05/09/2021 Por Bárbara Rocha

Turismo na Serra da Mantiqueira

Precisando se desconectar um pouco do mundo? Então, escolha um destes destinos de turismo na Serra da Mantiqueira e vá viajar!

Nesta região montanhosa que se espalha por Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo, estão destinos perfeitos tanto para aproveitar a natureza, como para curtir um clima de montanha em frente à lareira. No total, são cerca de 500 km de montanhas e florestas com vegetação típica da Mata Atlântica, além de cachoeiras, rios e mirantes incríveis.

Com tantas opções, não é uma tarefa fácil escolher o que é imperdível por lá, já que dá uma vontade enorme de conhecer cada cantinho da Serra da Mantiqueira.

Para ajudar quem quer desbravar a Serra de Mantiqueira, montamos uma lista com 5 cidades imperdíveis – Campos do JordãoVisconde de MauáPenedoSão Bento do Sapucaí e São Francisco Xavier – assim você escolhe suas favoritas e curte ao máximo a região. Confira!

mountain

Vamos ver? Se liga nas 5 cidades imperdíveis para turismo na Serra da Mantiqueira

Vista panorâmica da Serra da Mantiqueira, cadeia montanhosa que se estende por São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro
Foto: Silvio Serrano

Onde fica a Serra da Mantiqueira

No mapa, a Serra da Mantiqueira se estende por 500 km, na divisa dos três estados do sudeste: Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo, atingindo quase 3.000 metros de altura em seus pontos mais altos.

Abriga destinos como Campos de Jordão, Santo Bento do Sapucaí,  Santo Antônio do Pinhal, Monte Verde, Itatiaia, Penedo e Visconde de Mauá. 

Como ir até lá: De carro ou de ônibus, sendo o carro melhor para circular nas cidades menores.

Distâncias: Esses destinos podem ser alcançados em cerca de 3h-5h de carro, do Rio de Janeiro e de São Paulo.

Características: As cidades da Serra da Mantiqueira são rodeadas por montanhas e, por isso, o clima costuma ser sempre ameno ou frio! 

Mas, relaxa, há muitas pousadas e restaurantes aconchegantes com lareiras e vinho para aquecer os visitantes.

Quer conhecer o RJ? Leia também: 16 melhores lugares para viajar no estado do Rio de Janeiro

5 destinos incríveis de turismo na Serra da Mantiqueira:

O turismo na Serra da Mantiqueira é para todos! Existem muitas opções de hospedagens e passeios, tanto para casais que buscam dias românticos, quanto para famílias de férias e aventureiros que querem explorar a natureza. Confira, abaixo, 5 cidades incríveis desse paraíso aconchegante.

Cachoeiras passam entre o jardim da pousada Águas das Serra, hospedagem para quem busca Turismo na Serra da Mantiqueira.
Foto: Eduardo Miyake, CC BY-SA 4.0

1. Visconde de Mauá – Para relaxar ou explorar a natureza

Sabe aqueles lugares que tem uma energia tão boa que a gente tem vontade de colocar num potinho e levar conosco? 

Assim é Visconde de Mauá, cidadezinha super aconchegante da Serra da Mantiqueira, cercada de muitas belezas naturais e comida da melhor! 

É o lugar perfeito para quem quer estar em contato com a natureza e se desconectar do agito da cidade grande, já que há muitas opções de trilhas (de horas ou até dias), cachoeiras e todo o tipo de atividade ao ar livre.

Mas não para por aí: a gastronomia de Mauá é um dos pontos fortes. Há muitas opções de restaurantes que oferecem truta (a especialidade da região), fondue, pizza, comida mineira, e muito mais. Você pode, facilmente, provar algo novo a cada dia! Aproveite!

Ficou com vontade de visitar essa cidade super aconhegante?  Confira nosso post completo sobre o que fazer em Visconde de Mauá.

Como chegar em Visconde de Mauá (do RJ ou de SP)?

Distâncias: 294 km ou 4h de SP; 204 km ou 3h30 do RJ; 

Partindo do Rio de Janeiro: De carro, sem trânsito, você levará cerca de 3 horas para chegar na região.

