, também conhecido como Caminho de Compostela, deve fazer parte da viagem para Espanha. 

No total, são 800 km de extensão, que ligam Saint-Jean-Pied-de-Port, na França, até Santiago de Compostela, na Espanha. Há viajantes que se aventuram e percorrem o caminho completo (o que leva cerca de 1 mês), mas dá para escolher rotas mais curtas, com cerca de 100 km. Tudo vai depender da sua disposição!

Florestas, fazendas, trajetos com muros de pedras, plantações, montanhas, catedrais, igrejas, mosteiros, vilarejos, muitos restaurantes, albergues aconchegantes e pessoas do mundo inteiro são as surpresas pelo caminho, até chegar em Santiago de Compostela, destino na Espanha onde você vai receber o certificado “Compostela”, conhecer o centro histórico da cidade (considerado Patrimônio Mundial pela UNESCO), e, claro, ter muitas memórias de uma experiência inesquecível.

  • Como chegar: o ponto de partida mais comum é a cidade de Saint-Jean-Pied-de-Port, na França. Mas é possível começar o Caminho de Santiago em inúmeros destinos na Espanha, como Roncesvalles, Pamplona, Estella, Logroño, Burgos, León, Ponferrada e Sarria.

13. Catedral de Santiago de Compostela: atração histórica com uma vista panorâmica.

Durante o dia, vista da Catedral de Santiago de Compostela, uma obra arquitetônica que combina os estilos românico e gótico, com o céu azul ao fundo
Foto: Victoriano Izquierdo na Unsplash

A Catedral de Santiago de Compostela é o primeiro ponto turístico da Espanha que você vai ver ao terminar o Caminho de Santiago, caso se aventure por ele.

Construída na época das cruzadas, ela impressiona pelo estilo românico gótico, a fachada imponente com torres, colunas e esculturas detalhadas, além da decoração e arquitetura barroca belíssima, os vitrais coloridos e o conjunto de órgãos colocados um de frente ao outro bem no centro do ambiente principal, no interior. A riqueza de detalhes deixa qualquer um sem palavras!

Também sentimos um clima de paz muito bom por aqui, e achamos muito legal observar a chegada dos peregrinos, vários deles chorando e sorrindo, ao mesmo tempo, felizes por terem concluído o Caminho de Santiago.

  • Horário de funcionamento: todos os dias das 7h às 20h30.
  • Endereço: Praza do Obradoiro, s/n, 15704 Santiago de Compostela, A Coruña, Espanha
  • Preço: gratuito.
  • Como chegar: para chegar nesse ponto turístico da Espanha você pode pegar o ônibus 376 ou a linha 5 do metrô e descer próximo a Catedral.

14. Centro Histórico de Girona: um dos pontos turísticos da Espanha para quem gosta de história.

Durante o dia, vista aérea de casas coloridas em tons pastéis às margens do rio Onyar, no centro histórico de Girona
Foto: Lucas Gallone na Unsplash

A menos de 1 hora de trem de Barcelona, está o Centro Histórico de Girona, um dos pontos turísticos da Espanha imperdíveis para quem ama história.

Com várias ruelas estreitas, praças e edifícios medievais, esse é um dos mais bem preservados conjuntos históricos do país e pode ser facilmente percorrido a pé. E nossa dica é justamente essa: caminhar sem pressa pelas ruas, visitando as várias atrações, como a Catedral de Girona, os Banhos Árabes, as Muralles de Girona, o Museo de Arte e o Mercado Municipal del Lleó. 

Também gostamos da Ponte Pedra – um marco histórico, sobre o rio Onyar, que remonta ao período romano –, os restaurantes e bares, onde experimentamos a famosa paella e o creme catalão (uma sobremesa divina!), e as lojinhas que vendem vários souvenirs artesanais.

