27/11/2022 Por Bárbara Rocha

Conheça os principais pontos turísticos de Nova York

Se você está planejando uma viagem para Nova York, pode ter a certeza de que você vai se divertir MUITO! A Big Apple é o lar de milhares de restaurantes, centenas de museus, atrações, peças de teatro, belos parques e coisas diferentes para ver e fazer, em todas as épocas e horários – por isso, é conhecida como a cidade que nunca dorme! Mas, com tanto o que fazer em Nova York, por onde começar?

Para te ajudar, compilamos este guia completo, com aquelas atrações que não são negociáveis! Você precisa vê-las, senti-las e experimentá-las pelo menos uma vez… Ainda que isso signifique disputar o espaço com muitos outros turistas! 

Aqui você também encontra dicas de bairros, atrações, bares, baseadas em experiências próprias que tivemos em nossas visitas, além de dicas dos melhores hotéis de Nova York. Confira!

Mas, lembre-se: Você pode passar 100 anos vivendo em NY e nunca vai ter a sensação de ter visto tudo! A graça de Nova York está em passear sem rumo, descobrindo pequenos lugares e locais fora do caminho, que tornam NYC única – nem tudo pode (ou deve) ser planejado. Você não vai se arrepender!

art

6 motivos para viajar para Nova York

durante entardecer, silhueta de estátua da liberdade, atração para quem busca o que fazer em Nova York
Foto: Martin Jernberg no Unsplash
  • Formada por 5 distritos – Manhattan, Staten Island, Queens, Brooklyn e Bronx – bem diferentes, mas todos surpreendentes e únicos, Nova York entrega tanto, que é impossível conhecer tudo em uma única viagem.
  • Nova York é rica em arte, com apresentações em cada esquina, musicais da Broadway, galerias e muita street art, além de alguns dos museus mais importantes do mundo, com exposições de arte, história natural, ciência e cultura dos povos do mundo todo.
  • Por ser tão inspiradora, Nova York recebe gente do mundo inteiro, o que tem grande influência na culinária, que impressiona nos restaurantes e nas barraquinhas de rua. Com certeza, do podrão ao refinado, a comida de NY não vai te decepcionar!
  • A Big Apple é cenário de grandes filmes de Hollywood e, durante uma viagem para Nova York, você vai se deparar com edifícios e paisagens familiares de filmes e séries que já assistiu, como Friends, Uma Noite No Museu, Sex and the City, Madagascar, Esqueceram de Mim e centenas de outros!
  • Misturando edifícios históricos e arranha-céus com parques floridos, bairros exóticos e galerias de arte, Nova York tem um ambiente muito diversificado, energético e movimentado, com atrativos interessantes para todas as idades.
  • Se gosta de compras, você vai se apaixonar pelas ruas de Nova York! São cercadas de lojas de todos os tipos, onde você vai encontrar de tudo, desde eletrônicos e discos, até doces e brinquedos. Isso sem mencionar as marcas mais conhecidas e influentes do mundo!

Onde fica Nova York

A cidade de Nova York está localizada no estado de mesmo nome, na costa atlântica do nordeste dos Estados Unidos. 

Do Brasil, a partir do Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos, um dos maiores do mundo, é possível realizar uma viagem para Nova York sem conexões.

O que fazer em Nova York: confira as principais atrações da Big Apple

1. Visite o Empire State Building

durante entardecer, vista aérea de arranha-céu em estilo art-deco, rodeado de prédios
Foto: Kit Suman no Unsplash

Você já deve ter visto a icônica cena do King Kong no topo de um arranha-céu em Nova York, certo? Esse edifício é o Empire State Building! Fundado em 1931, ele já serviu de cenário para centenas de filmes e não pode faltar no seu roteiro Nova York. 

Em estilo art-déco, o prédio é um clássico e marco da cidade, e abriga diversas exposições, além de dois observatórios de 360º – no 86º andar e 102º andar – com vistas incríveis, onde os turistas podem vislumbrar alguns dos locais mais famosos da cidade, como o Central Park, a Brooklyn Bridge e a Times Square. Sem dúvidas, um dos principais pontos turísticos de Nova York!

Dica extra

Por ser uma dos pontos turísticos de Nova York mais disputados, você pode passar horas na fila para conseguir acessá-lo. Para evitar esse perrengue, indicamos reservar com antecedência o seu ingresso pelo Get Your Guide, basta escolher a opção “ingresso expresso sem nenhuma fil”, e você terá passe livre. 

Apesar de mais caro, vale a pena se você não quer perder tempo. Também dá para escolher um ingresso sem fila para o pôr do sol, o horário mais concorrido e mais bacana para aproveitar a vista.

  • Horário de funcionamento: todos os dias das 10h às 22h.
  • Endereço: 20 W 34th Street, NY 10001 – New York EUA
  • Preço: a partir de US$47 para adultos, US$38 para crianças de 6 a 12 anos e US$42 para idosos +62 anos.

2. Veja de perto a Estátua da Liberdade

durante dia nublado, estátua verde-azulada em frente ao mar
Foto: Gautam Krishnan no Unsplash

Localizada na Liberty Island, a Estátua da Liberdade é um dos mais importantes símbolos do destino e, portanto, merece entrar na sua lista de o que fazer em Nova York.

O emblemático monumento de 93 metros de altura, instalado em 1886, foi um presente da França aos Estados Unidos. Da sua ilha, é possível ter uma vista panorâmica de Nova York, Nova Jersey e Ellis Island, além de conhecer a história da construção, visitar o Liberty Island Museum e o observatório que fica na coroa da estátua!

Para chegar à Ilha Liberty e ver todas essas maravilhas de perto, basta reservar o ”Nova York: Estátua da Liberdade e Ellis Island com Ferry”.

  • Horário de funcionamento: todos os dias, das 8h30 às 16h.
  • Endereço: Liberty Island Park, Liberty Island, NY 10004 – New York EUA.
  • Preço: US$31 para adultos, US$19 para crianças de 4 a 12 anos e US$25 para idosos +62 anos.

3. Caminhe pelo Central Park

durante o dia árvores ao redor de lago em central park, um dos pontos turísticos de Nova York
Foto: Hector Argello Canals no Unsplash

Como você já deve saber, Nova York tem dezenas de parques incríveis, mas nenhum é como o Central Park, que é nada mais nada menos que a terceira atração turística mais popular do mundo!

O motivo de tanta fama não é à toa! Este retângulo incrível de verde no centro da cidade, que já foi cenário de diversos filmes de Hollywood, abriga, em seus mais de 340 hectares, diversos bosques, gramados, áreas de lazer, lagoas artificiais, fontes, pontes, pistas de patinação, playgrounds, e eventos que acontecem o ano todo!

Ainda tem mais! As famílias que buscam o que fazer em Nova York com crianças adoram visitar o Central Park Zoo (o zoológico de Madagascar!), o famoso jardim Strawberry Fields, o Belvedere Castle e o Central Park Conservatory Garden. 

Quem visitar o local, também costuma visitar o Guggenheim Museum e o Memorial dos Beatles, em frente ao Edifício Dakota, onde John Lennon viveu e foi assassinado. 

Diante de tudo isso, vale dizer mais uma vez: passear pelo Central Park é uma atividade que vai estar na programação de 10 entre 10 turistas que visitam Nova York, e que vale a pena! Leve comidas e bebidas para fazer um piquenique e aproveite!