De ônibus: Você pode comprar uma passagem com destino à Resende que sai da rodoviária Novo Rio, e do ponto final pegar um ônibus local que te deixará em Visconde de Mauá.

Partindo de São Paulo: De carro, leva aproximadamente 4 horas.

De ônibus: Você pode comprar na rodoviária Tietê uma passagem para Resende (são 6 horas de viagem), e ao chegar no local, pegar um ônibus até a região (mais 1 hora da viagem).

Queda d'água de cachoeira no Parque Ecológico Cachoeiras do Santuário, uma das opções de passeio no turismo na Serra da Mantiqueira
Foto: Luis Felipe dos Reis Gomes Peixoto

Por que visitar Visconde de Mauá?

– Frio: Durante o inverno, a temperatura dessa região pode chegar a -2ºC, em outras, também costuma ser amena, tornando-se o lugar perfeito para quem quer fugir do calor do Rio e curtir um fondue e chalé com lareira nos dias de turismo na Serra da Mantiqueira.

– Tranquilidade: Por ter um clima de interior, em que o silêncio reina, é perfeita para quem quer uns dias de descanso longe do tumulto.

– Natureza: Parques ecológicos, cachoeiras gigantes, muitas opções de trilhas. Por isso, é o lugar ideal para quem quer se aventurar pela natureza.

Atrações de Visconde de Mauá:

Cachoeiras Gigantes: Passeio de 4×4 impressionante que leva para cachoeiras com quedas de até 200m, que contam ainda com piscinas naturais transparentes, umas das mais bonitas do turismo na Serra da Mantiqueira.

Alameda Gastronômica Tia Sofia: Um dos pontos turísticos da região, conta com mais de 18 restaurantes com pratos diversos como massas, trutas, feijão tropeiro, acompanhados de cerveja, cachaça ou vinho.

Passeio à cavalo: Há muitas fazendas na região que oferecem esse passeio. Depois de escolher o seu cavalo “parceiro”, vocês poderão passear por rios, trilhas, mirantes e até pontos turísticos.

Onde ficar em Visconde de Mauá:

Localizado a 300 m do centro o Hotel Bühler oferece café da manhã, piscina coberta, quadras de tênis e chalés aconchegantes que dispõe de varanda com rede de descanso e sala de estar com lareira.

Pousada Chalé Cantinho Verde fica a 13km da Cachoeira do Escorrega, oferece estacionamento gratuito, terraço, e quartos com vista para o jardim, TV, banheiro privativo, lareira e frigobar.

Localizada a 6km do centro de Visconde de Mauá, a Pousada Xangrilá oferece estacionamento gratuito, lounge compartilhado e jardim com churrasqueira e jogos. Há opções para casais e famílias de até 4 pessoas.

Veja a lista com todas as opções de hospedagem em Visconde de Mauá

Encantou-se com Visconde de Mauá e quer saber o que fazer por lá? Leia o post: Conheça as 19 melhores atrações de Visconde de Mauá

2. Penedo, um pedaço da Finlândia no Brasil

Casas azuis em estilo finlandês à margem de um pequeno rio de Penedo, uma das mais visitadas para turismo na Serra da Mantiqueira.
Foto: Sergio Ziliotti

A menos de 1 hora de Visconde de Mauá, no município de Itatiaia, fica Penedo, uma cidadezinha da Serra da Mantiqueira que abriga cachoeiras, trilhas, museus e uma rua colorida super famosa, coberta de guarda-chuvas, com muitas lojinhas de chocolate, cafeterias, sorveterias e até uma casa de verão do Papai Noel.

A pequena e encantadora região foi fundada em 1929 como a única colônia finlandesa no Brasil. A influência dos imigrantes finlandeses foi tão forte que até hoje você pode desfrutar desta rica cultura europeia por lá.

Existem inúmeras opções de hospedagem, mas recomendo ficar no centro, é lá que ficam os restaurantes e os principais atrativos, dá para fazer tudo a pé.

Como chegar em Penedo (do RJ ou de SP)?

Distâncias: 275 km ou 3h20 de SP; 175 km ou 2h30 do RJ; 

Partindo do Rio de Janeiro: 

De carro, é uma viagem de cerca de 2 horas e 30 minutos. 

