Share

As grutas de Waitomo e sua beleza milenar

As grutas de Waitomo e sua beleza milenar.

Waitomo… Está aí um dos lugares que não tínhamos grandes expectativas, mas acabou surpreendendo positivamente por sua beleza. A NZ tem disso o tempo todo!

Começamos ontem a explorar a região! Fizemos nossa expedição nas profundezas negras da caverna Ruakuri, uma experiência única e que merece um post único (em seguida).

São mais de quarenta quilômetros de cavernas que se escondem no subterrâneo da cidade de Waitomo. Dizem que as cavernas começaram a se formar há mais de 30 milhões de anos, através do acúmulo do calcário vindo do fundo do oceano. Tem caverna de todos os tipos, de todas as modalidades e para todas as idades!

As principais cavernas são a Caverna de Waitomo, a Caverna de Ruakuri, a Caverna de Aranui e a Caverna de Gardner.

Visitamos a Aranui Cave, que não tem água ou rios e que anda-se a pé em seu interior. Os pontos altos são os estalactites e estalagmites, considerados os mais delicados do mundo.

A caverna impressiona pela beleza! Paredes, teto e chão exibem obras de valor inestimável, brancas ou rosas, criadas ao longo dos milhões de anos de contato entre a água subterrânea e as camadas de calcário.

Durante cerca de uma hora, pode-se observar grandes colunas e estalactites tão finas que parecem fios de gelo. Muitos deles foram quebrados no passado, quando a caverna não era fechada. Hoje só se entra em visitas guiadas.

Visitamos também a Glowworm Cave, bem menor que a Aranui, mas que chama a atenção pelos bichinhos. Arachnocampa Luminosa ou Glow Worm para os íntimos, é uma larva que vive em cavernas, só encontradas na Nova Zelândia. São bem pequenas, e vivem penduradas no teto, numa espécie de fio quase invisível.

Para atrair o jantar, quimicamente produzem uma luz, e isso atrai mosquitos inocentes, que acham que estão vendo o céu e a saída da caverna, mas acabam nos braços dos Glow Worms.

Este efeito luminoso é o grande barato de tudo! Em contraste com a escuridão faz lembrar uma noite estrelada!

Essas cavernas são bem escuras e com uma acústica incrível, inclusive o guia disse que em datas especiais tem violinistas e etc… Já pensou?!

Por último, entramos nos barco e fizemos a parte aquática do passeio. Nesta hora todos ficaram em silêncio, no escuro, só olhando para o teto e vendo aquela multidão de glowworms… Simplesmente maravilhoso e só isso já vale o passeio!

Bárbara Rocha

Bárbara Rocha

Melhores Momentos da vida - Nômades Digitais at Alcantelado & Rocha
Jornalista e produtora cultural, desistiu de esperar ser rica um dia para ir atrás do sonho de conhecer todos os países do mundo. Fanática por livros, gastronomia, música e filmes. É sócia da agência Alcantelado & Rocha e nômade digital.
Bárbara Rocha

Comentários

comments

Comments

No Comments Yet! You can be first to comment this post!

Write comment

Your data will be safe! Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.