  • Horário de funcionamento: todos os dias da semana, das 6h à 0h.
  • Endereço: Central Park, NY 10022 – Manhattan – Nova York, EUA.

4. Visite alguns dos melhores museus do mundo

durante o dia, piscinas quadradas rodeada de árvores e prédios
Foto: Axel Houmadi no Unsplash
Metropolitan Museum (MET)

Fundado em 1870, o Metropolitan Museum, também conhecido como MET, é frequentemente considerado o melhor museu da cidade de Nova York e não é difícil entender o porquê.

Com mais de 2 milhões de peças, espalhadas em 400 galerias, com itens de diversas épocas e civilizações, o Met é um dos mais impressionantes e renomados museus do mundo. Para você ter uma ideia, quase sempre ele está no top 5 de museus mais visitados do planeta!

Como é impossível ver tudo em um dia, nossa dica é se programar, antes de ir, para ver as exposições que mais te interessam. A boa notícia é que o ingresso do MET dá direito a visitar o museu por 3 dias consecutivos.

  • Horário de funcionamento: Quinta à terça, das 10h às 17h. Exceto às sextas e sábados, quando fecha às 21h.
  • Endereço:1000 5th Ave, NY 10028 – Nova York EUA.
  • Preço: Até 12 anos gratuito | +12 anos $30 | +65 anos $22
Museu de Arte Moderna (MoMA)

Mais conhecido como MoMA, o Museu de Arte Moderna, inaugurado em 1929, é um dos mais famosos do mundo e guarda mais de 150 mil objetos (incluindo fotografias, pinturas, esculturas, desenhos, esculturas), além de uma livraria com cerca de 300 mil livros.

Os grandes destaques são a “Noite Estrelada”, de Van Gogh, “A Persistência da Memória” de Salvador Dalí, e “Mulher no Espelho” de Pablo Picasso. Mas o museu é bem variado e você também vai poder ver exibições de filmes e até uma exposição de automóveis antigos, que inclui o clássico fusca. 

  • Horário de funcionamento: Segunda a sexta das 10h30 às 17h30. Sábado das 10h às 19h.
  • Endereço: 11 W 53rd St, New York, NY 10019. 
  • Preço: Até 16 anos gratuito | +16 anos $ 25 | +65 anos $ 18 | estudantes $ 14.
pessoas observando esculturas egípcias em um dos museus em nova york
Foto: Alex Simpson no Unsplash
Guggenheim

Com uma arquitetura diferente, que parece um espiral e rende fotos bacanas em diversos espaços, o Guggenheim possui uma coleção permanente com obras de Claude Monet, Pablo Picasso e Vincent van Gogh, por exemplo, e recebe diversas exposições temporárias – dê uma olhada na programação antes da sua viagem para Nova York.

  • Horário de funcionamento: Quarta a domingo das 11h às 18h.
  • Endereço: 1071 5th Ave, New York, NY 10128.
  • Preço: Até 12 anos gratuito | +12 anos $ 25 | +65 anos e estudantes $ 18.

Dica extra:

Toda segunda-feira, a partir das 12h, pelo site do Guggenheim é possível reservar um ingresso Pay What You Wish, ou seja, para pagar o quanto você quiser, e acessar o museu em um sábado das 18h às 20h. Mas essa opção sempre esgota rapidamente!

5. Caminhe pela Times Square

durante a noite, carros e pessoas passando em rua rodeada por letreiros luminosos em times square
Foto: Florian Wehde no Unsplash

Nenhuma lista de o que fazer em Nova York estaria completa sem uma visita a Times Square, sem dúvidas, uma das atrações mais marcantes de turismo em Nova York!

Localizada no cruzamento entre a Broadway e a Sétima Avenida, a área, sempre movimentada, é cercada de letreiros luminosos, edifícios incríveis e uma enorme variedade de lojas de marcas e restaurantes badalados para curtir a noite em Nova York. 

Caminhe sem pressa com os olhos atentos, faça uma pausa para observar as performances artísticas, compre algo para lembrar da cidade e recarregue as energias comendo algo. Com certeza, você vai se encantar com as luzes e agito deste lugar!

Estando na região, aproveite para explorar outras atrações por perto, como o Madame Tussauds Wax Museum, o Ripley’s Believe It or Not! Museum e o Radio City Music Hall.

  • Endereço: Times Square, NY 10036 – Manhattan – Nova York EUA

Dica extra: 

Além da Times Square, destacam-se, entre as ótimas opções de lugares para fazer compras em Nova York, a Madison Avenue e a Quinta Avenida, onde você vai encontrar lojas da Disney, da M&M’s, da Lego, Apple, Dolce and Gabbana, Prada, Forever 21 e Nike, só para citar alguns exemplos.

6. Visite Wall Street

durante o dia, bandeiras dos estados unidos em frente a prédio com estilo romano
Foto: Aditya Vyas no Unsplash

Cenário de diversos filmes e séries, Wall Street é um centro financeiro de Nova York famoso mundialmente, que já fez muita história!

Sempre frequentado por executivos e poderosos, essa rua reúne algumas das mais importantes empresas financeiras do planeta e a Bolsa de Valores de Nova York, assim como ótimos atrativos para visitar durante sua viagem para Nova York.

Entre eles, destaca-se o The Charging Bull, uma enorme escultura em bronze de um touro que representa a força e poder financeiro de Wall Street. Reza a lenda que tocar nos testículos, focinho ou chifre do touro traz sorte e dinheiro! Não custa tentar, né?

Além do touro de bronze, você pode conhecer a Trinity Church, curtir o happy hour na Stone Street, visitar o Federal Hall – a primeira “Casa Branca” dos Estados Unidos – e a estátua de uma valente menininha, chamada de The Fearless Girl, em frente ao prédio da bolsa de valores de Nova York. Com certeza, um passeio bem interessante para os dias de turismo em Nova York!

  • Endereço: Wall Street – Manhattan – New York EUA.

7. Visite Chinatown

durante o dia, pessoas caminhando em frente a fachada de restaurantes com letreiro em chineses em rua de chinatown
Foto: Glenn Abelson no Unsplash

Assim como várias cidades dos Estados Unidos, Nova York tem a sua própria Chinatown, formada por imigrantes chineses entre 1840 e 1860.

Ao sair do metrô, você já vai notar que tudo é diferente. Esqueça o clima da Times Square. Aqui os prédios são mais antigos, as ruas não são tão limpas, e os sinais serão em chinês, coreano, e vietnamitaPara alguns, pode parecer caótico e desinteressante, mas a região, que realmente parece um pedacinho da China, deve ser visitada se você quer mergulhar em uma outra cultura. 

Nós a visitamos na nossa viagem para Nova York com um interesse específico: a comida. A área é o sonho de um foodie! Além de visitar os mercados asiáticos que vendem várias especiarias, peixes, ervas e chá, partimos para os restaurantes mais bem-avaliados para provar alguns pratos da culinária asiática. 

O mais conhecido da região é o Wah Fung, espécie de fast food com refeições por cerca de $6-10 (pagamento em dinheiro). A partir das 9h, hora em que abre, já há pessoas esperando para comer as especialidades da casa: pato  e porco assado (achamos o de porco melhor). Ficamos cerca de 20 minutos na fila, mas valeu!… Nossa porção veio farta e saiu rapidinho.