De ônibus: Há uma linha direta da viação Cidade do Aço que sai diariamente da rodoviária Novo Rio para Penedo, com 5 horários por dia. A viagem custa R$49 e dura cerca de 3h30. 

Partindo de São Paulo: 

De carro, são cerca de 275 km e aproximadamente 4h30 de viagem. Agora de ônibus, não há linhas diretas de São Paulo até Penedo.

A opção é pegar um ônibus da viação Cometa até Itatiaia, que parte da Rodoviária Tietê, e leva cerca de 4 horas. 

Chegando a Itatiaia, você deve, então, pegar um ônibus urbano da Viação Penedo, que vai te levar até o centrinho do distrito.

Precisa alugar um carro? Nós recomendamos a Rentcars, que funciona como um comparador de preços entre as melhores locadoras de veículos. 

Pelo site é possível escolher entre vários modelos e a contratação é feita toda por lá.

Mesas e cadeiras ao ar livre durante a noite em frente à Casa do Chocolate, uma loja de chocolates artesanais em Penedo, uma opção de passeio no turismo na Serra da Mantiqueira
Foto: Osni Lopes

Por que visitar Penedo?

– Cultura: Por ser uma colônia europeia, essa cidade é diferente das outras do estado, dessa forma, tem toques da cultura Finlandesa em todos os lugares, desde a charmosa arquitetura até a deliciosa gastronomia. 

– Gastronomia: Pãozinho de canela korvapuusti, biscoito de gengibre piparkakku e bolinho de carne lihappullat: são algumas das maravilhas da culinária nórdica que podem ser encontradas espalhadas pelas lojinhas da cidade. 

– Paisagem: De um lado, as construções coloridas, que dão um charme à paisagem, por outro lado, o que encanta ainda mais: as belezas naturais, como as diversas cachoeiras e trilhas da cidade e seus arredores.

Antes de mais nada, anote aí: os picos da Prateleira e Agulhas Negras, o Lago Azul, o Poço do Marimbondo e a Cachoeira Véu de Noiva são imperdíveis.

Atrações de Penedo:

–  Pequena Finlândia: Construída para reproduzir uma típica colônia finlandesa, este é o lugar perfeito para experimentar as comidas da cidade, fazer compras e tirar fotos incríveis, seja com os guarda-chuvas ou as construções ao fundo. Sua principal atração é a Casa do Papai Noel.

– Joulupukin Suklaa:  Localizado próximo à casa do Papai Noel, este é só um dentre os vários pontos de Penedo onde você pode provar o chocolate da região, mas aqui, além de degustar, você pode saber como eles são feitos!
 

– Passeio de quadriciclo: Para quem quer ver a cidade por outro ângulo e com se aventurar, é possível encontrar uma boa oferta desses passeios pela cidade, que levam até 4 pessoas para conhecer trilhas, mirantes e cachoeiras. 

Onde ficar em Penedo:

A Le Garden Pousada Boutique fica a menos de 1 km da Pequena Finlândia, oferece café da manhã, piscina ao ar livre. Já as acomodações possuem banheira de hidromassagem, sauna e lareira.

Situado a apenas 100 m do centro de Penedo, está o Hotel Terras da Finlândia, oferece piscina ao ar livre, sauna, academia e buffet de café da manhã.  Há quartos para famílias de até 4 pessoas, alguns com banheira de hidromassagem.

Localizada a 1 km da Pequena Finlândia, a pousada Pousada Rainha da Mata  conta com decoração moderna do mesmo modo que rústica e quartos confortáveis com aquecedor, frigobar e alguns varandas. 

Veja a lista com todas as opções de hospedagem em Penedo 

3. Campos do Jordão, a menina dos olhos

Construções de madeira decoradas com enfeites de natal, em Campos do Jordão, cidade da Serra da Mantiqueira
Foto: Markito, CC BY-NC 2.0

Situado a cerca de 180 km de São Paulo, Campos do Jordão é também conhecida como “Suíça brasileira”, por conta de sua arquitetura europeia e do seu clima frio; sendo, por isso, uma das
cidades mais procuradas do Brasil durante o inverno e uma das mais visitadas entre as opções de turismo na Serra da Mantiqueira.

