10 Dicas para mulheres viajarem sozinhas pela Nova Zelândia
Share

10 Dicas para mulheres viajarem sozinhas pela Nova Zelândia

Caso esteja pensando em comprar uma passagem e vir sozinha para Nova Zelândia, pode ser que esteja com um pouco de receio. Super normal… Mas não tenha!

Há milhares de mulheres, e algumas ainda meninas de 17, 18 anos, viajando sozinhas por aqui! O país é seguro, os kiwis são amistosos eos costumes locais não estabelecem quaisquer diferença entre mulheres e homens. O assédio sexual por aqui também é seriamente considerado, e a privacidade é muito respeitada, o que torna uma viagem solo mais fácil.

Mas, como em qualquer lugar, é preciso ter certos cuidados. Fizemos uma breve lista com dicas que irão lhe ajudar a curtir ainda mais sua viagem pela Nova Zelândia.

10 Dicas para mulheres que querem viajar sozinhas pela Nova Zelândia

33bda7b049cd6a3ace5b8e0f885118b0

1. Faça a lição de casa

Antes de embarcar, compre um guia e pesquise muito sobre a Nova Zelândia na internet. Informe-se sobre hábitos, questões de etiqueta, costumes e regras de vestuário.

A chave é reunir o máximo de informação possível antes de chegar. Isto irá lhe deixar autoconfiante e acabar com a maior parte dos seus medos, já que quase sempre tememos o que não conhecemos.

Cada cidade da NZ possui um website próprio com informações sobre o que fazer, onde se hospedar, comer, etc. Localize-se, veja onde ficam seus pontos de interesse e, só então, escolha o hotel.

Leia sempre reviews do hotel ou albergue em questão em sites especializados, como o Trip Advisor, para saber exatamente o que a espera. Uma vez, pesquisando um hotel no TripAdvisor, encontrei algumas recamações de mulheres sobre o dono do tal local, que se tornou um pouco abusivo, quando percebeu que elas estavam sozinhas. Não custa nada se resguardar!

2. Invista em conforto

Leve pouca bagagem. Quanto menos melhor!

Além de ser muito mais fácil se movimentar pra lá e pra cá com pouca tralha, acaba sendo econômico também pois as companhias de baixo custo cobram a mais se você precisar despachar a bagagem. Aproveite a chance de exercitar o desapego e aprender a viver com menos!

Os kiwis são descontraídos, relax e não muito ligados na aparência. Entre no clima!

Nada pode arruinar mais rapidamente uma viagem do que pés doloridos. Sapatos feminos são notoriamente ruins para os pés. Escolha um sapato (sem salto, óbvio!) para “bater” e antes de embarcar caminhe bastante com ele para amaciar e para ter certeza de que fez a escolha certa.

O mesmo serve para bolsas, escolha uma que tenha alças que se cruzam no corpo.

A Nova Zelândia tem excelentes lojas de produtos para viagem, que apesar de não serem tão baratas são de ótima qualidade. Se faltar algum item na sua lista, deixe pra comprar na chegada.

Entre moda e conforto, fique com o segundo!

3. Beleza e Artefatos femininos

Faça um ritual de beleza completo antes de deixar o Brasil: unhas, cabelo, depilação, etc.

Na Nova Zelândia esses serviços são caríssimos e muitas vezes não tão bem feitos quanto no Brasil.

A maioria das mulheres na NZ são do tipo fazem sozinhas a maioria dos embelezamentos por causa do preço que esses serviços custam.

Tabela com a média de preços de salão cabelereiro na NZ – (preços variam dependendo do salão e cidade). * Fonte Portal Oceania

[textmarker color=”1181C2″ type=”background color”]Serviços de salão de beleza na NZ[/textmarker]

Corte de cabelo $ 30
Corte e escova $ 65
Permanente $ 75
Pintura $ 80
Foil- luzes $ 90 – 110
Manicure $ 40
Pedicure $ 50
Massagem 30 min $ 55
Depilação meia perna $ 35
Depilação perna inteira $ 55
Depilação Bikine line $30
Depilação Brazilian Wax $ 58
Eletrolize remoção permanente /hora $ 75
Laser Depilação permanente $ 70 – 5 minutos
UPL Depilação permanente $ 90 por tratamento
Obs: depilação Brazilian wax quer dizer total.
4. Siga seus instintos

Se a situação parece ameaçadora, ela provavelmente é! Confie nos seus sentimentos e saia de situações perigosas ou ameaçadoras o mais rápido possível.