Se você prefere algo mais refinado, pode visitar o Shanghai 21, que também forma filas e serve vários pratos típicos. Gostamos do Shanghai lo mein, um macarrão saboroso, dos bolinhos de sopa e do chá de jasmim. 

Também indicamos aproveitar esse dia de passeios em Nova York para visitar o Museu dos chineses na América, gratuito, que conta, através de fotos e artefatos, a história dos chineses nos Estados Unidos.

8. Vá a Little Italy

durante o dia, pessoas caminhando em rua cercado por prédios com tijolos vermelhos
Foto: Louis Colbee no Unsplash

Em uma curta caminhada, você pode pular da China para a Itália, basta visitar a Little Italy, a pequena Itália de Nova York, situada entre o Canal St e a Bowery – trajeto do ônibus turístico da cidade.

Novamente, você vai perceber uma leve mudança no cenário. O bairro colorido, povoado por ítalo-americanos em meados do século XX, é formado por prédios com tijolos vermelhos, a maioria com escadas externas, e muitos restaurantes italianos, com várias mesinhas ao ar livre.

Assim como a região vizinha, a Little Italy é um lugar para chutar o balde da dieta! Nós escolhemos o Paesano, um dos restaurantes mais tradicionais da região, com preços razoáveis, e que serve um carbonara delicioso. Depois, compramos a sobremesa no FIGO Il Gelato Italiano – em nossa opinião, o melhor sorvete da Big Apple! São vários sabores, mas recomendo o de pistache – não deixe de provar em sua viagem para Nova York!

9. Caminhe pela Fifth Avenue (Quinta Avenida)

durante o dia, placa azul e branca escrito 'fifth ave' e 'west 33rd st' em rua de nova york eua
Foto: Jose Oh no Unsplash

Cenário de diversos filmes e séries, a Fifth Avenue, que corta Manhattan de leste a oeste, é uma das avenidas mais importantes e chiques da região.

Arranha-céus, prédios espelhados, lojas de grife, marcas mundialmente famosas, hotéis de luxo e Starbucks estão por toda parte. Mesmo que você não tenha a intenção de comprar nada, visite-a em sua viagem para Nova York para tirar algumas fotos. 

Agora, se você quer reservar alguns dólares para gastar por aqui, prepare-se! Estão na região a Apple, Gucci, Prada, Louis Vuitton, Zara, Gap e Bvlgari, só para citar alguns exemplos.

10. Faça compras em Nova York

durante o dia, carros e pessoas em frente a loja da apple em rua de nova york eua
Foto: Emanuel Ekstrem no Unsplash

Apesar do dólar não estar nada atrativo, é difícil resistir às compras ao fazer turismo em Nova York. A dica é reservar um valor para comprar apenas aquilo que você precisa e procurar as lojas relativamente mais baratas da cidade. Algumas que indicamos:

  • B&H Photo Video (420 9th Ave): Para quem trabalha com audiovisual/fotografia ou quer comprar eletrônicos, essa é a melhor loja de Nova York. A variedade é enorme, os atendentes costumam ser super simpáticos (alguns falam português) e eles realizam entrega no hotel.
  • Macy’s (151 W 34th St): A sede da Macy’s, em Nova York, é considerada a maior loja do mundo. Nela, os turistas podem solicitar 10% de desconto (é só mostrar um documento que comprove que você vem de outro país), para comprar de tudo: roupas, maquiagens, calçados, brinquedos, eletrônicos, utensílios para casa e muito mais.
  • SoHo: Essa não é uma loja, e sim uma área cheia de lojas. Imagine longos quarteirões repletos de lojas da moda, cafés fofos e restaurantes famosos. Apple, Forever 21, Puma, Osklen, Victoria’s Secret e Chanel estão por aqui, além de restaurantes que servem pratos do mundo inteiro, como o La Esquina (mexicano), o Arturo’s (italiano) e o Balthazar (francês).
  • Uniqlo (660 5th Ave): Depois da Zara e da H&M, a Uniqlo, do Japão, é a maior rede de fast-fashion do planeta. Há roupas para todas as idades e gostos.
  • Woodbury Premium Outlets (Central Valley): Para voltar da viagem para Nova York com alguns itens novinhos, mas economizar, a dica é visitar esse shopping a céu aberto repleto de outlets de marcas famosas, como Adidas, Victoria’s Secret, Radley, Gucci e Forever 21.

11. Vá ao Chelsea Market, um dos melhores mercados em Nova York

durante dia nublado, fachada preta, com letras em branco escrito 'chelsea market'
Foto: Crystal Jo no Unsplash

O Chelsea Market é um “mercadão” gourmet icônico, com uma variedade incrível de restaurantes e comidas do mundo todo. 

Por muitos anos, o prédio funcionou como fábrica da Nabisco, onde foi inventado o famoso biscoito Oreo. Ainda hoje, com uma arquitetura de tijolos da época, o enorme galpão recebe por ano cerca de 6 milhões de pessoas, que querem visitar suas lojas de acessórios, roupas, flores e decoração, e se perder em seus inúmeros restaurantes!

Nós, como sempre, estávamos focados na parte gastronômica do lugar! São muitas carnes, temperos, mariscos e quitutes – da vontade de provar tudo. 

Indicamos explorar o espaço com calma até encontrar algo que agrade o seu olfato. Gostamos bastante do Lobster Place, restaurante de frutos do mar que tem como carro-chefe a lagosta. Peça o sanduíche de lagosta, que é ótimo e mais simples de comer do que a lagosta inteira! 

Também recomendamos o Friedman’s Lunch, que vende lanches e refeições com uma pegada mais saudável, a Doughnuttery, com mini donuts deliciosos (experimente o de nutella, canela ou caramelo), a  Amy’s Bread que vende pães, bolos, quiches e croissants fresquinhos, e a Berlin Currywurst que serve comida de rua alemã gostosa e ótimas cervejas.

  • Horário de funcionamento: Seg-Sáb, 7h-2h | Domingo 8h-22h.
  • Endereço: 75, 9th Avenue (entre 15th e 16th St.).
  • Como chegar: de metrô – linha A, C, E ou L até a estação 14th Street | de ônibus – pegue o M11 pela Ninth Avenue e desça entre as ruas 15 e 16.

12. Vá ao Radio City Music Hall

durante a noite, carros passando em frente a prédio com fachada iluminada escrito 'radio city'
Foto: Steve Harvey no Unsplash

Inaugurado em 1933, o Radio City Music Hall, já foi considerado o maior teatro indoor do mundo e o palco de lançamento de grandes filmes, incluindo ”O Rei Leão” e ”King Kong”, e premiações famosas, como o Grammy Awards. Além disso, é a casa da The Rockettes, companhia de dança americana.

Para conhecer esse lugar histórico em sua viagem para Nova York, você pode conferir se vai rolar algum show, espetáculo ou musical durante a sua viagem para Nova York. Em 2023, por exemplo, o espaço recebe a cantora Maggie Rogers, o cantor Keshi, um concerto de Senhor dos Anéis e a comediante Heather McMahan. Outra alternativa é agendar uma visita guiada que revela os bastidores do teatro.