Apesar de ser um local que pode ser apreciado o ano todo, é no frio (quando a temperatura costuma ficar negativa na madrugada), que a famosa Vila Capivari ganha ainda mais charme, com seus bares badalados, boates e restaurantes que oferecem fondues à luz de velas e outras delícias gastronômicas.

No verão, trilhas na serra e visitas aos bosques de araucárias são os pontos fortes.

Como chegar em Campos do Jordão (do RJ ou de SP)?

Distâncias: 170 km ou 2h20 de SP; 340 km ou 4h35 do RJ; 

Partindo do Rio de Janeiro: De carro, você irá viajar cerca de 4:30. 

De ônibus, com a Viação Sampaio, a viagem leva cerca de 6 horas, e há viagens cinco vezes por semana: de 5ª a 2ª. A saída do Rio é às 8h, e a volta, às 16h45. 

Partindo de São Paulo: De carro, saindo de SP, leva-se em torno de 2h30m.

De ônibus, a empresa Pássaro Marron faz a rota entre a Rodoviária do Tietê, em São Paulo, e Campos do Jordão, 6 vezes por dia, em viagens que duram 3 horas, com escala em São José dos Campos.

Construções de madeira, em Campos do Jordão, decoradas com enfeites de natal.
Foto: Enioprado, CC BY-NC 2.0

Por que visitar Campos do Jordão?

– Frio: Campos do Jordão é a cidade mais alta do país, então, costuma ter temperaturas baixas o ano inteiro! Perfeito para você desfilar com suas roupas de inverno, já que se você for do Rio, quase nunca terá essa oportunidade. 

– Passeios: Há muitas opções na cidade, como de bondinho, trenzinho ou teleférico, que além de divertido, é uma das melhores formas de ver a cidade toda do alto. 

– Culinária: Essa cidade é repleta de delícias, como bombons e chocolate quente vendidos nas maravilhosas fábricas e lojinhas espalhadas pela região, além de restaurantes que servem ótimas carnes, trutas, massas e fondues, acompanhados de ótimos vinhos.

Atrações de Campos do Jordão:

– Morro do Elefante: Um dos pontos mais visitados da cidade, está a 1.800 metros de altitude. Para chegar lá, você pode ir de carro, ou de um jeito mais divertido: teleférico – perfeito para ter uma ótima vista de toda a cidade e tirar boas fotos.

Amantikir: Parque com mais de 20 jardins, cerca de 700 espécies de plantas, e até um labirinto (cuidado para não se perder). É o passeio ideal para quem quer passar um tempo curtindo a natureza.

Cervejaria Baden Baden: Se você quer mudar do vinho para cerveja, pode fazer um tour por essa famosa cervejaria da região onde, além de conhecer a fábrica e o processo de fabricação, você vai poder degustar algumas cervejas.

Onde ficar em Campos do Jordão:

“Capivari” é o nome do centro de Campos do Jordão. 

Ficando no “centrinho” (ou coração) de Capivari, você garante um fácil acesso à vida noturna e às refeições em bons restaurantes, que ocorrem no calçadão da Av. Macedo Soares, na praça de Capivari e ao seu redor.

Pousada Luis XV fica no andar superior do Shopping Pátio Paris, e tem localização perfeita: dá para fazer tudo a pé. Além disso, possui quartos espaçosos e confortáveis, e um café da manhã bastante elogiado. Nota no Booking: 9,4 (junho/2021).

Com quartos confortáveis e um farto buffet de café da manhã, a Pousada Casa Gialla fica a 150 metros da Baden Baden e a 200 metros do Centro de Convenções. Você também pode desfrutar de uma bebida em frente à lareira no lounge. Nota no Booking: 9,0 (junho/2021).

Castelo Nacional Inn Campos do Jordão dispõe de cinema e vários lounges de estilo clássico com lareira e decoração de época. Nota no Booking: 8,3 (junho/2021).