15. Cidade das Artes e das Ciências (Valência): um espetáculo de arquitetura e tecnologia.

Durante o dia, vista aérea do espelho d'água em frente à Cidade das Artes e das Ciências em Valência, com seus prédios modernos e futuristas refletidos na água
Foto: Ka13 from Castellon de la Plana, Spain, CC BY 2.0

Se você gosta de arte, arquitetura, cultura e ciência vai amar a Cidade das Artes e das Ciências, um complexo enorme, que abriga 8 atrações:

  • Hemisfèric: um cinema IMAX e planetário com formato de olho humano, onde é possível ver projeções digitais.
  • Museu de las Ciencias Príncipe Felipe: dedicado à ciência e tecnologia, esse museu tem mais de 26.000 metros quadrados de exposições interativas, dividas em seis áreas temáticas.
  • Umbracle: um jardim com mais de 50 plantas típicas da região e uma galeria de arte ao ar livre – é um ponto turístico da Espanha perfeito para fotografar!
  • Palau de les Arts Reina Sofia: com uma acústica perfeita, abriga uma das maiores salas de ópera do mundo e um centro cultural.
  • Ágora: um espaço multiuso, palco de eventos culturais e esportivos
  • Ponte Assut de l’Or: uma ponte suspensa sobre o rio Turia, que oferece vistas panorâmicas da cidade.
  • Oceanografic: o maior aquário da Europa, com mais de 500 espécies marinhas, dividido em 10 ambientes temáticos, como o Ártico e Mediterrâneo.

Isso sem mencionar os vários restaurantes e quiosques espalhados pelo parque, para experimentar o melhor da culinária espanhola ou tomar um café. No geral, achamos bacana o clima futurista e as ótimas experiências interativas e educativas – ótimas para quem vai viajar com crianças e procura algo divertido e lúdico. No entanto, para quem procura algo mais tranquilo pode ser um pouco desagradável, já que esse destino na Espanha costuma ser bastante movimentado.

  • Horário de funcionamento: todos os dias das 10h às 18h, exceto às sextas, sábados e domingos, quando fecha às 19h.
  • Endereço: Av. del Professor López Piñero, 7, 46013 Valencia, Espanha.
  • Preço: a partir de 3 euros.

16. La Tomatina, a Festa do Tomate: tradição espanhola para quem quer se divertir.

Durante o dia, várias pessoas pulando em uma rua coberta de molho de tomate em meio à festa La Tomatina, em Buñol
Foto: flydime, CC BY-SA 2.0

Quer se divertir? Se a sua viagem para Espanha está programada para agosto, você pode participar da La Tomatina, uma festa alegre, “caótica” e deliciosa, considerada a maior guerra de tomate do mundo.

Mas calma que é uma guerra doce e tranquila. Durante uma hora, em Buñol, uma pequena cidade na província de Valência, pessoas do mundo todo se envolvem em uma luta gigante de tomate. O apito soa e os tomates voam… Depois da guerra, a galera costuma se lavar no rio e se juntar à festa, dessa vez para dançar, tomar sangria e comer.

Para você ter ideia de como o povo ama esse evento, em 2022, mais de 20.000 pessoas participaram da festa! E pode se divertir sem culpa, pois os organizadores usam frutos prestes a apodrecer, então, não há desperdício.

  • Preço: gratuito.

17. Praias de Gran Canaria: destino na Espanha para aproveitar o sol e o mar.

Durante um dia ensolarado, vista aérea de águas cristalinas e azul-turquesa das praias de Gran Canaria
Foto: Lydia Altman na Unsplash

Ah, as Ilhas Canárias! Águas azuis e cristalinas, areias finas e árvores exóticas… esse ponto turístico da Espanha tem diversas praias para aproveitar com os amigos, a família ou até mesmo sozinho (a). 

As mais famosas são a Playa de Maspalomas, conhecida por suas dunas douradas que lembram muito a praia de Pipa em Natal/RN, e a Playa del Inglés, com areias brancas e uma boa oferta de atrações, como passeios com jet ski, kitesurf, windsurf, surf e banana boat.

Gostamos também da Playa de Puerto Rico, que se destaca pelas várias espreguiçadeiras confortáveis para relaxar à sombra das palmeiras, a Playa de Amadores, uma praia artificial e tranquila, com área de recreação para crianças, e a Playa de Las Canteras, onde há uma linda barreira de coral.

Caso a ideia seja aproveitar esse destino na Espanha durante o verão europeu, só é bom reservar seu hotel com antecedência! As melhores opções são os resorts all-inclusive, que oferecem, além de comida e bebidas, várias atividades, como é o caso do Lopesan Baobab Resort e do RIU Palace Oasis.

18. Parque Nacional de Tenerife: um santuário natural de biodiversidade.

Durante entardecer, vista aérea das formações rochosas ao longo da costa do Parque Nacional de Tenerife, com o sol se pondo no horizonte
Foto: Fausto García-Menéndez na Unsplash

Para adicionar uma boa dose de adrenalina em sua viagem para Espanha, você pode incluir o Parque Nacional de Tenerife no seu roteiro.

Localizado na maior ilha do arquipélago das Canárias, ele guarda o Teide, o pico mais alto da Espanha e o terceiro vulcão mais alto do mundo, com mais de 7 mil metros de altura sobre o oceano!

Boa parte dos viajantes opta por fazer uma subida tranquila de teleférico (com vista para montanhas, mar e rochas) até um mirante a 3.555 metros – o que já achamos ótimo para observar o vulcão, as crateras, rios de lava e as montanhas do parque.

Mas, caso você queira algo ainda mais desafiador, pode fazer uma das 41 trilhas disponíveis, como a do Telesforo Bravo, que começa no centro de visitantes La Rambleta e leva até o pico mais alto do parque (com 3.718 metros de altitude) . No entanto, esse é um trajeto que só recomendamos para os mais experientes, já que é cheio de terrenos íngremes e rochosos e pode levar mais de 5 horas para ser concluído. Para conferir outras opções, dê uma olhada no mapa do Parque Nacional de Tenerife, antes de planejar a sua visita.

19. Rota das Aldeias Brancas: destino na Espanha que preserva a tradição local.

Durante o dia, vista aérea de casas brancas com telhados laranjas, localizadas em uma das aldeias da Rota das Aldeias Brancas
Foto: Dimitry B na Unsplash

Para fugir um pouquinho do agito das grandes cidades espanholas, vale conhecer a Rota das Aldeias Brancas, localizada nas montanhas da província de Cádiz, no sul da Espanha. 

Como o nome entrega, essa rota, que começa no Arcos de la Frontera, passa por diversas aldeias com casinhas brancas –  além de ruas estreitas, vales, rios e lagos –, como Zahara de la Sierra, Grazalema, Ubrique e Ronda.

Pelo caminho desse ponto turístico da Espanha, você vai conhecer mais da cultura e história dos povos tradicionais de Andaluzia, curtir vistas panorâmicas de paisagens naturais lindas (incluindo a Reserva Natural de Grazalema e o Parque Natural Sierra de las Nieves), descansar em hotéis luxuosos ou pousadinhas simples (nós amamos o Hotel la Fuente de la Higuera, um antigo moinho de azeite reformado, que tem piscina, lareira, suítes com banheira e vista para os campos de Andaluzia) e experimentar uma gastronomia divina: cordeiro assado, queijo de cabra, gaspacho andaluz e cochinillo são só algumas das opções!

20. Vida noturna em Ibiza: destino espanhol para quem quer festa e diversão.

silhuetas de pessoas de costas, dançando e curtindo uma balada iluminada por luzes coloridas em Ibiza, um dos pontos turísticos da espanha
Foto: Aditya Chinchure na Unsplash

A tão desejada Ibiza não poderia ficar de fora da nossa lista de principais pontos turísticos da Espanha. Afinal, como não falar do lugar mais badalado do país (e um dos mais badalados do mundo)? 

Com suas praias paradisíacas, durante o dia, Ibiza é o destino perfeito para mergulhar, fazer passeios de barco ou apenas pegar um sol e tomar um drink gelado na areia. Ao anoitecer, as festas, de norte a sul, tomam conta da ilha para animar moradores e turistas até o amanhecer.

Quem prefere dançar e curtir a música ao som das ondas do mar, pode visitar a Playa d’en Bossa, praia que costuma receber eventos animados. Já os que preferem conhecer os clubes, podem visitar o Pacha, Amnesia, Privilege e Ushuaia, entre outros, que recebem os melhores DJs do mundo.