13. O que fazer em Nova York: Grand Central Terminal

durante o dia, pessoas caminhando em grande terminal de nova york eua, com teto pintado em azul
Foto: remi zik no Unsplash

Se você já viu Gossip Girls, Glee, Amizade Colorida, Eu Sou a Lenda, Os Vingadores, entre outras séries e filmes famosos, provavelmente conhece o Grand Central Terminal.

O terminal foi construído em 1903 e vai muito além de um lugar onde você pode pegar o metrô. Para começar, ele é considerado um Marco Histórico Nacional. Toda arquitetura é muito bonita – aproveite para tirar muitas fotos -, especialmente o relógio de opala, o teto com pinturas e as estátuas gregas que compõem a fachada.

Por aqui, você também encontra mais de 60 lojas e cerca de 35 restaurantes. Destacam-se o Cipriani Dolci, um restaurante italiano luxuoso, onde você vai poder almoçar enquanto observa o momento da estação, e o Shake Shack, fast food, para quem prefere algo mais prático. 

  • Endereço: 89 E 42nd St (todas as linhas da Metro-North Railroad deixam lá)

14. Vá ao Rockefeller Center e Top of the Rock

durante a noite, vista aérea de prédios e arranha-céus iluminados
Foto: Sven Becker no Unsplash

No coração de Manhatan, o Rockefeller Center é caminho obrigatório para qualquer direção que se tome na cidade. 

Formado por 19 edifícios, com ótimas lojas, cafés, restauranteseste centro comercial ocupa uma grande área, entre as as ruas 48th e 51st, e dá para passar o dia inteiro neste complexo. 

As lojas mais legais, em nossa opinião, são as da Lego, cheia atrativos para os pequenos, da Nintendo, onde dá para jogar os lançamentos da empresa, e a NBC Store

Mas nenhum atrativo se compara ao Top of the Rock, um dos observatórios mais incríveis da cidade. Para você ter ideia, a vista de 360 graus, a 250 metros de altura, de onde se vê todo o Central Park e o Empire State, rendeu ao lugar o título de melhor mirante do mundo pelo TripAdvisor .

Apesar de ser possível visitá-lo de dia,  as luzes à noite tornam a paisagem mais especial, e o passeio pode ser combinado com um jantar no Le Rock, restaurante elegante e romântico.

É também um dos principais pontos turísticos de Nova York no inverno, quando a praça principal do complexo está decorada com uma grande árvore de natal, e possui uma grande pista de patinação.

  • Horário de funcionamento: todos os dias, das 9h às 23h.
  • Endereço: 30 Rockefeller Plaza, NY 10112 – New York EUA.
  • Preço: US$40 para adultos e US$34 para crianças.

15. Participe de uma gravação ou faça um tour temático

telas exibindo cenários de estúdio, durante gravação de programa de tv em nova york eua
Foto: Mike Meeks no Unsplash

Saturday Night Live, The Voice e The Daily Show, são alguns programas de TV famosos gravados em Nova York. O que muita gente não sabe é que a maioria delas oferece ingressos gratuitos para o público participar da gravação.

Para isso, basta acessar o site da NBC, onde você vai encontrar todos os detalhes para participar da plateia de cada show. Como as vagas esgotam rapidamente, e é preciso enviar diversas informações, lembre-se de fazer isso bem antes de sua viagem para Nova York.

Outra alternativa para se sentir parte do universo audiovisual de Nova York, é reservar um tour temático pelos cenários de grandes filmes e séries gravados na cidade. Esses são os que recomendamos:

16. Passe um domingo gospel no Harlem

durante o dia, carros e pessoas passando em frente a grande igreja com tijolos vermelhos
Foto: Jeff Reuben, CC BY-SA 4.0

Para um dia de passeios em Nova York mais tranquilo, vale conhecer Harlem, bairro conhecido por suas diversas igrejas que, cada vez mais, têm atraído os turistas.

Você pode simplesmente explorar a região por conta própria ou reservar um tour guiado, como o ”New York City: Mount Morris Harlem Gospel Tour com Brunch”, onde é possível descobrir detalhes da história dessas igrejas, se emocionar com o Black Gospel Music e visitar um dos restaurantes da região, que servem pratos típicos do sul dos Estados Unidos – o mais procurado é o Sylvia’s, onde as quartas-feiras e domingos, você pode comer ouvindo música gospel ao vivo. 

Nesse dia de passeios em Nova York, recomendamos incluir também esses atrativos em seu roteiro:

  • Apollo Theater: o teatro já recebeu Michael Jackson, Stevie Wonder e Aretha Franklin e todas as quartas é palco do Amateur Night, um show para comediantes, dançarinos, cantores e rappers novatos.
  • Harlem Shake: lanchonete com uma pegada dos anos 50, decorada com várias fotos de celebridades que já lancharam no local.
  • Lee Lee’s Baked Goods: praticamente patrimônio do bairro, essa padaria serve doces fresquinhos (não deixe de provar o rugelaugh, um pão judaico com chocolate).
  • Red Rooster: o restaurante mais famoso do bairro, serve uma comida de dar água na boca (o sanduíche de pássaro crocante é maravilhoso) e vários dias da semana é palco de shows.
  • Universidade Columbia – é possível agendar tour para conhecer o campus e vale visitar no mesmo dia o Morningside Park, um parque agradável ao lado da universidade.

17. Acompanhe o calendário de eventos de Nova York

diversas pessoas em arquibancada de estádio fechado, assistindo a uma partida de hockey, durante a viagem para nova york
Foto: Seth Hoffman no Unsplash

Por ser um dos principais centros turísticos, artísticos e econômicos do planeta, a Big Apple recebe muitos eventos ao longo do ano.

Para participar de algum deles, indicamos verificar no site de NYC se vai rolar algo interessante durante a sua viagem para Nova York. Você pode, por exemplo, conferir uma partida de basquete ou de hockey, um musical ou um show de um artista que você ama!

18. Visitar as locações dos filmes de Woody Allen

durante o dia, pessoas caminhando em frente a loja com fachada vermelha e amarela de carnegie, uma delicatesse
Foto: Leonard J. DeFrancisci, CC BY-SA 4.0

Woody Allen, famoso cineasta, roteirista e ator norte-americano, que nasceu em Nova York, homenageia sua cidade natal em diversos dos seus filmes, incluindo ”Annie Hall”, ”Manhattan”, ”Crimes e pecados” e ”Tiros na Broadway”.

Como somos super fãs do trabalho dele, adicionamos em nosso roteiro várias das locações utilizadas nesses filmes. Se você também é um fã, anote esses lugares em sua lista de o que fazer em Nova York:

  • Teatro Beekman: foi cenário de “Annie Hall”, considerado um dos melhores filmes de  Woody Allen. É nele que a personagem Alvy Singer espera por Annie.
  • St Regis Nova York: aparece no “Hannah e Suas Irmãs”, hotel onde a irmã de Hanna tem um caso com o marido dela.
  • Hotel 17: hotel queridinho dos artistas, é o o local onde encontram um corpo em “Um Misterioso Assassinato em Manhattan”.
  • Riverview Terrace (sob a 59th Street Bridge, no lado leste de Manhattan): onde Woody Allen e Diane Keaton observam o nascer do sol no filme “Manhattan”.
  • Carnegie Delicatessen: a delicatesse mais famosa do mundo aparece em Broadway Danny Rose e costuma ser frequentada por Allen.

O que fazer em Nova York no inverno

Sua viagem para Nova York está programada para o inverno? 