Veja a lista com todas as opções de hospedagem em Campos do Jordão

4. São Bento do Sapucaí: pequenina e muito charmosa

Vista panorâmica da Pedra do Baú, monumento natural do município da Serra da Mantiqueira.
Foto: Valéria N Silva, CC BY-SA 4.0

Na divisa com o estado de Minas Gerais e bem próxima a Campos do Jordão, fica a encantadora cidadezinha São Bento do Sapucaí, que tem pouco mais de 10 mil habitantes e um clima de sossego.  

Cercada por morros cobertos por mata nativa e araucárias, a cidade tem um dos mais belos cartões-postais do estado de São Paulo: Pedra do Baú, um dos atrativos para quem quer explorar a rica natureza da região da Serra da Mantiqueira. 

Por ser um pouco menos visitada, é o refúgio perfeito entre as opções de turismo na Serra da Mantiqueira para quem quer fugir da correria e agitação das grandes cidades. 

Outro ponto forte são os restaurantes com vinhos e queijos maravilhosos!

Como chegar em São Bento do Sapucaí (do RJ ou de SP)?

É o mesmo caminho de Campos do Jordão.

Distâncias: 200km ou 2h50 de SP; 350 km ou 5h20 do RJ; 

Partindo do Rio de Janeiro: De carro, você irá viajar cerca de 5h20. 

De ônibus: da Rodoviária Novo Rio, deve pegar um ônibus até Pindamonhangaba com a Viação Sampaio, uma viagem que vai durar cerca de 4:55 de viagem (há um a dois horários por dia).

Descendo em Pindamonhangaba, você terá duas opções: pegar um ônibus da empresa Gardenia que leva até São Bento do Sapucaí, com 1h50 de viagem.

Ou, então, pegar um ônibus da Pássaro Marron até Campos do Jordão (1h30 de viagem), e lá pegar um ônibus da mesma empresa até São Bento do Sapucaí, com mais 1h30 de viagem.  

Partindo de São Paulo: De carro, saindo de SP, leva-se em torno de 2h50m.

De ônibus, a empresa Pássaro Marron faz a rota entre a Rodoviária do Tietê, em São Paulo, e a cidade de Brasópolis, passando por São Bento do Sapucaí. A viagem dura cerca de 3h15m.

Placa azul que diz 'Divisa de estados: São Paulo - Minas Gerais' em uma rodovia para São Bento do Sapucaí, na Serra da Mantiqueira.
Foto: Py4nf, CC BY-SA 3.0

Por que visitar São Bento do Sapucaí?

– Natureza: São Bento é menos badalação e mais meditação. Assim, é o refúgio perfeito para quem quer ouvir os sons da natureza e admirar as estrelas.

– Rica em cultura e história: Museus, espaços de arte com trabalhos de mais de 80 artesãos e ateliês onde artistas mostram suas obras e contam suas histórias, além disso, há capelinhas charmosas de mosaicos coloridos. São Bento do Sapucaí tem muita história a contar e mostrar!

– Bom preço: Diferente da badalada Campos de Jordão, aqui você encontra menores preços, tanto em relação a acomodações quanto restaurantes.

Atrações de São Bento de Sapucaí:

– Complexo da Pedra do Baú: A atração mais visitada da cidade é perfeita para os aventureiros ou os que querem passar um tempo em meio a natureza. Formado pela Pedra do Baú, Bauzinho e Ana Chata.

Lá você encontra ótimas cachoeiras, trilhas e um visual das belezas da Serra da Mantiqueira.

– As trilhas do Complexo da Pedra do Baú: As principais trilhas são Ana Chata, Bauzinho e Baú Via Ferrata. Cada uma com um nível e tempo que varia de 30 minutos a 2 horas de caminhada, escolha de acordo com a sua disposição! Por lá, você também encontra a opção de fazer escalada ou rapel!

 Vinícula Entre Vilas: Para saber mais sobre a cultura e os sabores desta cidade, conheça esta vinícola, onde você pode visitar plantações, aprender sobre a produção de vinho e, é claro, saborear uma variedade de produtos artesanais típicos.

Onde ficar em São Bento do Sapucaí:

Próxima ao Centro, a pousada Pousada Turmalinas tem piscina, oferece café da manhã e além disso, suítes espaçosas ideais para famílias de até 5 pessoas, com varanda, ótima vista, frigobar e TV. Nota no Booking: 9,6 (junho/2021).