É sempre melhor ter um grupos por perto do que estar em algum lugar sozinha, especialmente se este for um lugar que você ainda não conhece.

5. Familiarize-se com trilhas

Se você pretende se aventurar numa trilha, conheça bem o terreno onde vai pisar. Escolha uma trilha popular em vez de uma trilha abandonada, uma que outros turistas também estejam propensos a fazer.

Leve comida suficiente, água, uma capa de chuva ou jaqueta e roupas quentes com você. Saiba quanto tempo leva a trilha. Leve um mapa e uma bússola e saiba como usá-los.

Não se esqueça também de informar a alguém (pode ser o proprietário do lugar onde você está hospedado), sobre onde está indo e quando pretende estar de volta, para que possam dar o alarme caso você não voltar.

No site do Departamento de Conservação é possível obter informações sobre as trilhas mais conhecidas.

6. Não pegue carona

Pegar carona não é mais tão seguro na Nova Zelândia.

Alguns pessoas perderam suas vidas no passado e outras se machucaram bastante. Nós mesmos conhecemos uma menina que foi atacada por um homem enquanto pegava carona e foi seriamente ferida.

O oposto também é verdadeiro: não dê qualquer carona, já que impossível saber apenas pela aparência quem você vai estar carregando no seu carro.

7. Tranque seu carro

A Nova Zelândia transmite uma sensação de segurança pouco experimentada para quem vem de muitos países, então a tendência é relaxar depois de um tempo e deixar de tomar tanto cuidado.

Não relaxe! Tranque sempre seu carro quando estiver saindo para um passeio, ou mesmo quando parar por apenas alguns minutos e estiver a poucos metros do carro.

Apesar de assalto a mão armada ser raridade por aqui, arrombamento de carros é um tanto comum. Nunca deixe objetos de valor em seu carro. Nós já tivemos nosso carro arrombado duas vezes em Christchurch, e olha que estávamos com todas as cortinas fechadas e não dava pra ver nada dentro.

tumblr_mwt7pvB3pC1qim9alo1_500
8. Conheça as distâncias de um destino a outro

Algumas regiões da Nova Zelândia são tão remotas, que você vai andar quilômetros e quilômetros sem encontrar outro carro, posto de gasolina, ou até mesmo uma casa. É o caso da Costa Oeste da Ilha Sul, por exemplo.

Então se você já sabe que a viagem vai ser longa, informe-se antes sobre as distâncias entre os postos de gasolina e encha o tanque antes a cada oportunidade.

Se você se perder durante a noite, procure um posto bem iluminado, estude o seu mapa e tente descobrir onde você está. Alugue um carro com GPS ou tenha um celular com um.

9. Diversifique o dinheiro que você está carregando

Não ande apenas com um cartão de crédito ou um cartão de banco, leve sempre também um pouco de dinheiro.

Além disso, informe-se com o seu banco se você poderá usar seus cartões nos caixas eletrônicos da Nova Zelândia, pois nem todos os cartões funcionam nos caixas eletrônicos daqui. Não há nada mais desagradável do que ter suas transações declinadas porque a tecnologia utilizada pelo seu cartão é incompatível com os caixas eletrônicos da NZ.

Deixe um bom dinheiro reservado para imprevistos, cancelamentos etc. E, finalmente, não coloque todo o seu dinheiro em um único lugar.

Capture
10. Esteja ligada no que está acontecendo ao seu redor

Se estiver andando sozinha, fique alerta para qualquer um que possa estar seguindo você. Se você acha que alguém está te seguindo, encontre um lugar público com muita gente, pare de caminhar, e espere que esta pessoa passe por você.

Se alguém atacar você, grite por ajuda. Os Kiwis são muito solícitos e que não têm medo de tomar medidas, se alguém está em perigo.

Em resumo, não tenha medo de vir para a Nova Zelândia sozinha! O país é muito seguro e dificilmente você irá se sentir ameaçada. Enjoy New Zealand!

Bárbara Rocha

Bárbara Rocha

Melhores Momentos da vida - Nômades Digitais at Alcantelado & Rocha
Jornalista e produtora cultural, desistiu de esperar ser rica um dia para ir atrás do sonho de conhecer todos os países do mundo. Fanática por livros, gastronomia, música e filmes. É sócia da agência Alcantelado & Rocha e nômade digital.
Bárbara Rocha

Latest posts by Bárbara Rocha (see all)

Comentários

comments