Fique tranquilo(a)! Apesar do frio, a cidade fica incrível nessa estação, e não faltam opções de passeios em Nova York. Confira algumas das melhores:

19. Passe o Natal em Nova York

durante a noite, grandes bolas vermelhas de natal, decorando rua de nova york eua
Foto: Jay Joshi no Unsplash

Provavelmente, você já viu um filme de natal em Nova York, certo? Esse é um clássico cenário nos cinemas porque a cidade na época de natal é realmente mágica!  

Bem antes da festa, a energia natalina única toma conta da decoração e muitas atrações especiais surgem, como a Árvore do Rockefeller Center, as pistas de patinação no gelo (mais sobre isso a seguir!) e musicais natalinos.

Portanto, se você busca o que fazer em Nova York no inverno, não deixe de curtir essas atrações, além de caminhar para observar as casinhas decoradas no Brooklyn e as luzes de natal na Fifth Avenue. Com certeza, aproveitar o clima de confraternização e o espetáculo natalino na metrópole com toda a família vai ser uma experiência inesquecível!

20. Patine no gelo

durante a noite, pessoas patindo em pista de patinação de gelo, decorada com grande árvore de natal
Foto: Johnell Pannell no Unsplash

De outubro até abril, a Big Apple recebe diversas pistas de gelo, onde pessoas de todas as idades se reúnem para patinar.

Então, ao planejar o que fazer em Nova York no inverno faça como os nova-iorquinos: pegue um bom casaco e vá se divertir. Para isso, basta anotar algumas das melhores pistas de patinação da cidade:

  • Rockefeller Center: com a chegada do inverno, este que é um dos pontos turísticos de Nova York mais famosos fica ainda mais cheio, já que recebe um rinque de patinação com capacidade para 150 pessoas. Preço: cerca de $15 para crianças e $25 para adultos | aluguel de patins $13.
  • Bryant Park Winter Village: situado em um complexo com diversos cafés, lojas e restaurantes, essa pista é enorme, e melhor para quem quer mais espaço para se divertir durante a viagem para Nova York no inverno. Preço: a entrada é gratuita, mas o aluguel de patins custa entre $18 – $48.
  • Wollman Rink: localizada no famoso Central Park, essa pista espaçosa já foi cenário de vários filmes e é perfeita para patinar com um belo visual, formado por muitas árvores. Preço: $10 para as crianças e $15 para adultos | aluguel de patins $10.

O que fazer em Nova York à noite

21. Assista a um espetáculo da Broadway

durante a noite, carros e pessoas passando em frente ao teatro, onde há no letreiro anúncio de espetáculo da broadway de richard rodgers
Foto: Sudan Ouyang no Unsplash

Sua viagem para Nova York também não vai estar completa sem apreciar um dos espetáculos da Broadway

Com mais de 30 palcos de teatros, a Broadway tem apresentações todos os dias, algumas tão prestigiadas que estão em exibição há anos – e até mesmo décadas – e são conhecidas mundialmente. 

Alguns dos espetáculos mais famosos são O Rei Leão, O Fantasma da Ópera, Mama Mia!, Chicago e Aladdin. Não deixe de incluir uma dessas opções na sua lista de o que fazer em Nova York a noite! 

Dica extra: 

Devido a grande procura, as exibições se esgotam rápido, por isso, compre seus ingressos com antecedência. Todos os musicais em cartaz podem ser vistos e reservados no site oficial da Broadway.

Se quiser economizar na viagem para Nova York, pode comprar ingressos de última hora no quiosque da TKTS (Broadway at, W 47th St), onde sempre são vendidas entradas com desconto para os shows do dia. Quem se considera sortudo(a), também pode tentar um desconto na Loteria de ingressos da Broadway. É simples: você compra um bilhete no site do Nytix e recebe o direito de comprar ingressos com desconto, mas não dá para escolher qual!

Outra alternativa é garantir (com direito a cancelamento grátis com até 24 horas de antecedência) um ingresso pelo GetYourGuide, que oferece as seguintes opções: ”Nova Iorque: Ingressos para o Musical Aladdin na Broadway”; ”Nova Iorque: Ingresso p/ “O Rei Leão” na Broadway” e ”Nova Iorque: Ingressos “O Fantasma da Ópera” na Broadway”.

22. …E também a um espetáculo off Broadway

durante o dia, vista de baixo para cima de grande prédio branco
Foto: Caroline Hernandez no Unsplash

Se você quer ir além dos clássicos, a dica é conferir um dos shows off-broadway em sua viagem para Nova York. 

Enquanto os espetáculos da Broadway são produções famosas, como Mamma Mia! e O Rei Leão, os off-Broadway são produções mais econômicas, realizadas em teatros menores e, geralmente, fora da Broadway District.

Anote algumas das 3 mais populares:

  • Fuerza Bruta (Daryl Roth Theatre): Com muita música e performances impressionantes que deixam qualquer um de queixo caído, o Fuerza Bruta é um espetáculo que nem mesmo os participantes ficam parados. Vá com sapato confortável, pois você vai ficar em pé (não há cadeiras) e, provavelmente, vai dançar muito.
  • Blue Man Group (Astor Place Theatre): Formado por 3 integrantes que sempre estão cobertos por uma tinta azul e vestem roupas pretas, esse show mistura arte, comédia e muita música, e é um dos mais vistos do mundo.
  • Stomp (Orpheum Theater): O Stomp, é um espetáculo criativo realizado por um grupo que mistura pneus, folhas de jornal, vassouras, latas de lixo, caixas de fósforo… e muitos outros objetos do cotidiano, para criar músicas – que surpreendentemente saem muito boas.

Confira outras opções de show off broadway no site do New York City Theatre.

23. Dance no Greenwich Village, o bairro de "Friends".

durante o dia, árvores em frente a prédio bege, com diversos andares e escadas externas
Foto: Rob Young from United Kingdom, CC BY 2.0

Conhecido por ser o berço da contracultura na década de 60 e palco da concentração de movimentos pelos direitos homossexuais, Greenwich Village é um bairro jovem e muito badalado em Nova York, que concentra diversos clubes de jazz e bares gays que podem ser uma alternativa para curtir a noite e dançar muito. 

Os lugares mais famosos são o Village Vanguard, um clube de jazz tradicional, sempre palco de ótimos shows, o Bar Stonewall Inn, bar que deu o ponto de partida para a maior revolução LGBT em Nova York, e o Blue Note, onde também rolam apresentações de jazz e são servidos vários petiscos americanos.

Além disso, se você é fã de Friends – a série que mostra a vida dos amigos Chandler, Joey, Ross, Phoebe, Rachel e Monica -, Greenwich Village deve estar no topo da sua lista de o que fazer em Nova York. 

É aqui que está o famoso edifício que serviu como cenário externo para a série, sinalizado no Google Maps como “Friends Apartment Building” (90 Bedford St). Apesar de não ser possível entrar no local, todos os dias, turistas passam por lá para tirar uma foto com a fachada e dar uma lida nos vários recadinhos deixados pelos fãs na parede do edifício.

