A Costa Oeste selvagem da Nova Zelândia
Share

A Costa Oeste selvagem da Nova Zelândia

[clear]

A Costa Oeste selvagem da Nova Zelândia

Por conta de alguns trabalhos sob encomenda, acabamos conhecendo lugares que não entariam em nossa lista de “must do”, mas que depois sempre nos deixam com a sensação de sermos muito sortudos por termos estado lá.

Desta vez, por conta de um vídeo encomendado pelo albergue Punakaiki Beach Hostel, viajamos cerca de 3 horas de Christchurch à Punakaiki, uma pequena vila ao noroeste da Ilha Sul.

Ficamos lá por 4 dias, trabalhando e curtindo o lugar, que é cercado por rios, florestas e praias.

Uma paz e beleza indescritíveis!

O vilarejo em si é mínimo – há apenas um café, um pub, dois restaurantes e agumas opções de acomodação – e a população local é de apenas 70 habitantes, mas há muito o que se fazer na região.

A 10 minutos de caminhada do albergue ficam as famosas Pancake Rocks, uma formação natural incrível de pedras e piscinas naturais.

As Pancake Rocks (rochas Panquecas) são formações calcárias curiosas que se mostram especialmente na maré baixa, mas que formam um jato de água salgada espetacular na maré alta.

Se formaram há 30 milhões de anos atrás a partir de fragmentos minúsculos de criaturas marinhas mortas e plantas, a 2 km abaixo do mar.

Pra explorar o lugar, há uma série de caminhos sinuosos através das formações rochosas, escadarias e mirantes.

Botamos nosso drone Phantom DJI para voar e fizemos este vídeo. Veja aqui

Fizemos também algumas caminhadas no Paparoa National ParK, que é cheio de cavernas secretas, córregos desaparecendo e rios de desfiladeiros.

Paparoa National Park - nomades digitais

Foto: Vagner Alcantelado

Os limites do parque foram cuidadosamente estabelecidos para abranger uma gama completa de paisagens e ecossistemas. Nele se encontra calcário subjacente na maior parte, sendo responsável por acidentes geográficos impressionantes da área.

Sulcos são esculpidos em montanhas, formação de canyons têm rios com misteriosas cavernas, formam-se decorações delicadas nas formações costeiras entre outras paisagens que tomam conta do parque.

Há apenas 45 minutos de Punakaiki fica Denniston, uma cidade fantasma no topo de um morro, que no passado foi uma das principais áreas de mineração de carvão (1882 a 1967).

Para transportar o carvão, uma grande ferrovia foi construída. No entanto, quando a mineração encerrou, a área foi abandonada e degradada rapidamente com as condições adversas.

O visual lá de cima é alucinante!

Paparoa National Park - nomades digitais

Mas só o albergue já teria valido a viagem!

O lugar é um charme e fica na beira de uma praia selvagem… É só atravessar uma estradinha e já está na areia. Perfeito pra uma surf-trip!!!

Lembramos de vários amigos do Rio que com certeza fariam de lá uma parada obrigatória nas férias. Clima ótimo e boas ondas praticamente todos os dias!

Os donos Joe e Patrick são super gente boa e fazem pães e bolos deliciosos todos os dias. O por-do-sol é um espetáculo a parte e a praia ótimas para caminhadas ao fim da tarde.

Teríamos ficado mais tempo por lá e não foi difícil produzir um vídeo pra eles, afinal o lugar era a nossa cara!

Veja o vídeo aqui

 

Bárbara Rocha

Bárbara Rocha

Melhores Momentos da vida - Nômades Digitais at Alcantelado & Rocha
Jornalista e produtora cultural, desistiu de esperar ser rica um dia para ir atrás do sonho de conhecer todos os países do mundo. Fanática por livros, gastronomia, música e filmes. É sócia da agência Alcantelado & Rocha e nômade digital.
Bárbara Rocha

Latest posts by Bárbara Rocha (see all)

Comentários

comments