Por outro lado, em meio a natureza, a Pousada Lua Bonita aceita pets e oferece chalés alpinos confortáveis ideais para casais, que dispõe de banheiro privativo, frigobar, TV, wi-fi gratuito, além de varandas com rede de descanso. Nota no Booking: 9.4 (junho/2021).

A acolhedora pousada Pousada 4 Irmãos, localizada em Jardim dos Cisnes, conta com piscina, jardim agradável para passar a tarde, estacionamento privativo gratuito e quartos com TV, banheiro e wi-fi gratuito. Nota no Booking: 9.6 (junho/2021).

Veja a lista com todas as opções de hospedagem em São Bento do Sapucaí.

5. São Francisco Xavier: bela e exuberante

Estrada de terra durante o dia, que leva a São Francisco Xavier, com montanhas da Serra da Mantiqueira e céu azul ao fundo.
Foto: Victor Sounds

Carinhosamente apelidada de “São Chico”, essa cidade do interior de São Paulo na Serra da Mantiqueira, não possui um acesso tão simples, já que a estrada até ela não é das melhores.

Mas, passado esse caminho, você encontrará um lugar com clima aconchegante e de puro sossego, além de ótimas pousadas e restaurantes.

Sobretudo, o centro de São Francisco Xavier é um lugar super aconchegante, com ruas que mantêm características de uma cidade pequena: há várias lojinhas de artesanato e um antigo casarão – obra de 1919 – que não passa despercebido.

Por fim, quem busca mais do que descanso, pode explorar a Trilha Pedra da Onça, as paisagens da cidade no Mirante da Pedra do Porquinho, ou tomar um banho nas cachoeiras do Roncador e da Pedra do Davi.

Como chegar em São Francisco Xavier (do RJ ou de SP):

Partindo do RJ:  Como não há ônibus partindo do Rio para essa cidade, a melhor opção é ir de carro, uma viagem que leva cerca de 5 horas. 

Partindo de SP: Sem trânsito e de carro, é uma viagem que leva um pouco menos de 3 horas, bastando acessar a Rodovia SP-50, seguindo até Monteiro Lobato-SP – após 22 quilômetros, você será recepcionado pelo belo portal do vilarejo. 

De ônibus, a opção é partir da rodoviária Tietê com a Viação Pássaro Marron, até São José dos Campos e de lá, no Terminal Rodoviário Frederico Ozanam pegar um outro ônibus com a viação Cidade Natureza para São Francisco Xavier. Assim, a viagem completa leva cerca de 5 horas. 

Queda d'água da cachoeira Pedro David em São Francisco Xavier, cidade da Serra da Mantiqueira.
Foto: Rafael Borges Mundim

Por que visitar São Francisco Xavier:

– Tranquilidade: Por ser um pouco mais afastada, é uma das melhores opções para quem busca dias de completo sossego para descansar, relaxar e sentir o tempo passando calmamente. 

– Aventura: Por outro lado, se você é um aventureiro que busca atrações na natureza para se afastar do tédio, aqui você encontra algumas trilhas e diversas cachoeiras!

– Paisagens: Essa cidade é cercada de montanhas, por isso, não importa onde você esteja, vai ter um ótimo cenário para curtir, que é lindo ao amanhecer, e principalmente ao entardecer com o pôr do sol.

Atrações de São Francisco Xavier:

– Trilha Pedra da Onça: Não é a mais simples da região, já que o caminho é repleto de pedras e muitas subidas, e o percurso de ida e volta leva cerca de 5h. 

Mas, vale o esforço, de lá você vai ter uma vista panorâmica para as montanhas da cidade.

– Cachoeira Pedro Davi: Um dos pontos turísticos mais visitados desta cidade. É um lugar lindo, preservado e que conta, além da cachoeira principal, com diversas piscinas naturais.

– Restaurante Serra das Águas: Próximo a trilhas e cachoeiras, esse restaurante em meio a natureza oferece ótimos pratos, tendo como carro chefe as trutas, que são servidas em diversos formatos, como em bolinhos crocantes. 

Onde ficar em São Francisco Xavier:

Com ótima vista para as montanhas da Serra da Mantiqueira, a