24. Curta um show de Jazz.

mão de pessoa segurando trompete dourado em clube, atrativo para quem busca o que fazer em nova york a noite
Foto: Chris Bair no Unsplash

Falando em jazz… é imperdível conhecer uma das casas desse estilo musical em sua viagem para Nova York. Há várias alternativas espalhadas pela cidade, especialmente no Harlem, mas, para facilitar, já separamos as melhores alternativas para você:

  • Minton’s Playhouse (206 W 118th St): localizado no Harlem, o Minton’s foi criado por Henry Milton, saxofonista, em 1938. A estrutura é intimista, romântica e, além de boa música, você pode aproveitar várias comidas e bebidas.
  • The Django (Roxy Hotel): inspirado nas boates de Paris, o The Django é um clube famoso por seus shows ao vivo e coquetéis artesanais – é preciso reservar com antecedência, pois o lugar é disputado.
  • Jazz At Lincoln Center: parte do Lincoln Center, esse é um dos maiores clubes de jazz de Nova York. São várias salas, algumas com vista para o Central Park, que recebem artistas do mundo inteiro.

Sugestões de tour:

O que fazer em Nova York com crianças

25. Caminhe pela ponte de Brooklyn

durante anoitecer, grande ponte branca sobre o mar
Foto: Alexander Rotker no Unsplash

Um passeio bem bacana para quem busca o que fazer em Nova York com crianças – e quer conhecer outros distritos da cidade além de Manhattan – é passear pela Brooklyn Bridge.

Ligada aos dois distritos por cima do East River, essa é uma das pontes mais antigas da cidade e sua passarela, para pedestres e ciclistas, proporciona vistas espetaculares de Nova York.

Especialmente para os pequenos, não só a  icônica ponte é uma ótima programação, como também a Brooklyn Bridge Park, um parque embaixo da ponte, onde as crianças podem andar no carrossel construído em 1922, o Jane’s Carousel, e toda família caminhar e fazer um piquenique às margens do East River.

Atravesse a ponte, para visitar o Down Under Manhattan Bridge Overpass, mais conhecido como D.U.M.B.O, região moderna, mas cheia de história, cheia de fábricas antigas, ótimos restaurantes, galerias de arte e uma paisagem incrível para Manhattan. Vale a pena o passeio ao viajar para Nova York!

26. Visite o American Museum of Natural History

réplica de T-REX enorme em hall de museu, atrativo para quem busca o que fazer em nova york com crianças
Foto: Vyas no Unsplash

Ao planejar o que fazer em Nova York com crianças, o American Museum of Natural History também é parada obrigatória.

Além de ser um lugar surpreendente e muito interessante, com uma das coleções mais completas do mundo, ele foi o cenário do famoso filme “Uma Noite No Museu”, em que as peças do espaço ganham vida à noite! 

Só de imaginar que esse é o museu que “ganha vida” os pequenos ficam encantados, mas o Museu Americano de História Natural também surpreende com 5 pavilhões cheios de história que ensinam muito para os adultos e as crianças. 

Logo na entrada do imponente edifício de arquitetura clássica, uma enorme representação do T-Rex dá as boas-vindas aos visitantes. Tire algumas fotos, antes de seguir para os outros andares e ver de perto os meteoritos, pedras preciosas, animais empalhados e a mais vasta coleção de fósseis do mundo. Tente ir com calma para aproveitar bastante esse que é um dos mais imperdíveis pontos turísticos de Nova York.

  • Horário de funcionamento: todos os dias, de 10h às 17:30h.
  • Endereço: 200 Central Park West, NY 10024 – New York EUA.
  • Preço: US$28 para adultos e US$16 para crianças de 3 a 12 anos.

27. Passar um dia de sol em Coney Island

durante dia, pessoas caminhando ao redor de roda-gigante de parque de diversões
Foto: Andy Orin no Unsplash

Para escapar um pouco de Manhattan, vale reservar um dia de passeios em Nova York para Coney Island, distrito de Brooklyn que abriga uma praia, um píer e o Luna Park, um parque de diversões cheio de atrativos.

Aproveite para caminhar sem pressa, observar o mar, se divertir nas montanhas-russas e comer um delicioso cachorro-quente na primeira unidade do Nathan’s, o hot dog mais tradicional da cidade!

Onde ficar em Nova York: dicas de hotéis em NY

mesa, cadeira, poltronas e cama de casal em suíte de um dos hotéis em nova york eua
Foto divulgação: The Plaza

Se é a sua primeira vez na Big Apple, Manhattan deve ser a sua escolha de onde ficar em Nova York.

É nessa região que estão o Empire State Building, a Estátua da Liberdade, o Central Park, a Times Square, a Broadway…ou seja, os principais pontos turísticos de Nova York. No entanto, é bom saber que os preços dos hotéis por aqui são salgados! É bem difícil encontrar uma opção realmente econômica.

Por outro lado, se você já fez turismo em Nova York e quer ver outro lado da cidade, e também não se incomoda em perder um tempinho no metrô para visitar as atrações, Brooklyn pode ser uma boa alternativa.

Para saber mais detalhes da divisão da cidade, leia nosso guia sobre onde ficar em Nova York. Já para conhecer opções de hotéis bem localizados e avaliados, é só ler as dicas abaixo: 

  • Hotéis em Nova York 5 estrelas: se você quer passar seus dias na Big Apple com muito luxo e conforto, o The Plaza, é uma ótima pedida ao viajar para Nova York! Fica ao lado do Central Park e oferece acomodações modernas e elegantes, além de bares, restaurantes e uma paisagem incrível da cidade. Outra alternativa de luxo em Nova York é o The Peninsula New York,  elogiado por seu atendimento excepcional, decoração elegante, e cobertura com restaurante, spa e piscina coberta.
  • Hotéis em Nova York perto do Central Park: bem no coração da cidade, o Park Lane New York é um hotel de luxo em Nova York com estilo europeu, quartos espaçosos, restaurantes, rooftop e equipe atenciosa – sem contar a vista incrível para o Central Park! O Hotel Elysee by Library Hotel Collection, por sua vez, é charmoso e tem decoração temática inspirada em bibliotecas americanas tradicionais! Além de tranquilo, as acomodações são aconchegantes, e há ambientes para leitura e um restaurante. Na mesma área, indicamos o The Pierre, A Taj Hotel, New York, um 5 estrelas requintado e clássico, com bela vista do Central Park, espaços agradáveis, restaurante e áreas de lazer para crianças.
  • Hotéis em Nova York baratos: para economizar na viagem para Nova York, sem abrir mão do conforto, fique no MADE Hotel, hotel em NY que mistura o rústico ao moderno e tem ótimas instalações. Oferece café da manhã americano, um bar, coffee shop, e um ótimo atendimento. Outro hostel queridinho é o HI NYC Hostel, com dormitórios, salas de jogos, cozinha compartilhada e ambiente descontraído. Já o Riu Plaza Manhattan Times Square, com um ótimo custo-benefício, é bastante elogiado pela localização – ao lado da Times Square – por seu belo terraço, café da manhã, academia, quartos confortáveis e um ótimo restaurante.