Há, ainda, inúmeros bares ao longo da orla e até hotéis que realizam festas exclusivas para os hóspedes, como o Hard Rock Hotel, o Ibiza Rocks Hotel e o Ushuaia Ibiza Beach Hotel

21. El Escorial: ponto turístico da Espanha que conta a história da realeza e do poder.

Durante o dia, vista aérea de pessoas caminhando em frente ao Mosteiro de El Escorial, com sua arquitetura imponente
Foto: Hernan Gonzalez na Unsplash

Patrimônio Mundial pela UNESCO, o Mosteiro de El Escorial é um mais um dos pontos turísticos da Espanha que deve estar no roteiro dos viajantes que amam história e arquitetura.

Fundado no século XVI, durante o reinado de Filipe II, em San Lorenzo de El Escorial, a apenas 45 km de Madrid, ele é um complexo com vários atrativos interessantes.

Os destaques são a biblioteca, com mais de 40.000 livros, o Palácio Real, com várias salas luxuosas e enormes, uma  basílica com um rico acervo de arte sacra e restos mortais de muitos reis e rainhas espanhóis, o Museu de Arquitectura, que conta detalhes das obras do lugar, e o Jardins dos Frades, um ótimo lugar para relaxar.

Achamos que o passeio é muito bom para mergulhar na história e cultura da Espanha, especialmente porque há passeios guiados, em que os guias revelam tudo sobre os salões, capelas e membros da realeza que viveram por aqui.

  • Horário de funcionamento: de terça-feira a domingo das 10h às 18h.
  • Endereço: Av Juan de Borbón y Battenberg, s/n, 28200 San Lorenzo de El Escorial, Madrid, Espanha.
  • Preço: 10 euros.
  • Como chegar: a melhor alternativa, a partir de Madrid, é pegar a linha C3 da Renfe na estação de Atocha até a estação de El Escorial (viagem dura 1 hora), que fica a cerca de 10 minutos a pé do mosteiro.

22. Plaza Mayor de Salamanca: ponto turístico da Espanha que encanta pela arquitetura e cenário cultural.

Durante o dia, vista aérea da Plaza Mayor de Salamanca, com suas construções históricas em estilo renascentista e barroco
Foto: Mayte Garcia Llorente na Unsplash

Seja para fotografar os prédios históricos (com arquitetura renascentista e barroca), tomar um café, visitar um dos bares de tapas, comprar souvenirs nas lojinhas, andar pelas feiras de livros e mercados de antiguidades, conferir exposições de arte ou até desfiles de moda, você deve visitar a Plaza Mayor, um dos principais pontos turístico da Espanha.

Considerada uma das praças mais bonitas de toda a Espanha, a qualquer hora do dia, ela costuma estar bem movimentada. Mas, em algumas épocas, é ainda mais agitada. Durante o verão, por exemplo, a Plaza Mayor é palco do Festival Internacional de Jazz de Salamanca e do Festival de Teatro e Artes de Rua de Salamanca. Já no natal, recebe uma decoração linda, que inclui muitas luzes e uma grande árvore de Natal, além de apresentações de corais e um mercado de natal, onde é possível comprar presentes e comidas natalinas.

Enfim, independe da época da sua viagem para Espanha, caso Salamanca faça parte do seu roteiro, recomendamos passar por aqui para curtir um pouquinho de tudo que o coração da cidade tem a oferecer!

  • Endereço: Pl. Mayor 37002 Salamanca, Espanha.
  • Como chegar: para chegar até a Plaza, vá até a estação de trem de La Alamedilla e caminhe na direção oeste por 15 minutos ou pegue um ônibus até o centro histórico.

23. Monasterio de Piedra: ponto turístico da Espanha escondido nas montanhas.

Durante o dia nublado, o Monasterio de Piedra, um antigo mosteiro cisterciense, cercado por uma densa floresta de árvores em Zaragoza
Foto divulgação: Monasterio De Piedra

Parque, mosteiro, hotel e spa, ao mesmo tempo, o Monasterio de Piedra é um dos destinos na Espanha para se conectar com a natureza, conhecer parte da história do país e relaxar. Basta ir até a província de Zaragoza para aproveitar tudo isso!

No parque, há trilhas, cachoeiras, lagos, grutas e muitas sombras de árvores centenárias para descansar, enquanto no mosteiro, fundado em 1218, é possível conferir  oito séculos de história, detalhes da arquitetura cisterciense, antigas salas monásticas, além do Museu do Vinho DO Calatayud e duas exposições interessantes (uma sobre a história do chocolate e outra de carruagens).

Já no hotel e no SPA, instalados em uma construção do século XVII, há suítes enormes (algumas com varanda), uma piscina deliciosa, circuito hidrotermal, hamman, sauna finlandesa, cabines de massagens e restaurantes que servem pratos nacionais e aragoneses. Ou seja, tudo que você precisa para descansar na viagem para Espapnha. Nós, pelo menos, amamos a sensação de paz e sossego que esse lugar traz!

  • Endereço: C/ Afueras SN 50210 Nuévalos, Zaragoza, Espanha
  • Como chegar: de Madri ou Barcelona você pode ir de trem (AVE) ou de carro. 
  • Diárias: a partir de R$ 658,00 para duas pessoas.

24. Catedral de Palma de Maiorca: um ícone da arquitetura gótica.

Durante o dia, vista da Catedral de Palma de Maiorca, com sua arquitetura gótica, situada em frente ao rio em destino espanhol
Foto: Monasterio De Piedra

Também conhecida como La Seu, a Catedral de Palma de Maiorca, localizada na ilha de mesmo nome, foi construída entre os séculos XIII e XVI e é uma das obras mais bonitas da arquitetura gótica na Espanha.

Ao todo, seu edifício ocupa mais de 6.655 m² e sua cúpula tem quase 44 m, o que a torna a segunda maior catedral gótica da Europa. Para você ter ideia da dimensão desse ponto turístico da Espanha, de qualquer canto da cidade é possível vê-lo!

Mas não é só a área externa que é impressionante. A visita ao interior da catedral também é especial. Além do clima tranquilo, que já faz a visita valer a pena, há lindos vitrais coloridos, esculturas, capelas e uma sacristia. 

  • Horário de funcionamento: de segunda à sexta das 10h às 17h15, e das 10h às 14h15 aos sábados para visitação.
  • Endereço: Plaça de la Seu s/n, 07001 Palma, Illes Balears, Espanha
  • Preço: 9 euros.

25. Cidade Medieval de Cuenca: destino na Espanha que te leva em uma viagem no tempo até a Idade Média.

Durante o dia, vista aérea de construções medievais da cidade de Cuenca, sob céu azul com nuvens
Foto: Juan Ordonez na Unsplash

Por último, mas não menos importante, temos a Cidade Medieval de Cuenca, capital da província de Homónima, a apenas 2 horas de carro de Madrid.

Considerado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, esse ponto turístico da Espanha fica em uma colina rodeada por muralhas, com ruazinhas estreitas e íngremes, casas de pedra e diversas escadas – o que pode ser um pouco complicado para pessoas com mobilidade reduzida. 

Para os que gostam de história, arquitetura e cultura, sem dúvida alguma, é um dos destinos mais especiais da Espanha. Não tem como não se impressionar com os prédios tão bem preservados, as pontes antigas e os vários cantinhos que revelam vistas panorâmicas para as montanhas ao redor.

Aproveite para explorar a região calma (lembre-se de usar sapatos confortáveis), tirar muitas fotos e experimentar a culinária local em um dos restaurantes. Caso já queira chegar com um roteiro pronto, anota aí os lugares que mais nos chamaram atenção: a Catedral de Santa Maria e São Julião, a ponte de San Pablo, a Torre Mangana e o Mesón Casas Colgadas (restaurante que funciona em um prédio lindo do século XVIII e serve um  cordeiro assado delicioso!).

Ah! Para quem vai fazer mais do que um bate volta, indicamos também o Parador de Cuenca, um hotel lindo e histórico, localizado dentro de um antigo mosteiro do século XVI, que oferece suítes com vistas para as montanhas e a cidade medieval, além de uma boa piscina ao ar livre.

Agora você já sabe o que fazer na Espanha.

E aí, esse post te ajudou? 

Antes de sair se liga nessa dica importante: em nossa viagem para Espanha, reservamos todos os nossos hotéis com o booking.com e recomendamos que você faça o mesmo, já que, por meio desta plataforma, é possível ler as avaliações dos hóspedes anteriores e até cancelar a reserva gratuitamente (na maioria dos hotéis), caso os planos mudem. 

Ainda tem alguma dúvida? Não deixe de enviá-la pelos comentários, ficaremos felizes em te ajudar! 

Você também pode gostar de ler: