Viajar de trem pelos alpes da Nova Zelândia – TranzAlpine
Share

Viajar de trem pelos alpes da Nova Zelândia – TranzAlpine

A viagem de trem (TranzAlpine) que vai de Christchurch a Greymouth (e vice-versa) merece toda a fama que tem de ser uma das mais lindas viagens de trem do mundo!

1235497_464115800370964_115710144_n

Tanto a ida quanto a volta são de cair o queixo!!!

Nem pense em levar um livro ou qualquer outra distração, pois você vai estar vidrado na janela todo o tempo.

Na primavera é mais bonito ainda! Com a chegada da temperatura mais quente e com o início dos degelos nos Alpes, os rios ficam mais fortes e cachoeiras despontam em muitas vertentes de morros. Nos jardins, as flores começam a abrir e as cores e o cenário são espetaculares. A temperatura é muito parecida com a do Outono, e apesar de um pouco frio de manha cedo, com o correr do dia fica bastante agradável.

Nômades Digitais – Trans Alpine

Nômades Digitais – Trans Alpine

Embarcamos no trem em Christchurch às 8.15, com previsão de chegada a Greymouth às 12:45.

A jornada tem 223 Km, passa por 16 túneis e 5 viadutos, sendo o mais alto com 73 metros de arrepio puro. O trem vai pelas encostas das montanhas, com os picos nevados ao redor, e depois entra num vale, onde embaixo um rio cristalino reflete as tonalidades da paisagem.

Mesmo com chuva, a vista é de chorar !!!

Nômades Digitais – Trans Alpine 2

Os trens são confortáveis e limpos.  A comida servida não é muito cara (de 10 a 14 dólares), apesar de meio sem graça, com gosto de comida de avião.

Há um vagão aberto para ter uma visão melhor e tirar fotos. Passamos boa parte do tempo lá!

Os passageiros recebem fones de ouvidos no qual podem ouvir sobre a história de alguns lugares por onde o trem passa.

Um pouco após a metade do trajeto, o trem para e os passageiros têm que embarcar temporariamente num ônibus para a viagem de 14 quilômetros entre Arthur’s Pass e Otira (em ambas as direções). Isso passou a acontecer recentemente como “medida de precaução” por conta de um risco de incêndio no túnel Otira.

1382952_464115917037619_1959221323_n

Mas vale super a pena pois a viagem de ônibus leva até o cume da montanha e rola um visual completamente diferente,  mais selvagem, com cenário de montanha incrível e muitas grandes quedas d’água. O motorista do ônibus fez vários comentários sobre pontos de interesse.

Depois voltamos para o trem e seguimos por mais ou menos 1 hora até chegarmos a Greymouth.

Bom demais! Esta viagem de trem é uma necessidade para aqueles que querem explorar ao máximo os cenários extraordinariamente cênicos da Nova Zelândia.

1069131_464115967037614_163489945_n

 

Bárbara Rocha

Bárbara Rocha

Melhores Momentos da vida - Nômades Digitais at Alcantelado & Rocha
Jornalista e produtora cultural, desistiu de esperar ser rica um dia para ir atrás do sonho de conhecer todos os países do mundo. Fanática por livros, gastronomia, música e filmes. É sócia da agência Alcantelado & Rocha e nômade digital.
Bárbara Rocha

Comentários

comments

Comments

No Comments Yet! You can be first to comment this post!

Write comment

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.