Onde comer em Nova York: restaurantes e outras gostosuras

durante o dia, fachada branca, verde e amarela de nathan's, um dos restaurantes em nova york
Foto: Paulo Silva no Unsplash
  • Rizzo’s Pizza: umas das marcas registradas de Nova York, definitivamente, é a pizza, que encontra em quase toda esquina! Uma das mais populares é a da Rizzo ‘s Pizza, fundada em 1959! Realmente, é uma das melhores que já provamos!
  • Carbone: sempre frequentado pelas celebridades, esse restaurante italiano serve pratos de dar água na boca. Indicamos provar o spicy rigatoni vodka em sua viagem para Nova York.
  • Eataly: o Eataly é um mercado ideal para tomar um café, experimentar uns petiscos, tomar uma cerveja gelada, um bom vinho ou simplesmente saborear um sorvete em qualquer um dos dias de passeios em Nova York.
  • Time Out Market New York: esse complexo de restaurantes em Nova York abriga opções para todos os gostos. A dica é pegar uma mesinha ao livre para aproveitar a vista para o East River!
  • 5 Napkin Burger: restaurante em Nova York com sanduíches de carne muuuuito gostosos, e batata frita doce que é um espetáculo!
  • Ellen Stardust Dinner: Além da decoração dos anos 50 e dos hambúrgueres deliciosos, aqui rolam apresentações com garçons cantores que, muitas vezes, são, inclusive, convidados por olheiros para espetáculos da Broadway!
  • Antoya BBQ: com uma estrela Michelin, essa churrascaria coreana é considerada um dos melhores restaurantes em Nova York por suas carnes excelentes preparadas e servidas na hora com vegetais apimentados. O lugar é agradável, delicioso e muito elegante.
panqueca com cranberry, dentro de prato branco e rosa em um dos restaurantes em nova york
Foto: Jaqueline Pelzer no Unsplash
  • Whole Foods Market: se você quer preparar suas próprias refeições durante a viagem para Nova York, não deixe de passar nesse mercado. Por lá você encontra vários produtos fresquinhos, mas também restaurantes que servem pratos mais saudáveis.
  • Nathan’s Famous: quem prefere fazer como os nova-iorquinos, pode apostar nos hot dogs do Nathan’s, o mais famoso (e melhor) cachorro-quente da cidade. Você pode ficar no tradicional (pão e salsicha), mas eu indico experimentar o que vem com chilli, topping de carne angus, queijo americano e cebola caramelizada.
  • Serendipity: se você, assim como eu, ama um docinho, se perca na Serendipity. É difícil escolher uma coisa só: tem cheesecake, waffles belgas, algodão doce de chocolate branco… mas o imperdível mesmo é o Frozen Hot Chocolate, conhecido mundialmente.
  • Bubby’s: o melhor café da manhã de sua viagem para Nova York, certamente, vai ser no Bubby’s, restaurante que serve as melhores panquecas e tortas da cidade!
  • Le Coucou: este restaurante francês com um clima intimista é ideal para um jantar romântico. Nossa dica é pedir o linguado ou a lagosta como prato principal e a marjolaine para sobremesa!
  • Halal Guys: em vários cantos da cidade, você vai encontrar pessoas na fila para comer nesses carrinhos amarelos que servem uma comida fresca e barata, em marmitas bem servidas (cerca de $7 – $9). A maioria, vem basicamente com arroz, carne e alface – o que faz lembrar bastante a comida brasileira.
  • Levain Bakery:  melhor cookie de Nova York (talvez do mundo!)! Possui 3 lojas em Nova York, uma em Upper West Side (na 74th St com a Broadway Av.), uma no Harlem e outra no Hamptons. É um cookie gordinho, super macio e com muito chocolate derretido dentro! Maravilhoso!

O que fazer em Nova York em 4 dias: sugestão de roteiro

durante entardecer, prédios e arranha-céus em nova york eua
Foto: Colton Duke no Unsplash

O que fazer em Nova York – Dia 1

Manhã: Comece o roteiro visitando um dos principais pontos turísticos de Nova York – o Central Park. É grátis, há muitos caminhos para explorar e, como se estende por mais de 50 quarteirões, é fácil passar horas vagando. Tire muitas fotos, visite o zoológico, caminhe pelas pontes, aprecie as apresentações e curta a paisagem. 

Tarde: Siga para o Metropolitan Museum of Art, um dos maiores museus do mundo. Em seguida, atravesse o parque até o Museu Americano de História Natural, outro museu que requer tempo. Confira, entre outras, a exposição sobre a origem dos humanos, assim como da seção sobre o espaço.

Noite: Para finalizar o primeiro dia de passeios em Nova York, passeie pela Times Square, jante no Ellen Stardust Dinner e descanse para o próximo dia.

O que fazer em Nova York – Dia 2

Manhã: Que tal começar o segundo dia da viagem para Nova York visitando a emblemática Estátua da Liberdade? Vá de barco à Liberty Island e desfrute da paisagem. Vá cedo para evitar as filas. 

Em seguida, caminhe pela Wall Street, que fica perto de onde saem os barcos, e confira o Federal Hall, um edifício histórico da época colonial, além da Trinity Church, uma das igrejas mais antigas da América. 

Tarde: Almoce no Chelsea Market e conheça o 9/11 Memorial and Museum. Aproveite o final da tarde desse dia de passeios em Nova York para assistir o pôr do sol do Empire State Building. 

Noite: Termine seu dia com um show da Broadway, depois desfrute de uma boa comida e dos bares animados no distrito de Hell’s Kitchen nas proximidades (sugiro comer comida tailandesa no Wondee Siam).

O que fazer em Nova York – Dia 3

Manhã: No terceiro dia de passeios em Nova York, faça uma caminhada pela Brooklyn Bridge e, quando estiver do outro lado da ponte, conheça o D.U.M.B.O. e o Brooklyn Bridge Park. 

Tarde: Após o almoço, explore a Quinta Avenida e compre algo para lembrar de seus passeios em Nova York.

Noite: Para fechar o dia com chave de ouro, inclua uma visita ao Rockfeller (especialmente se for Natal) e desfrute de uma bela paisagem das luzes da cidade, ao anoitecer!

O que fazer em Nova York – Dia 4

Manhã: Para começar o último dia da viagem para Nova York comendo muito bem, tome um café da manhã americano clássico no Bubby ‘s, antes de explorar SoHo para bater perna. 

Tarde: De lá, a dica é partir para Chinatown. Você verá muitos sinais em chinês, coreano, e vietnamita, além de mercados asiáticos e restaurantes deliciosos e baratos. Visite o Museu dos chineses na América, entre nas lojinhas e coma no Wah Fung, o melhor fast food do bairro.

Aproveite que está na região e dê um pulinho na Little Italy. Tire muitas fotos com os prédios de tijolos vermelhos e tome um sorvete de pistache no FIGO Il Gelato Italiano.

Noite: Para finalizar o último dia de passeios em Nova York, curta um show de jazz na Minton’s Playhouse.

Quantos dias ficar em Nova York

durante o dia, vista aérea de diversos prédios e arranha-céus
Foto: Todd Quackenbush no Unsplash

Como deu para ver, o turismo em Nova York é recheado de opções!

Por isso, nossa sugestão é ficar no mínimo 6 ou 7 dias em Nova York. 

Com esse tempo, você já consegue aproveitar as principais áreas com calma … Mas não se iluda: não vai ser o suficiente para ver tudo!

Caso não tenha todo esse tempo, você consegue curtir Nova York com um roteiro mais curtinho. 

Em 3 dias, por exemplo, dá para fazer um “batidão” entre os pontos turísticos de Nova York imperdíveis, curtir a energia vibrante da cidade, se sentir dentro dos grandes filmes ambientados na Big Apple… E ficar com gostinho de quero mais!

Como circular em Nova York

Nova York é uma cidade imensa com alternativas de turismo em todas as regiões, por isso, é essencial que você saiba como se deslocar.

Felizmente, em seus passeios em Nova York, você vai poder contar com ônibus, balsas e, especialmente, linhas de metrô, o transporte favorito dos nova-iorquinos, e que funciona otimamente bem!

Além do famoso Subway, você pode pegar um dia icônicos táxis amarelos que rodeiam a cidade dia e noite. Eles estão sempre presentes, mas talvez você precise disputar com um executivo às pressas, como vemos nos filmes. 

Se isso acontecer, peça um Uber ou um Lyft (aplicativo de transporte similar)… Ambos funcionam bem e são muito utilizados em NY.

Quando ir para Nova York

durante o dia, neve cobrindo bancos e árvores em um dos pontos turísticos de Nova York
Foto: Jack Cohen no Unsplash

A verdade é que, com tanto o que fazer em Nova York, o destino entrega uma viagem incrível a qualquer época do ano. Diante disso, para decidir quando ir para Nova York, o melhor é checar se as características de cada estação batem com o que você busca.

As estações do ano, geralmente, são extremas. O inverno, por exemplo, é marcado por um frio intenso, com temperaturas entre -2 e 5°C e, no verão, elas ficam, em média, nos 30 graus, mas podem atingir 40 graus.

Porém, alguns meses com estações mais intensas também compensam. No inverno, a magia do Natal e a neve enfeitam a cidade no último mês do ano – um espetáculo que vale a pena apreciar! Já o verão quente, de junho a agosto, torna a metrópole ainda mais viva e animada, mas lotada de turistas.

Janeiro e fevereiro são os mais econômicos com o fim das festividades de final de ano e maio, outubro e setembro são os meses mais agradáveis para uma viagem em Nova York, pois não está nem muito frio nem quente, e os dias são mais longos, perfeitos para para curtir bastante a Big Apple, sem superlotação e com preços justos.

Nova York mês a mês: confira o que esperar de sua viagem para Nova York

Nova York em janeiro – o clima é gélido, variando de -3° e 4°C, então não esqueça de levar roupas de inverno pesadas. Há chances de ver um pouco de neve, mas geralmente não com a frequência que você imagina ou espera.

Nova York em fevereiro – segundo mês mais frio em Nova York, com temperaturas de -2° e 6°C. É quando acontece a Restaurant Week, evento em que mais de 300 dos melhores restaurantes em Nova York oferecem um menu com preço fixo, bem mais baixo em relação aos preços normais.. Fique atento ao site, vale 100% a pena! No dia 14/02 é a comemoração do Dia dos Namorados, uma ótima oportunidade para planejar um roteiro romântico. 

Nova York em março – o início do mês costuma ser muito frio (em torno de 2°C), mas vai ficando mais agradável nas duas últimas semanas do mês. Um bom momento para viajar para Nova York é no Dia de São Patrício (17 de março), quando há muitas atrações, como o popular St. Patrick ‘s Day Parade, que acontece todos os anos na 5ª Avenida e reúne milhares de pessoas vestidas como irlandesas. 

Nova York em abril – primavera, seja bem-vinda! O evento mais esperado do mês é o  Sakura Matsuri Cherry Blossom Festival, que acontece anualmente no Brooklyn Botanic Garden no final do mês. No festival, os visitantes podem tirar fotos com mais de 200 cerejeiras no jardim e apreciar o melhor da cultura japonesa. É fascinante! Abril também é caracterizado pelo início da temporada de feiras ao ar livre e feiras de rua.

Nova York em maio – viajar para Nova York em maio é especial porque é quando você vai poder aproveitar tudo de melhor que a primavera tem a oferecer: gramados verdes, flores por toda parte e clima perfeito (12°C a 22°C).

Nova York em junho – é marcado pelo início do verão e da alta temporada em NYC. Apesar das multidões, estou inclinada a dizer que é a melhor época para visitar parques e participar de alguns dos maiores festivais de música da cidade, como o Summer Stage, no Central Park, e o Celebrate Brooklyn, no Parque Prospect. Leve roupas leves e calçados confortáveis, pois as temperaturas estão bem mais altas (18°C a 32°C).

Nova York em julho – férias de verão, dias longos, calor úmido intenso e muita multidão definem Nova York em julho! Se você planeja viajar para Nova York durante esse período, prepare-se para altas temperaturas (20°C a 32°C) e longas filas para as atrações mais populares da cidade. A data mais esperada é o Dia da Independência, também conhecido como 4 de julho, com muitas atividades legais, incluindo desfiles, fogos de artifício e, claro, vários descontos. 

Nova York em agosto – ainda é alta temporada, então esteja preparado para restaurantes e pontos turísticos de Nova York lotados durante todo o mês. Leve roupas leves, shorts, camisetas, óculos escuros e sapatos confortáveis. 

Nova York em setembro – setembro significa mudança de estação, o que se traduz em altas temperaturas durante as primeiras semanas e clima agradável a partir da terceira semana. Depois de um período de muito calor, nada melhor do que desfrutar de uma brisa fresca enquanto explora a cidade sem se preocupar em derreter. O mês é marcado por desfiles e atividades ao ar livre! Outro evento super bacana que acontece em setembro é o Brazilian Day, o maior festival brasileiro fora do Brasil, com  vários artistas famosos, decorações verdes e amarelas e deliciosas comidas típicas. 

Nova York em outubro – é por volta de outubro que os parques de Nova York começam a ficar ainda mais bonitos… Temperaturas variam de 10° e 18°C. A última semana pode ser um pouco mais agitada devido ao Halloween, marcada por festas, desfiles, eventos e muita diversão em NYC, mas isso não vai afetar negativamente sua viagem de forma alguma. Leve roupas quentes como casacos, calças e moletons.

Nova York em novembro – apesar da brisa fria e das atrações lotadas, novembro é um mês agradável para viajar para Nova York se você se planejar com antecedência para não ser pego de surpresa. As temperaturas variam de 6° e 15°C. Sim, há alguns dias mais agradáveis e quentes, mas provavelmente você vai achar friozinho, especialmente se estiver vindo do Brasil. Ah! O dia seguinte ao Dia de Ação de Graças é a Black Friday, quando as lojas oferecem descontos inacreditáveis!

Nova York em dezembro – apesar do frio, dezembro é sempre o mês mais cheio de NYC, principalmente por causa da época do Natal. A combinação de luzes, árvores, decoração e neve transforma a cidade em um lugar mágico. Recomendo muito patinar no gelo em algumas das pistas mais badaladas da cidade: Central Park’s, Rink at Rockefeller’s e Bryant Park’s, que já funcionam a todo vapor em dezembro! 

Agora você já sabe o que fazer em Nova York.

E aí, esse post te ajudou? 

Antes de sair se liga nessa dica: em nossa viagem para Nova York, reservamos todos os nossos hotéis com o booking.com e a gente recomenda que você faça o mesmo, já que, por meio desta plataforma, é possível ler as avaliações dos hóspedes anteriores e até cancelar a reserva gratuitamente (na maioria dos hotéis), caso os planos mudem. 

Ainda tem alguma dúvida? Não deixe de enviá-la pelos comentários, nós ficaremos felizes em poder ajudar! 

Você também pode gostar de ler: