Joanesburgo, África do Sul
Share

Joanesburgo, África do Sul

Explorando Joanesburgo: Uma semana de aventura e prazer.

Chegamos em Joanesburgo, na África do Sul, antes de ontem, mas já foram dias intensos.

Primeiro, a confusão com a companhia aérea , depois a chegada ao maravilhoso Fairlawns Boutique Hotel & Spa, que fica em um bairro tranquilo de Sandton, onde ficaremos hospedados nesses primeiros dias. Estamos amando cada momento de “paparicação” que podem ser conferidos aqui.

As impressões da cidade até o momento foram as seguintes: tudo é muito espaçado, as principais atrações turísticas ficam distantes uma das outras a desigualdade social é bem grande. Há muitos pedintes em sinais, casas que lembram favelas, assim como ricaços em Ferraris e pessoas muito bem vestidas nos shoppings… Bem parecida com a realidade do Brasil!

Estamos o tempo inteiro fazendo tudo através do transfer do hotel, então estamos nos sentindo bastante seguros, mas dizem que a segurança não é o ponto alto daqui. Afinal de contas, as estatísticas relativas à criminalidade no país são de arrepiar.

O povo é simpático, sorridente, caloroso! Dá pra ver que temos realmente muito em comum com eles.

Ontem, fizemos um passeio cultural que se chama Lesedi Cultural Village.

O local, construído há cerca de dois anos e mantido por grupos privados, mostra um pouco dos hábitos e da história das quatro principais tribos negras sul-africanas: zulu, sotho, xhosa e pedi.

Foi muito interessante conhecer as diferenças entre as 4 tribos, idiomas e o cotidiano desses povos. Foram construídas no local pequenas aldeias e, em cada uma delas, mora um chefe ou patriarca, com suas esposas e filhos.

Seguindo os costumes das tribos, o patriarca tem mais de uma esposa e muitos filhos.

Muitas histórias são contadas, em tom de humor e os visitantes interagem com os representantes das tribos. É um passeio bem turístico, mas que não deixa de ter seu valor.

Antes de terminar cada passeio, o visitante também assiste a uma apresentação de dança e música típica de cada aldeia.

Soweto, lugar onde a simpatia reina!

Hoje fomos conhecer Soweto, um passeio imperdível pra quem vem a Joanesburgo, mesmo que você só tenha um dia.

Soweto é o maior distrito da África do Sul, e fica a uns 17 km de Joanesburgo. Nasceu para unir todos os bairros negros de Joanesburgo numa época em que o severo regime do apartheid restringia o acesso de não brancos para além de seus limites.

Anos mais tarde, esse território onde vivia um aglomerado de gente unida pela cor da pele se tornou uma cidade independente, mas a história de resistência contra a discriminação racial não ficou no passado.

Por lá, vimos pessoas sorridentes, amigáveis, música, dança, arte e  boa comida! Fomos tratados bem pelas pessoas nas ruas, que faziam questão de interagir, perguntar de onde éramos e posar para fotos.

Estávamos acompanhados pela Agnes, guia da empresa Felleng Tours, que promove diversos passeios guiados, e Agnes é praticamente uma “local” em SoWeto. Conhece todo mundo!

Ainda almoçamos por lá,num buffet bem gostoso!

Também visitamos a casa da família Mandela (Mandela House), sem dúvida, o ponto mais visitado de Soweto.

Reformada, hoje ela tem pouca coisa dos tempos em que o primeiro presidente negro do país aqui se abrigou. Mesmo assim, é possível entender um pouco da vida de Nelson Mandela naquele humilde casebre.

Também visitamos o município de Kliptown para conhecemor o projeto social “Kliptown Youth Program”.

Fundado no início de 2007 por um pequeno grupo de jovens inspirados e apaixonados de Kliptown, dedicado a fazer a diferença em sua comunidade, o Kliptown Youth Program (KYP) oferece apoio educacional e atividades extra-escolares para as crianças desfavorecidas deste município.

Devido à ausência destas necessidades básicas, os filhos de Kliptown enfrentam imensos desafios. Não só as crianças têm de andar para as escolas locais fora de Kliptown, mas não podem pagar por uniformes, sapatos, almoço e livros.

Não é surpresa que muitas crianças recorram às drogas e ao crime numa idade precoce. Em uma comunidade atingida por imensa pobreza, uma alta taxa de desemprego de 70 por cento, uma taxa de AIDS de 25 por cento, e gravidez na adolescência, KYP permite às crianças aproveitar seu potencial e tornar-sem indivíduos dinâmicos e qualificados que podem dar de volta à sociedade. Conheça aqui alguns dos programa do Kliptown Youth Program.

Ainda no conforto do carro da companhia Felleng Tours e na agradável companhia da Agnes, viajamos cerca de 60km para conhecermos Pretória, a capital executiva da África do Sul.

A cidade não é tão movimentada quanto Joburg, mas tem algus pontos turísticos bacanas e, como está perto de sua cidade vizinha, pode ser conhecida em um bate-volta.

Visitamos a sede da presidência sul-africana, no Union Buildings, e lugares como o Monumento Voortrekker, impressionante, a casa do antigo presidente Kruger e a Church Square, praça que reúne muitos edifícios bonitos.

Recomendamos a visita guiada! Há muita história por lá!

O Monumento Voortrekker é um edifício criado para homenagear os imigrantes pioneiros que deixaram a Cidade do Cabo e ocuparam o interior da África do Sul.

O edifício de granito de 40 metros de altura começou a ser construído em 1937 e está localizado numa reserva natural. Visitando o monumento, não deixe de admirar os quadros e as imagens esculpidas nas paredes, de visitar o andar inferior e seu museu e, principalmente, de ir até o topo do edifício.

Na parte superior externa do monumento você terá uma bela visão de Pretória.

Sugerimos visitar o lugar com um guia para entender melhor a história dos imigrantes e não deixar de passear pelos jardins floridos que cercam o Monumento Voortrekker.

Ainda temos mais um dia Joanesburgo antes de pegarmos estrada por cerca de 2 horas para conhecermos o icônico The Palace of the Lost City, que é um dos hotéis mais famosos da região, sendo considerado até um ponto turístico.

Esse hotel fica há apenas 6 minutos da praia e o espaço também é incrivelmente lindo, com piscina ao ar livre, um jardim e campo de golfe imensos e suítes com decoração aconchegante e inspirada na África.

Outro passeio que faremos com a empresa Felleng Tours será o Safari no Pilanesberg National Park, um parque com 550 km² e que com certeza será o ponto alto da nossa viagem. Todos os animais dessa reserva onde faremos o safári foram levados para lá, ou seja, foi tudo planejado para o turismo, mas eles vivem ali como se fosse o seu habitat natural e os visitantes podem ter essa sensação incrível de observá-los de perto.

E nesse passeio podemos ter a sorte de ver os Big 5, que são os 5 animais mais difíceis de serem caçados: o leão, o elefante africano, o búfalo-africano, o leopardo e o rinoceronte.

Outro passeio que também acreditamos que será encantador, será um voo de balão pelo Pilanesberg National Park, que vai ser uma experiência única promovida pelo hotel Sun City Resort.

 

Bárbara Rocha

Bárbara Rocha

Melhores Momentos da vida - Nômades Digitais at Alcantelado & Rocha
Jornalista e produtora cultural, desistiu de esperar ser rica um dia para ir atrás do sonho de conhecer todos os países do mundo. Fanática por livros, gastronomia, música e filmes. É sócia da agência Alcantelado & Rocha e nômade digital.
Bárbara Rocha

Latest posts by Bárbara Rocha (see all)

Comentários

comments